Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/44549
Type: Artigo de periódico
Title: Indexes of spatio-temporal change to reconstruct the historical evolution of a coastal region: case study: São Sebastião Island - SP
Author: Bertolo, Lídia S.
Lima, Guilherme T. N. P. de
Santos, Rozely F. dos
Abstract: The coastal regions of Brazil have lost most of their distinct characteristics due to an intense, diverse, and long history of land use. The current scenario is the result of successive changes which have taken place since the colonization of Brazil. These changes should be taken into account in environmental planning since the decisions about the future depend on the understanding of past changes. In this regard, the aim of this study was to identify and quantify the spatio-temporal changes in land use in a coastal region, using principles of landscape ecology and scenario construction. The case study was the São Sebastião Island, divided into 61 watersheds, off the northern coast of São Paulo State (Brazil). The study involved the development and application of a methodology to interpret the historical dynamics of the island. The driving forces were identified and indexes of change were calculated to define the phases of occupation of the island. Five phases of occupation of the coastal landscape were mapped: preservation, conservation, regeneration, exploitation and urbanization. These phases represent a pattern of internal heterogeneity, sometimes positive (environmental conservation), and sometimes negative (environmental degradation).
As regiões costeiras brasileiras encontram-se altamente descaracterizadas devido ao intenso, diversificado e prolongado uso da terra ao longo de sua história. O cenário hoje observado é produto do acúmulo de interferências que vem ocorrendo desde a colonização. Os planejamentos ambientais devem considerar essa questão, uma vez que as decisões sobre o futuro dependem da compreensão dessas mudanças do passado. Neste caminho, o objetivo deste trabalho foi identificar, quantificar e indicar as variações espaços-temporais de uso da terra numa paisagem costeira a partir dos princípios da ecologia de paisagem e da modelagem para construção de cenários. O estudo de caso foi a Ilha de São Sebastião, Litoral Norte do Estado de São Paulo. Para tanto, foi desenvolvida e aplicada uma metodologia para a construção da trajetória histórica por meio da identificação de forças indutoras e aplicação de índices de mudanças que permitiram a definição de fases de ocupação da Ilha. Foram mapeadas nesse território cinco fases de ocupação histórica da paisagem costeira: preservação, conservação, regeneração, exploração e urbanização. Essas fases representam um padrão de heterogeneidade interna, ora como saldo positivo (conservação ambiental), ora como saldo negativo (degradação ambiental) dentro de 61 unidades de análise, definida pelas bacias hidrográficas presentes na Ilha.
Subject: Ecologia de paisagem
planejamento costeiro
escalas de mudança
mudança espaço-temporal
Landscape ecology
coastal planning
scales of change
spatio-temporal change
Editor: Universidade de São Paulo, Instituto Oceanográfico
Rights: aberto
Identifier DOI: 10.1590/S1679-87592010000700006
Address: http://dx.doi.org/10.1590/S1679-87592010000700006
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-87592010000700006
Date Issue: 1-Jun-2010
Appears in Collections:Unicamp - Artigos e Outros Documentos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
S1679-87592010000700006.pdf299.33 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.