Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/355131
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Avaliação da estabilidade e do uso de secreções de larvas de dípteros (Insecta) na inibição de bactérias e no processo de cicatrização de lesões tegumentares : Evaluation of the stability and use of diptera (Insecta) larval secretions in bacterial inhibition and tegumentary healing process
Title Alternative: Evaluation of the stability and use of diptera (Insecta) larval secretions in bacterial inhibition and tegumentary healing process
Author: Medina-Cunha, Marcela Siqueira, 1981-
Advisor: Thyssen, Patricia Jacqueline, 1973-
Abstract: Resumo: As feridas, definidas como um quadro de ruptura da estrutura anatômica da pele, podem ser classificadas em crônicas ou agudas. As crônicas, cada vez mais frequentes, causam morbidade, amputações e podem, até mesmo, resultar em mortalidade. O tratamento das feridas que não cicatrizam tem sido um grande desafio no campo médico atualmente. Vários estudos e registros hospitalares ao redor do mundo têm mostrado que a Terapia Larval (TL) pode ser uma promissora opção para o tratamento de feridas de diversas etiologias, em especial aquelas pouco ou não responsivas às terapias convencionais. Além do desbridamento e da remoção do tecido desvitalizado, as larvas podem promover a desinfecção da ferida, através da liberação de componentes antimicrobianos de suas exossecreções (ESs), e estimular a formação do tecido de granulação. A investigação de ações bactericidas e/ou bacteriostáticas dos fluídos produzidos por moscas necrófagas tem sido impulsionada devido à emergência de bactérias multirresistentes. Levando em consideração que larvas de moscas são, por vezes, difíceis de serem transportadas até os locais onde serão aplicadas nos pacientes e, adicionalmente, podem exigir um certo treinamento, por parte dos profissionais da área da saúde para aplicação, o uso das ESs são uma solução bastante promissora para minimizar estes problemas. Assim, no presente estudo objetivou-se: (i) avaliar in vitro a estabilidade das ESs de larvas de Cochliomyia macellaria (Fabricius) sob diferentes condições de armazenamento levando em conta o tempo de extração (0, 7 e 14 dias) e a temperatura em que foram mantidas (ambiente, 10ºC, -20ºC e -80ºC) para inibir o crescimento de Staphyloccocus aureus e Pseudomonas aeruginosa, bactérias frequentemente encontradas em feridas de difícil cicatrização; (ii) avaliar in vivo distintas abordagens para o tratamento de feridas tais como: por TL clássica (isto é, a partir do uso de larvas), por ESs larvais de C. macellaria, e por papaína em gel. As ESs estéreis e com concentração de 0,1 mg/mL de proteínas foram obtidas de larvas de terceiro estádio mantidas em laboratório. Nos ensaios turbidométricos a 37ºC, as densidades óticas (DO540) foram aferidas a cada uma hora no intervalo de 0-6h e após 24h. As ESs apresentaram propriedades termoestáveis, que facilitam a viabilização de estudos clínicos randomizados e dão subsídios para o desenvolvimento de um agente tópico para tratar feridas. O experimento in vivo confirmou o potencial terapêutico do uso de larvas e ESs de C. macellaria no tratamento de feridas infectadas. Futuros isolamentos e caracterizações dos componentes cicatrizantes e antimicrobianos das ESs são promissores para que a TL constitua uma opção de tratamento, com maior aceitação por parte dos profissionais da saúde e dos pacientes

Abstract: Wounds, defined as a breakdown of the anatomical structure of the skin, can be classified as chronic or acute. Increasingly frequent chronic conditions cause morbidity, amputations and may even result in mortality. The treatment of non-healing wounds has been a major challenge in the medical field today. Several studies and hospital registries around the world have shown that Larval Therapy (TL) may be a promising option for the treatment of wounds of diverse etiologies, especially those that are unresponsive to conventional therapies. In addition to debridement and removal of devitalized tissue, larvae may promote wound disinfection by releasing antimicrobial components from their exosecretions (ESs), and stimulating the granulation tissue formation. The investigation of bactericidal and/or bacteriostatic actions of fluids produced by necrophagous flies has been boosted due to the emergence of multiresistant bacteria. Taking into account that fly larvae are sometimes difficult to transport to the places where they will be applied in the patients and, additionally, may require a certain training, from the health professionals for application, there are in the ESs a very promising solution to minimize these problems. Thus, in the present study the objective was to: (i) evaluate in vitro the stability of the ESs of Cochliomyia macellaria (Fabricius) larvae under different storage conditions taking into account the extraction time (0, 7 and 14 days) and the temperature at which they were (environment, 10 ° C, -20 ° C and -80 ° C) to inhibit the growth of Staphylococcus aureus and Pseudomonas aeruginosa, bacteria frequently found in wounds that are difficult to heal; (ii) to evaluate in vivo different approaches for the treatment of wounds such as: by classical TL (ie, from the use of larvae), by ES larvae of C. macellaria, and by papain gel. ES were obtained from early third-instar maggots, sterilized and tested in 96-microplate Turbidometric assay (OD540) against S. aureus (ATCC 25923) and P.aeruginosa (ATCC 27853). Readings were done at 0h, 1h, 2h, 3h, 4h, 5h, 6h and 24h after incubation at 37°C. C. macellaria maggot¿s ES with 0,1 mg/mL total protein concentrations were tested. The ESs presented thermostable properties, which facilitate the viability of randomized clinical studies and give subsidies for the development of a topical agent to treat wounds. The in vivo experiment confirmed the therapeutic potential of the use of C. macellaria larvae and ESs in the treatment of infected wounds. Future isolation and characterization of the healing and antimicrobial components of ESs are promising for TL to be a treatment option, with greater acceptance by health professionals and patients
Subject: Mosca
Terapia larval
Cicatrização de feridas
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: MEDINA-CUNHA, Marcela Siqueira. Avaliação da estabilidade e do uso de secreções de larvas de dípteros (Insecta) na inibição de bactérias e no processo de cicatrização de lesões tegumentares: Evaluation of the stability and use of diptera (Insecta) larval secretions in bacterial inhibition and tegumentary healing process. 2019. 1 recurso online ( 69 p.) Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Cunha_MarcelaSiqueiraMedinaDa_M.pdf3.16 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.