Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/9113
Type: Artigo de periódico
Title: Views on treatment adherence among psychoactive substance-dependent women in the outpatient setting: a qualitative study
Title Alternative: Significados atribuídos por mulheres dependentes de substâncias psicoativas à adesão ao tratamento no contexto ambulatorial: um estudo qualitativo
Author: Ribeiro, Dione Viégas Almeida
Turato, Egberto Ribeiro
Azevedo, Renata Cruz Soares de
Campos, Claudinei José Gomes
Abstract: INTRODUCTION: In the female population, adherence to specialist clinical treatment for psychoactive substance dependence has peculiar characteristics in terms of therapeutic approaches available to addicts in general. A smaller number of women seek specialist treatment in comparison with men. Traditionally, most health care services specializing in chemical dependence provide similar therapies to both men or women, including the use of mixed-sex groups at some facilities. OBJECTIVE: To discuss the views or psychological meanings attributed by women with substance use disorders to phenomena associated with adherence to treatment at a specialist university outpatient clinic. METHODS: The qualitative-clinical method was used, i.e., an approach characterized by the typically qualitative focus of human sciences adapted to health care settings. The semi-structured interview technique with open questions was used for data collection, combined with observation of the women interviewed. Data were processed using qualitative content analysis. RESULTS: Three categories of treatment outcomes emerged: 1) significant motivations to seek and follow the treatment proposed; 2) symbolic meanings attributed to the drug; 3) psychological representations of lack of motivation to explain difficulties adhering to treatment. CONCLUSIONS: Our findings suggest that the motivations of addicted women to seek treatment vary, but highlight the fact that the substance used becomes perceived as something that causes significant losses and hinders the proper exercise of women’s role in family and social contexts. A warm welcoming is considered essential for a patient to adhere to treatment, offsetting the strong physical pleasure associated with psychoactive substance use.
INTRODUÇÃO: Na população feminina, a adesão a tratamentos clínicos especializados em dependência de substâncias psicoativas tem características peculiares quando se considera as abordagens terapêuticas disponíveis para a população dependente geral. Um número menor de mulheres em comparação a homens procura tratamento especializado. Tradicionalmente, os serviços de atenção a dependentes químicos oferecem terapias semelhantes para homens e mulheres, incluindo grupos mistos em alguns serviços. OBJETIVO: Discutir os significados psicológicos atribuídos por mulheres dependentes de substâncias psicoativas a fenômenos associados à adesão ao tratamento em um ambulatório universitário especializado. MÉTODO: Foi utilizado o método clínico-qualitativo, isto é, uma abordagem caracterizada pelo enfoque tipicamente qualitativo das ciências humanas adaptado ao contexto da saúde. Adotou-se a técnica de entrevista semiestruturada com questões abertas na coleta dos dados, combinada com observação das mulheres entrevistadas. Os dados obtidos foram tratados utilizando análise qualitativa de conteúdo. RESULTADOS: Três categorias de desfecho de tratamento foram identificadas: 1) motivações significativas para buscar e seguir o tratamento proposto; 2) significados simbólicos atribuídos à substância química; 3) representações psicológicas de desmotivação para explicar a dificuldade em aderir ao tratamento. CONCLUSÕES: Nossos achados sugerem que as motivações que levam mulheres dependentes a procurar tratamento são múltiplas, destacando-se o fato de que a substância utilizada passa a ser percebida como algo que traz perdas relevantes e prejudica o exercício adequado do papel feminino nos âmbitos familiar e social. Um acolhimento adequado é considerado fundamental para que a paciente prossiga seu tratamento, compensando o forte prazer físico associado ao uso da substância psicoativa.
Subject: Pesquisa qualitativa
desistência ao tratamento
serviços de saúde da mulher
saúde da mulher
transtornos relacionados ao uso de substâncias
cooperação do paciente
Qualitative research
patient dropout
women’s health services
women’s health
substance-related disorders
patient compliance
Editor: Associação de Psiquiatria do Rio Grande do Sul
Rights: aberto
Identifier DOI: 10.1590/S2237-60892012000400005
Address: http://dx.doi.org/10.1590/S2237-60892012000400005
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2237-60892012000400005
Date Issue: 1-Jan-2012
Appears in Collections:Artigos e Materiais de Revistas Científicas - Unicamp

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
S2237-60892012000400005.pdf524.54 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.