Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/44496
Type: Artigo de periódico
Title: Immunohistochemistry in diagnostic veterinary pathology: a critical review
Title Alternative: Imuno-histoquímica na patologia veterinária diagnóstica: uma revisão crítica
Author: Ruiz, Felipe Sueiro
Alessi, Antonio Carlos
Chagas, Cristiano Aparecido
Pinto, Glauce Aparecida
Vassallo, José
Abstract: Immunohistochemistry has become a practical and widely used tool for diagnosis in human pathology since the 70's. However, its application in veterinary diagnostic pathology has not been so common, especially due to the lack of specific antibodies. To overcome this drawback, antibodies which present cross reactivity with human and animal antigens have been applied. The purpose of the present study was to test the cross reactivity of some antibodies intended for the human pathology, which may be used in animal tissues, with the help of antigen retrieval and amplification systems. In the present study it was confirmed that many of the antibodies produced for use in human histopathology might be applied in veterinary pathology. Further studies are needed to increase the list of applicability of these antibodies to different animal species. It must be stressed that in this type of study some variables, such as clone of antibody, dilution, antigen retrieval method, and detection system, have to be evaluated.
A técnica de imuno-histoquímica é usada na rotina diagnóstica e na pesquisa em patologia humana desde 1970, porém seu uso na patologia veterinária é relativamente recente, principalmente com objetivo diagnóstico. A maior dificuldade no uso da imuno-histoquímica na patologia veterinária tem sido a falta de anticorpos específicos para os tecidos animais. Na falta de anticorpos específicos para as espécies domésticas, a patologia veterinária freqüentemente faz uso de anticorpos que apresentam reatividade cruzada entre antígenos humanos e animais. O objetivo deste trabalho foi testar a reatividade cruzada de diversos anticorpos feitos para uso humano em tecido parafinado de algumas espécies animais, utilizando-se dos novos métodos de recuperação antigênica e amplificação da reação imuno-histoquímica. No presente estudo foi possível confirmar a aplicabilidade de que muitos anticorpos produzidos para diagnóstico imuno-histoquímico em patologia humana podem ser utilizados em patologia veterinária. Novos estudos são necessários a fim de se ampliar a lista de aplicabilidade desses anticorpos em diferentes espécies animais, levando sempre em consideração as variações de clones, diluições, métodos de recuperação antigênica e de revelação.
Subject: Imuno-histoquímica
Patologia veterinária
Marcadores tumorais
Immunohistochemistry
Veterinary pathology
Tumor markers
Editor: Sociedade Brasileira de Patologia ClínicaSociedade Brasileira de PatologiaSociedade Brasileira de Citopatologia
Rights: aberto
Identifier DOI: 10.1590/S1676-24442005000400008
Address: http://dx.doi.org/10.1590/S1676-24442005000400008
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-24442005000400008
Date Issue: 1-Aug-2005
Appears in Collections:Artigos e Materiais de Revistas Científicas - Unicamp

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
S1676-24442005000400008.pdf1.08 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.