Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/358231
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Cuidado à saúde do idoso : uso de medicamentos, polifarmácia e práticas integrativas e complementares
Title Alternative: Health care for the elderly : use of medicines, polypharmacy and integrative and complementary practices
Author: Marques, Priscila de Paula, 1987-
Advisor: Francisco, Priscila Maria Stolses Bergamo, 1973-
Abstract: Resumo: Introdução: Diante da nova perspectiva de saúde, devido ao envelhecimento populacional, é necessário discutir a implementação de abordagens multidimensionais para o cuidado integral dos idosos. Com o avanço da idade, aumenta a incidência de doenças crônicas não transmissíveis (DCNT), maior consumo de medicamentos e ocorrência de polifarmácia. A realização das práticas alternativas e complementares (PIC) traz benefícios para a saúde do idoso, auxilia na redução da medicalização e melhora a qualidade de vida. Objetivos: 1) Identificar na literatura científica, entre os anos de 2016 e 2018, estudos sobre o uso de medicamentos por idosos residentes na comunidade; 2) Estimar a prevalência de polifarmácia em idosos (maior ou igual a 65 anos); verificar sua associação com variáveis sociodemográficas, estado nutricional e condições de saúde; descrever a prevalência de polifarmácia de acordo com a presença de DCNT específicas e a forma de aquisição de medicamentos; 3) Estimar a prevalência da realização das PIC e sua relação com DCNT em idosos brasileiros. Métodos: Esta tese compreende um estudo de revisão integrativa da literatura e análises secundárias de dois estudos transversais de base populacional já realizados. A primeira análise utilizou dados do estudo de Fragilidade de Idosos Brasileiros (FIBRA 2008), e a segunda utilizou dados da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS 2013). Resultados: Os resultados são apresentados em três artigos científicos. O primeiro artigo (revisão de literatura) possibilitou identificar o que vem sendo abordado em publicações quanto ao uso de medicamentos por idosos residentes na comunidade, e apontou para o uso indiscriminado de medicamentos potencialmente inapropriados. No segundo estudo com dados do Estudo FIBRA, a prevalência de polifarmácia foi de 18,4% (IC95%: 16,8-20,0). A prevalência encontrada nos não brancos, com autoavaliação da saúde boa/muito boa e sem plano de saúde foi menor. Houve associação positiva da polifarmácia com circunferência muito aumentada da cintura, obesidade e com duas DCNT ou mais. No terceiro artigo, com dados da PNS observou-se que o uso das PIC foi referido por 5,4% (IC95%: 4,9-6,0) dos idosos. Dentre estes, 62,6% relataram uso de plantas medicinais/fitoterapia, 22,2% acupuntura e 11,2% homeopatia. Somente 6,7% realizou o tratamento no SUS. Dentre estes, 62,6% relataram o uso de plantas medicinais e fitoterapia, 22,2% a realização de acupuntura e 11,2% usou homeopatia. Os dados relacionados às DCNT mostraram maior uso das práticas naqueles que referiram colesterol alto, artrite ou reumatismo, problema crônicos de coluna, depressão e insuficiência renal crônica. Conclusão: Esta pesquisa contribuiu para o conhecimento de temas relevantes relacionados ao cuidado à saúde dos idosos, tais como a necessidade de transformar o modelo de atenção à saúde dos idosos centrado na doença para o modelo centrado no cuidado; superar o uso desnecessário de medicamentos prescritos na prática biomédica e realizar capacitações sobre uso racional de medicamentos para a equipe multiprofissional de saúde; abordar as demandas multidimensionais de maneira mais integrada para superar a fragmentação da atenção; ampliar a utilização das PIC no sistema público de saúde com foco no envelhecimento ativo e saudável.

Abstract: Introduction: In view of the new health perspective, due to population aging, it is necessary to discuss the implementation of multidimensional approaches for comprehensive care for the elderly. With advancing age, the incidence of chronic noncommunicable diseases (DCNT) increases, greater consumption of drugs and the occurrence of polypharmacy. The implementation of alternative and complementary practices (PIC) brings benefits to the health of the elderly, helps to reduce medicalization and improves quality of life. Objectives: 1) To identify in the scientific literature, between the years 2016 and 2018, studies on the use of medicines by elderly residents in the community; 2) Estimate the prevalence of polypharmacy in the elderly (bigger or equal 65 years); verify its association with sociodemographic variables, nutritional status and health conditions; describe the prevalence of polypharmacy according to the presence of specific DCNT and the form of drug acquisition; 3) To estimate the prevalence of PIC and its relationship with DCNT in elderly Brazilians. Methods: This thesis comprises an integrative literature review study and secondary analyzes of two cross-sectional population-based studies already carried out. The first analysis used data from the Brazilian Elderly Fragility study (FIBRA 2008), and the second used data from the National Health Survey (PNS 2013). Results: The results are presented in three scientific articles. The first article (literature review) made it possible to identify what has been addressed in publications regarding the use of medication by elderly residents in the community, and pointed to the indiscriminate use of potentially inappropriate medication. In the second study with data from the FIBRA Study, the prevalence of polypharmacy was 18.4% (IC95%: 16,8-20,0). The prevalence found in non-whites, with good / very good self-rated health and without health insurance was lower. There was a positive association of polypharmacy with greatly increased waist circumference, obesity and with two or more DCNT. In the third article, using PNS data, it was observed that the use of PIC was reported by 5,4% (IC95%: 4,9-6,0) of the elderly. Among these, 62,6% reported the use of medicinal plants / phytotherapy, 22,2% acupuncture and 11,2% homeopathy. Only 6,7% underwent treatment at SUS. Among these, 62,6% reported the use of medicinal plants and phytotherapy, 22,2% performed acupuncture and 11,2% used homeopathy. The data related to DCNT showed greater use of practices in those who reported high cholesterol, arthritis or rheumatism, chronic back problems, depression and chronic renal failure. Conclusion: This research contributed to the knowledge of relevant topics related to the health care of the elderly, such as the need to transform the health care model of the elderly centered on the disease to the model centered on care; overcome the unnecessary use of prescription drugs in biomedical practice and provide training on the rational use of medicines for the multidisciplinary health team; address multidimensional demands in a more integrated way to overcome fragmentation of care; expand the use of PIC in the public health system with a focus on active and healthy aging.
Subject: Idosos
Envelhecimento
Saúde do idoso
Assistência integral à saúde
Doenças crônicas
Polimedicação
Terapias complementares
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: MARQUES, Priscila de Paula. Cuidado à saúde do idoso : uso de medicamentos, polifarmácia e práticas integrativas e complementares. 2020. 1 recurso online ( 151 p.) Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP.
Date Issue: 2020
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Marques_PriscilaDePaula_D.pdf8.59 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.