Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/355082
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Discurso neoliberal e gênero : uma análise do discurso empresarial
Title Alternative: Neoliberal discourse and gender : an analysis of business discourse
Author: Noronha, Raquel, 1983-
Advisor: Zoppi-Fontana, Mónica, 1961-
Abstract: Resumo: A partir do lugar teórico e analítico da Análise do Discurso, pretendemos compreender a relação entre gênero e o discurso neoliberal pensando nos efeitos de relacionar um discurso sobre a mulher no interior da formação discursiva do discurso neoliberal. Para tanto, analisaremos os discursos empresariais veiculados em sites de grupos empresariais olhando para as políticas de inclusão de mulheres em posições de chefia ou que promovam eventos para falar da importância de haver mais mulheres nas equipes de decisão. Olhamos também agrupamentos compostos com o objetivo de promover uma administração mais paritária, assim como reportagens de grupos midiáticos que expliquem/ justifiquem a presença de mulheres em espaços de liderança no ambiente empresarial. Interessa-nos pensar a construção de um imaginário sobre a mulher-empreendedora observando como a mulher é discursivizada. Nossa questão se dá a partir da possibilidade de, no português, a desinência dos substantivos e adjetivos no masculino funcionar como genérico/ neutro e o contraste com a marcação do feminino no discurso empresarial, evidenciando uma falha nessa pretensa neutralidade. A marcação no feminino é efeito do atravessamento do discurso neoliberal pelos estudos de gênero, em especial aqueles que denunciam a divisão sexual do trabalho. Trazemos alguns desses estudos para compreendermos essa formulação que não projeta uma neutralidade, mas que evidencia as diferenças, marcando o gênero do agente econômico desse discurso, ao mesmo tempo em que produz efeitos em relação ao uso da desinência no masculino como neutro, evidenciando a posição-sujeito projetada por essa pretensa neutralidade. Observamos que, no mercado de trabalho, a mulher é colocada em relação ao homem, no entanto, não ocorre o mesmo com o homem, cuja presença não precisa ser justificada. É justamente por marcar a diferença (em relação ao homem) que a mulher pode ser incluída, para preencher possíveis lacunas e otimizar o lucro dos negócios. Dessa forma, a inclusão é feita a partir da lógica capitalista visando otimizar os lucros. O efeito é de generalizar os benefícios em relação à igualdade, mas situando-os, não em relação à mulher, mas em relação ao capital. Nesse estudo, comparamos o discurso neoliberal (DNL), que funciona pela dispersão (GUILBERT, 2011) promovendo "uma visão empreendedora e puramente econômica da vida" e torna "produtivo, no sentido econômico, aquilo que não o pode ser" (Ibidem, p.15), ao discurso neoliberal atravessado pelas questões de gênero (que chamamos de DNL/gênero) para pensarmos as contradições que o atravessamento pelo gênero impõe ao discurso neoliberal. Nossa tese é que a flexão de gênero do agente econômico do discurso neoliberal produz uma inflexão e um deslocamento na formação ideológica do neoliberalismo

Abstract: Our aim is to understand the relationship between gender and neoliberal discourse, in particular the effects of relating the discourse about women and the discursive formation of neoliberal discourse, using the theoretical and analytical apparatus of Discourse Analysis. To this end, we look at business discourses on corporate group websites seeking policies to include women in leadership positions or to promote events talking about the importance of having more women on decision-making teams. We also look at compound groups of companies with the aim of promoting equality of gender in administration and news from the press that explain/ justify the presence of women in leadership spaces in the business environment. We are interested in thinking about the construction of an imaginary about the enterprising woman, observing how the woman is discursivized. Our question arises from the possibility that, in Portuguese, the ending of nouns and adjectives in masculine function are generic/ neutral, in contrast with the marking of the feminine in business discourse evidencing a flaw in this alleged neutrality. The feminine marking is an effect of how neoliberal discourse is crossed by gender studies, especially those that denounce the sexual division of labor. We try to understand this formulation that does not project a neutrality, but that highlights the differences by marking the gender of the economic agent of this discourse, while producing effects regarding the use of the ending in masculine as neutral, highlighting the position -subject designed by this so-called neutrality. We note that, in the labor market, women are placed in relation to men, however, the same does not occur to men, whose presence doesn¿t need to be justified. It is precisely because of the difference (in relation to men) that women can be included, to fill possible gaps and optimize business profitability. Thus, the inclusion is made from the capitalist logic in order to optimize profits. The effect is to generalize the benefits in relation to equality, but to situate them, not in relation to women, but in relation to the capital. In this study, we compare the neoliberal discourse (DNL), which works by dispersion (GUILBERT, 2011) promoting "an entrepreneurial and purely economic view of life" and makes "productive in the economic sense what cannot be" (Ibidem, p.15), to neoliberal discourse crossed by gender issues (which we call DNL / gender) to think about the contradictions that gender issues impose on neoliberal discourse. Our thesis is that the gender flexion of the economic agent of neoliberal discourse produces an inflection and a shift in the ideological formation of neoliberalism
Subject: Análise do discurso
Feminismo
Neoliberalismo
Trabalho
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: NORONHA, Raquel. Discurso neoliberal e gênero: uma análise do discurso empresarial . 2020. 1 recurso online ( 159 p.) Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Estudos da Linguagem, Campinas, SP.
Date Issue: 2020
Appears in Collections:IEL - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Siqueira_RaquelNoronha_D.pdf1.13 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.