Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/36619
Type: Artigo de periódico
Title: Associação entre transtornos do sono e níveis de fragilidade entre idosos
Title Alternative: Association between sleep disorders and frailty status among elderly
Author: Santos, Ariene Angelini dos
Ceolim, Maria Filomena
Pavarini, Sofia Cristina Iost
Neri, Anita Liberalesso
Rampazo, Mariana Kátia
Abstract: Objective: To analyze the association between nap frequency with frailty status, gender, age, education, family income and the five criteria of frailty. Methods: This is a cross-sectional study assessing 3,075 elderly who met the inclusion criteria. The sociodemographic characterization, cognitive status measures, frailty and nap status were performed. Data were analyzed using descriptive statistics and non-parametric tests for statistical inference. Results: Most elderly napped during the day (61.7%), with an average frequency of 5.9 days per week (SD=1.9). A significant association was found between nap frequency and the frailty dimension of energy expenditure in physical activity. Conclusion: No significant association was found between nap frequency and selected sociodemographic variables and frailty status among the elderly, except for the criterion of frailty energy expenditure in physical activity.
Objetivo: Analisar a associação entre a frequência de cochilo com os níveis de fragilidade, gênero, idade, escolaridade, renda familiar e os cinco critérios de fragilidade.Métodos: Trata-se de um estudo transversal com avaliação de 3.075 idosos que atenderam aos critérios de inclusão. Foi realizada a caracterização sociodemográfica, as medidas de status cognitivo, de fragilidade e de cochilo. Os dados foram analisados por estatística descritiva, bem como testes não paramétricos para a estatística inferencial. Resultados: A maioria dos idosos cochilava durante o dia (61,7%), com uma frequência média de 5,9 dias por semana (DP=1,9). Associação significativa foi verificada entre a frequência de cochilo e o critério de fragilidade gasto calórico em atividade física. Conclusão: Nenhuma associação significativa foi verificada entre a frequência de cochilo e as variáveis sociodemográficas selecionadas e os níveis de fragilidade entre idosos, com exceção para o critério de fragilidade gasto calórico em atividade física.
Subject: Enfermagem geriátrica
Idoso fragilizado
Avaliação geriátrica
Transtornos do Sono
Geriatric nursing
Nursing care
Frail elderly
Geriatric assessment
Sleep disorders
Editor: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo
Rights: aberto
Identifier DOI: 10.1590/1982-0194201400022
Address: http://dx.doi.org/10.1590/1982-0194201400022
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-21002014000200006
Date Issue: 1-Apr-2014
Appears in Collections:Artigos e Materiais de Revistas Científicas - Unicamp

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
S0103-21002014000200006.pdf130.73 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.