Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/9193
Type: Artigo de periódico
Title: Cirurgia bariátrica cura a síndrome metabólica?
Title Alternative: Does bariatric surgery cure the metabolic syndrome?
Author: Geloneze, Bruno
Pareja, José Carlos
Abstract: Metabolic syndrome (MS) is a risk condition for the development of systemic atherosclerotic disease. Morbid obesity is a state of insulin resistance (IR) associated with visceral fat accumulation, which is involved in the development of MS. In severe obesity, conservative therapies promote an improvement of MS, but weight regain is frequent, whereas bariatric surgery promotes a more significant and sustained weight loss. Bariatric surgery is recommended for patients with unsatisfactory response to clinical treatment and with IMC > 40 kg/m² or > 35 in case of co-morbidities. In those cases, surgical risk must be acceptable and patients submitted to surgery must be informed about complications and postoperative care. Prevention, improvement and reversion of diabetes (DM2) (70 to 90% of cases) are seen in several bariatric surgery modalities. Disabsorptive are more efficient than restrictive procedures in terms of weight reduction and insulin sensitivity improvement, but chronic complications, such as malnutrition, are also more frequent. Vertical gastroplasty with jejunoileal derivation is a mixed surgery in which the restrictive component predominates. In this modality, reversion of DM2 is due to an increase in insulin sensitivity associated with improved beta cell function. Reversion of MS and its manifestations after bariatric surgery are associated with reduction of cardiovascular mortality and, thus, in severe obesity cases, MS can be considered a surgical condition.
A síndrome metabólica (SM) é uma condição de risco para o desenvolvimento de doença aterosclerótica sistêmica. A obesidade mórbida é um estado de resistência à insulina associado a excesso de gordura visceral, condições que contribuem para o desenvolvimento da SM. Na obesidade grave, os tratamentos conservadores promovem melhora da SM, mas a recuperação do peso é freqüente, enquanto a cirurgia bariátrica promove perda mais significativa e sustentada de peso. Esta é recomendada a pacientes com resposta insatisfatória ao tratamento clínico e com IMC > 40 kg/m², ou > 35 nos casos de co-morbidades passíveis de reversão com o emagrecimento. Recomenda-se que risco cirúrgico seja aceitável e que os pacientes submetidos à cirurgia tenham conhecimento das complicações e saibam dos cuidados pós-operatórios. Prevenção, melhora e reversão do diabetes (DM2) (entre 70 e 90% dos casos) são observados nas diversas modalidades cirúrgicas bariátricas. Os procedimentos disabsortivos são mais eficazes que os restritivos na redução do peso e na melhora da sensibilidade à insulina, mas as complicações crônicas, em especial a desnutrição, são também mais freqüentes. A gastroplastia vertical com derivação jejuno-ileal é conhecida como mista com predominância do componente restritivo sobre o disabsortivo. Nesta modalidade, reversão do DM2 deve-se a um aumento da sensibilidade à insulina associado a uma melhora da função de célula beta. A reversão da SM e de suas manifestações pós-cirurgia bariátrica associa-se à redução da mortalidade cardiovascular e, assim, nos casos graves de obesidade, a SM pode ser considerada uma condição cirúrgica.
Subject: Obesidade
Síndrome metabólica
Diabetes mellitus
Mortalidade cardiovascular
Cirurgia bariátrica
Risco cirúrgico
Obesity
Metabolic syndrome
Diabetes mellitus
Cardiovascular mortality
Bariatric surgery
Surgical risk
Editor: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia
Rights: aberto
Identifier DOI: 10.1590/S0004-27302006000200026
Address: http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27302006000200026
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-27302006000200026
Date Issue: 1-Apr-2006
Appears in Collections:Artigos e Materiais de Revistas Científicas - Unicamp

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
S0004-27302006000200026.pdf451.27 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.