Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/40464
Type: Artigo de periódico
Title: Comparação de dois métodos de mensuração da pressão inspiratória máxima em pacientes com e sem alterações do nível de consciência
Title Alternative: Comparison of two methods for measurement of maximal inspiratory pressure in patients with and without alterations of the conscience's level
Author: Monteiro, Ludmila Soccio
Veloso, Cristina Aparecida
Araújo, Sebastião
Terzi, Renato Giovanni Giuseppe
Abstract: BACKGROUND AND OBJECTIVES: There is no literature consensus about the time of airway occlusion sufficient enough to get a true PImax during weaning from mechanical ventilation (MV). So, the main objectives of the present study were to compare two methods PImax measurement and to evaluate the influence of patients' level of conscience on them. METHODS: The population was composed by 28 general ICU patients, with MV > 48h, in a weaning process, divided into two groups according to Glasgow coma scale score: with (GCS < 15) and without (GCS = 15) alterations of conscience level. The airway was occluded by using an unidirectional valve for 20s (PImaxT20), or for a maximum time of one minute if a plateau of inspiratory pressure was not observed during three consecutive inspirations (PImaxTid). RESULTS: PImaxT20 (mean ± SD, cmH2O) values were similar in both groups (44 ± 16 vs42 ± 15, p = 0.52). However, PImaxTid values, as long as the time needed to their attainment, were greater in GCS < 15 group (65 ± 24 vs 47 ± 23cmH2O and 37 ± 10 vs24 ± 8s, p = 0.04 and 0.0019, respectively). CONCLUSIONS: The method commonly used of 20s airway occlusion seems to be inadequate to get the true PImax in patients with alterations of the level of conscience. Additional studies, now in a more homogeneous group (e. g.: patients with structural brain lesion), are needed to clarify these findings.
JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Não existe consenso na literatura sobre o tempo de oclusão das vias aéreas necessário para se obter uma PImax verdadeira durante o desmame da ventilação mecânica (VM). Assim, o presente estudo teve por objetivos comparar dois métodos de mensuração da PImax e avaliar a influência do nível de consciência do paciente nessas medidas. MÉTODO: População composta de 28 pacientes gerais de UTI, com tempo de VM > 48h, em processo de desmame, divididos em dois grupos de acordo com a pontuação na escala de coma de Glasgow (ECGL): com (ECGL< 15) e sem alteração do nível de consciência (ECGL = 15). A via aérea foi ocluída com uma válvula unidirecional por 20s (PImaxT20), ou pelo tempo máximo de um minuto, se um platô de pressão inspiratória não foi observado durante três inspirações consecutivas (PImaxTid). RESULTADOS: A PI Max T20 (média ± DP, cmH2O) foi semelhante em ambos os grupos (44 ± 16 vs 42 ± 15, p = 0,52). No entanto, os valores da PImaxTid, assim como o tempo necessário para sua obtenção, foram maiores no grupo ECGL< 15 (65 ± 24 vs 47 ± 23 cmH2O e 37 ± 10 vs 24 ± 8s, p = 0,04 e 0,0019, respectivamente). CONCLUSÕES: O método comumente utilizado de 20s de oclusão da via aérea parece ser insuficiente para se mensurar a verdadeira PImax em pacientes com alterações do nível de consciência. Estudos adicionais, agora num grupo mais homogêneo de pacientes (p. ex.: com alterações neurológicas estruturais), são necessários para maior esclarecimento destes resultados.
Subject: alterações do nível de consciência
desmame
pressão inspiratória máxima
válvula unidirecional
ventilação mecânica
consciousness disturbances
maximum inspiratory pressure
mechanical ventilation
unidirectional valve
weaning
Editor: Associação de Medicina Intensiva Brasileira - AMIB
Rights: aberto
Identifier DOI: 10.1590/S0103-507X2006000300007
Address: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-507X2006000300007
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-507X2006000300007
Date Issue: 1-Sep-2006
Appears in Collections:Artigos e Materiais de Revistas Científicas - Unicamp

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
S0103-507X2006000300007.pdf147.42 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.