Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/357973
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Dominação cultural, herança e desigualdades no ensino da Música
Title Alternative: Cultural domination, heritage and inequalities in Music teaching
Author: Kawaguchi, Patricia, 1989-
Advisor: Nassif, Silvia Cordeiro, 1963-
Abstract: Resumo: Este trabalho compreende uma investigação acerca de como acontece a transmissão da cultura musical no ensino de instrumento, permeada pelas desigualdades no ensino formal de Música e por questões de acesso e apropriação da cultura de modo geral. Para isso, partimos do conceito de herança cultural do sociólogo Pierre Bourdieu somado à influência das interações com o meio colocada pelo psicólogo Lev Vigotski. Uma questão que se entrelaça com essa é a da dominação cultural: a ideia de que algumas manifestações culturais, aquelas reconhecidas pelas elites, são superiores à cultura popular. Foi traçada uma reflexão sobre como a indústria cultural contribui para perpetuar a estrutura de dominação a partir da transmissão da ideologia dominante. De maneira prática, foi realizado um estudo de caso em um projeto social municipal de ensino de instrumento, na cidade de Campinas-SP, com vinte e três estudantes das turmas de violoncelo, viola, clarinete e trompete e suas professoras e professores. Após a observação de aulas, foram realizadas entrevistas semiestruturadas para levantar dados sobre as experiências familiares com a música e outras linguagens artísticas, motivações para estudar, gosto musical, relação com o repertório do projeto, entre outras informações relevantes para esta pesquisa. À luz do referencial teórico e utilizando como base metodológica o materialismo histórico dialético, a análise dos dados mostra evidências de que as heranças culturais familiar e escolar têm grande importância para que jovens ingressem em projetos sociais de estudo de instrumento. Com relação ao repertório, nota-se uma combinação da música midiática e da música erudita nas práticas, com considerável abertura para as sugestões trazidas pelas turmas. Foram feitas então considerações de modo a construir possibilidades para que a educação musical seja mais libertadora, buscando dialogar com concepções da escola como potencial transformadora da sociedade. A contribuição que o presente trabalho espera oferecer, desse modo, é apontar caminhos para reduzir as desigualdades no ensino de Música e no acesso e apropriação da cultura

Abstract: This work comprises an investigation about how the transmission of music culture happen in the teaching of musical instruments, which is permeated by the inequalities in formal music teaching, as well as in cultural access and appropriation in general. For this we start with Pierre Bourdieu¿s concept of cultural heritage added to the influence of interactions with the environment proposed by psychologist Lev Vigotski. A subject that interweaves with this is that of cultural dominance: the idea that some cultural manifestations, those recognized by the elites, are superior to popular culture. A reflection was drawn about how the cultural industry contributes to perpetuating the structure of dominance, from the transmission of the dominant ideology. In practice, a case study was conducted in a municipal social project of musical instruments teaching in Campinas-SP, with twenty-three students from cello, viola, clarinet and trumpet classes and their teachers. After watching the classes, semi-structured interviews were conducted to retrieve data about their familiar experiences with music and other artistic languages, motivations to study, musical preferences, conection with the project¿s repertoire among other relevant informations. In light of the theoretical references using the historial and dialectical materialism as methodological basis, the data analysis shows evidences that family and school cultural heritages have great importance for young people to enter social projects for musical instrument learning. As for the repertoire, a combination of media and classical music is noted, with considerable openness to sugestions that are brought by the students. Considerations were then made to construct possibilities for music education to be more liberating, trying to dialogue with views about the school as a potentially transformative force of our society. Thus the contribution that this work hopes to offer is to show paths to reduce inequalities in music teaching and in cultural access and apropriation
Subject: Patrimônio cultural
Projetos sociais
Educação musical
Indústria cultural
Educação libertadora
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: KAWAGUCHI, Patricia. Dominação cultural, herança e desigualdades no ensino da Música. 2020. 1 recurso online (142 p.) Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Artes, Campinas, SP.
Date Issue: 2020
Appears in Collections:IA - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Cesar_PatriciaKawaguchi_M.pdf1.44 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.