Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/83474
Type: Artigo de periódico
Title: Acesso a ambulatório pediátrico de um hospital universitário
Title Alternative: Evaluation of access to the pediatric service of a university hospital
Author: Franco, Selma C.
Campos, Gastão W. de S.
Abstract: INTRODUCTION: In Brazil, one can verify an imbalance between the increase in the need for health care and its supply. The consolidation of the National Health System which recommends universality and equity in care, makes this issue important in the field of health service evaluation. Two pediatric services in a university hospital, one general and the other specialized are studied and compared in terms of their clients' access. METHOD: Questionnaires were applied to 221 users of the general pediatrics outpatient departments of one of the specialities with a view to studying and comparing socioeconomic and several other variables related to the access to these and other health services. RESULTS: A high level of difficulty in the users' locomotion from local health services to the hospital was noted.Of the patients attended, 40% did not receive any kind of care before their arrival and were dependent exclusively on State-run health services. The clients of the speciality were different as regards several variables when compared to the users of the general outpatients' department. The fact that they are at a better socioeconomic level and are less dependent on State-run services brings out the social inequalities involved. CONCLUSION: Socioeconomic conditions, as well as organizational aspects of the service, are seen to be both causes and consequences of social inequalitiy verified.
INTRODUÇÃO: No Brasil verifica-se um descompasso entre o aumento das necessidades de atenção à saúde e de sua oferta. O Sistema Único de Saúde, cujas deretrizes preconizam a atenção universal e eqüânime, determina a relevância desta temática dentro do campo da avaliação dos serviços de saúde. Assim, foram estudados dois ambulatórios de pediatria de um hospital universitário, um geral e outro de uma subespecialiadade (pneumologia), comparando os usuários quanto ao acesso. MÉTODO: Foram aplicados 221 questionários entre clientes de ambos os ambulatórios de pediatria com o objetivo de se estudar e comparar variáveis socioeconômicas, procedência, acesso aos referidos ambulatórios e outros serviços de saúde. RESULTADOS: Evidenciou-se grande dificuldade de locomoção dos pacientes, a maioria dos quais são encaminhados por serviços de saúde locais. Dos pacientes atendidos 40% não receberam nenhum atendimento anteriormente à sua chegada ao hospital, fato que decorre principalmente de seu baixo nível socioeconômico, que os torna dependentes exclusivamente dos serviços públicos de saúde. A comparação entre os dois ambulatórios mostra que os pacientes do ambulatório de especialidade têm melhor nível socioeconômico e são menos dependentes dos serviços públicos, configurando desta forma uma situação de ineqüidade. CONCLUSÕES: É apontado o melhor nível socioeconômico dos usuários da especialidade bem como questões organizacionais do próprio serviço como os responsáveis pela iniqüidade verificada.
Subject: Acesso aos serviços de saúde
Assistência ambulatorial
Serviços de saúde infantil
Ambulatory services accessibility
Ambulatory care
Child health
Editor: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Rights: aberto
Identifier DOI: 10.1590/S0034-89101998000400007
Address: http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89101998000400007
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89101998000400007
Date Issue: 1-Aug-1998
Appears in Collections:Unicamp - Artigos e Outros Documentos

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.