Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/357499
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Putagrafias : análise discursiva de autobiografias de prostitutas brasileiras
Title Alternative: Putagrafias : discursive analysis of brazilian prostitutes
Author: Ribeiro, Karine de Medeiros, 1985-
Advisor: Castellanos Pfeiffer, Claudia Regina, 1970-
Abstract: Resumo: Nesta tese, analiso cinco autobiografias de prostitutas brasileiras publicadas a partir dos anos 1990: Eu, mulher da vida, de Gabriela da Silva Leite (1992); O doce veneno do Escorpião: o diário de uma garota de programa, de Bruna Surfistinha (2005); O diário de Marise: a vida real de uma garota de programa (2006), de Vanessa de Oliveira; O prazer é todo nosso, de Lola Benvenutti (2014); e E se eu fosse puta, de Amara Moira (2016). Meu material de análise reúne obras escritas por autoras que enunciam a prostituição enquanto uma profissão. Inserida no quadro teórico da análise do discurso, tenho como questão central problematizar como nas putagrafias as autoras se significam e como elas significam as práticas sexuais da prostituição, considerando a relação intrínseca entre corpo e língua. Destacando que houve, no Brasil, um longo período histórico de ausência de publicações autobiográficas de prostitutas, ressalto que a possibilidade de escrever sobre si já marca o aparecimento de um novo lugar de enunciação. Contudo, ao mesmo tempo em que as putagrafias produzem gestos de resistências e de transgressões a sentidos cristalizados anteriormente, há pontos de retorno de enunciados moralizantes, particularmente os dos discursos higienistas. Por meio das figuras imaginárias da língua, nomeio esse duplo funcionamento que se relaciona aos saberes sobre o sexo como língua obscena e língua higiênica. Essas figuras me permitiram problematizar tanto o estatuto contraditório desse novo lugar de enunciação das prostitutas quanto o jogo entre efeito de interdito e efeito de transgressão. Tendo em vista a relação entre obscenidade e higienismo, analiso como as formas de circulação das prostitutas nos espaços se imbricam com o arquivo de leitura em que essas putagrafias se inscrevem

Abstract: In this thesis, I analyze five autobiographies of Brazilian prostitutes published since the 1990s: Eu, mulher da vida, de Gabriela da Silva Leite (1992); O doce veneno do Escorpião: o diário de uma garota de programa, de Bruna Surfistinha (2005); O diário de Marise: a vida real de uma garota de programa (2006), de Vanessa de Oliveira; O prazer é todo nosso, de Lola Benvenutti (2014); e E se eu fosse puta, de Amara Moira (2016). My material brings works written by authors that state prostitution as a profession. Inserted in the theoretical framework of discourse analysis, I have as a central question to question how in the putagrafias the authors write their lives and how they mean the sexual practices of prostitution, considering the relationship between body and language. Noting that there was, in Brazil, a long historical period of absence of prostitute¿s autobiographical publications, I emphasize that the possibility of writing about itself already marks the appearance of a new enunciation place. However, while putagrafias produce gestures of resistance and transgressions to previously crystallized senses, there are points of return for moralizing statements, particularly those of hygienist speeches. Through the imaginary figures of the language, I name this double functioning that is related to the knowledge about sex as an obscene language and hygienic language. These figures allowed me to question both the contradictory status of this new place of enunciation of prostitutes and the game between the effect of interdiction and the effect of transgression. In view of the relationship between obscenity and hygienism, I analyze how the forms of circulation of prostitutes in spaces intertwine with the archive in which these putagrafias are inscribed
Subject: Análise do discurso
Arquivos
Prostitutas - Biografia
Prostituição
Sexualidade
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: RIBEIRO, Karine de Medeiros. Putagrafias: análise discursiva de autobiografias de prostitutas brasileiras . 2020. 1 recurso online ( 183 p.) Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Estudos da Linguagem, Campinas, SP.
Date Issue: 2020
Appears in Collections:IEL - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Ribeiro_KarineDeMedeiros_D .pdf2.26 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.