Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/9104
Type: Artigo de periódico
Title: Abundância e biomassa de lianas em um fragmento de floresta Atlântica
Title Alternative: Liana abundance and biomass in an Atlantic forest fragment
Author: Carvalho, Paula Guimarães
Mellis, Juliano van
Ascenção, Bruno Marques
Cestari, Fernando Mancini
Alves, Luciana Ferreira
Grombone-Guaratini, Maria Tereza
Abstract: Lianas represent an important component of the structure and diversity of tropical forests. Normally, in disturbed forest a higher density and biomass of lianas is found compared with undisturbed forests. The aim of this study was to evaluate if the abundance and biomass of lianas differ between bamboo-dominated and non-dominated areas in Parque Estadual das Fontes do Ipiranga. Sample plots of 0.7 ha were established in both areas, and a standard census protocol for woody lianas > 1 cm were used. We found 277 lianas (395 ind. ha-1) in the bamboo-dominated area and 754 lianas (1,077 ind. ha-1) in the non-dominated area. The biomass, abundance and the proportion of infested trees were significantly different between areas. Lianas > 5 cm diameter accounted for 75% of total biomass in the bamboo-dominated area and 21,4% in the non-dominated area. In bamboo-dominated area lianas may be suppressed by absence of supports and by competition with Aulonemia aristulata a native scandent bamboo.
Lianas representam um importante componente da estrutura e diversidade das florestas tropicais. Normalmente em florestas perturbadas são encontradas uma alta densidade de lianas em comparação com florestas não perturbadas. O objetivo deste estudo foi avaliar se a abundância e a biomassa de lianas difere entre áreas dominadas e não-dominadas por uma espécie de bambu nativo no Parque Estadual das Fontes do Ipiranga. Uma parcela de 0,7 ha foi estabelecida em cada área e um censo com protocolo padrão para lianas lenhosas > 1 cm foi usado. Nós encontramos 277 lianas (395 ind. ha-1) na área dominada por bambu e 754 lianas (1.077 ind. ha-1) na área não dominada. A biomassa e a proporção de árvores infestadas foram diferentes entre áreas. Lianas > 5 cm de diâmetro foram responsáveis por 75% da biomassa total na área dominada por bambu e por 21,4% na área não dominada por bambu. Na área dominada por bambu as lianas podem ter sido suprimidas pela ausência de suporte e pela competição com Aulonemia aristulata um bambu nativo escandente.
Subject: Aulonemia aristulata
bambu
biomassa de lianas
fragmento florestal
Aulonemia aristulata
bamboo
forest fragment
lianas biomass
Editor: Instituto de Botânica
Rights: aberto
Identifier DOI: 10.1590/S2236-89062011000200010
Address: http://dx.doi.org/10.1590/S2236-89062011000200010
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2236-89062011000200010
Date Issue: 1-Jun-2011
Appears in Collections:Unicamp - Artigos e Outros Documentos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
S2236-89062011000200010.pdf111.78 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.