Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/41909
Type: Artigo de periódico
Title: A educação em saúde e suas representações entre alunos de um curso de odontologia
Title Alternative: Health education and their representations among dental students
Author: Mialhe, Fábio Luiz
Silva, Cristiane Maria da Costa
Abstract: Health education is an important instrument to promote the active participation ofpeople in becoming self-reliant. Thus, the purpose of this exploratory study, conducted using a qualitative approach, was to evaluate the extent of representation in health education, of undergraduates in a dentistry course, and reveal data for discussion about the concepts that have sustained their educational practices. Data were collected by means of an instrument containing the following question: What do you particularly understand by health education? The instrument was applied to 67 academic students in the last year of the course, comprising 85.3% of the target population. Data analysis was performed according to the qualitative methodological presuppositions of Discourse of the Collective Subject. The results showed that the academic students'concept of health education was strongly linked to the positivist concept of teaching,instruction and disease prevention, rooted in the idea that the lack of information by individuals is the factor that induces them not to perform healthy practices with regard to their health, and it was the professional's responsibility to educate people on the subject of health. The need was observed for teaching-learning strategies directed towards changing the academic students' representation in health education.
A educação em saúde é um importante instrumento para se promover a participação ativa das pessoas na conquista de sua autonomia. Desta forma, este estudo exploratório, de abordagem qualitativa, objetivou avaliar as representações em educação em saúde de graduandos de um curso de odontologia, trazendo à tona dados para a discussão sobre quais concepções têm sustentado suas práticas educativas. Os dados foram coletados por meio de um instrumento contendo a seguinte questão: particularmente, o que você entende por educação em saúde? O mesmo foi aplicado em 67 acadêmicos do último ano do curso, perfazendo 85,3 % da população-alvo. A análise dos dados foi realizada segundo os pressupostos metodológicos qualitativos do discurso do sujeito coletivo. Os resultados evidenciaram que o conceito de educação em saúde dos acadêmicos está fortemente ligado ao conceito positivista de ensinamento, instrução e prevenção de doenças, pautados na ideia de que a falta de informações dos indivíduos é que os induz a não exercerem práticas saudáveis em saúde, sendo função do profissional educar as pessoas neste sentido. Observou-se a necessidade de estratégias de ensino-aprendizagem voltadas a transformar a representação da educação em saúde por parte dos acadêmicos.
Subject: Educação em saúde
Educação superior em odontologia
Saúde bucal
Health education
Higher education in dentistry
Oral health
Editor: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Rights: aberto
Identifier DOI: 10.1590/S1413-81232011000700091
Address: http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232011000700091
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232011000700091
Date Issue: 1-Jan-2011
Appears in Collections:Unicamp - Artigos e Outros Documentos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
S1413-81232011000700091.pdf42.23 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.