Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/354935
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Alianças, encontros e margens : feminismos negros e interseccionalidade na Frente de Mulheres Negras de Campinas e Região
Title Alternative: Alliances, encounters, margins : black feminisms and intersectionality in the Black Women Front in Campinas and the surrounding region
Author: Abdalla, Julia de Souza, 1988-
Advisor: Castro, Bárbara, 1984-
Abstract: Resumo: Este trabalho se debruça sobre o cenário dos feminismos e movimentos de mulheres negras brasileiras de meados dos anos 2010, marcado pela pluralização de sujeitos políticos, formatos organizativos e linguagens e estilos de contestação. Tendo como foco privilegiado de observação a Frente de Mulheres Negras de Campinas e Região (FMNCR), um movimento social vigente entre 2015 e 2018 e que procurou articular uma série de atores individuais e coletivos em torno de uma agenda política unificada das mulheres negras, o principal objetivo da pesquisa foi compreender os debates e ações coletivas em torno da produção de desigualdades simultâneas, em especial os usos, debates e ações organizados a partir da categoria "interseccionalidade". Especificamente, a pesquisa se voltou às formas de construção de alinhamento em torno de agendas e estratégias de militância, às relações entre diferentes atores coletivos e individuais que se encontravam nas redes mobilizadas pela FMNCR e às marcações e negociações das diferenças no cotidiano do grupo conforme buscava produzir espaços e categorias compartilhadas. Observei essa rede ampla e permeada por uma série vasta de diferenças, negociações, tensionamentos e acordos pensando-a em relação ao trajeto político e organizativo do movimento de mulheres negras brasileiro e à bibliografia que sistematiza criticamente esse percurso, assim como à luz de alguns dos debates recentes sobre os movimentos sociais contemporâneos, em especial aqueles que vem se ocupando das atuais estratégias e formatos empregados pelas novas gerações ativistas. A metodologia aplicada articula entrevistas em profundidade, análise de documentos e observação participante. Ao caracterizar tal cenário, a pesquisa contribui para o conhecimento sobre os deslocamentos recentes nos movimentos sociais e para a bibliografia voltada à análise dos movimentos e feminismos de mulheres negras brasileiras.

Abstract: This research analyzes contemporary Black feminist organizing in Brazil, as it is marked by the pluralization of political subjectivities, forms of organization, and contestation languages and styles, aiming to explain some of its current debates, projects, and processes of subject formation. Its main objective was to understand the collective debates and actions around the simultaneous production of social inequalities, especially as these debates and actions were organized around the category "intersectionality". The work explores the history of Black women¿s collective organizing in Brazil from the 1970s and focuses on a recent group, the Black Women Front in Campinas and the Surrounding Region, a social movement active between 2015 and 2018 which sought to articulate individual and collective actors around a shared platform of political action. Based on in-depth interviews with the participants, document analysis, and participant-observation with the group, the study looks into how differences between the women and among the several groups they participate in are treated and negotiated within the making of shared spaces, categories, agendas, and organizing propositions. It also observes such trajectories in light of recent debates on social movements, which focus on transformations like the formation of new generations and intergenerational coexistence, new formats of action and organization, intersectional alliances and agendas, and prefiguration. By performing a comprehensive investigation of a contemporary Black feminist organization, it contributes with the literature on Black feminist organizing in Brazil, specifically to characterize its current scenario, as well as to the characterization of recent social movements¿ practices and transformation
Subject: Feminismo negro
Movimentos sociais
Interseccionalidade
Relações raciais
Feminismo
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: ABDALLA, Julia de Souza. Alianças, encontros e margens: feminismos negros e interseccionalidade na Frente de Mulheres Negras de Campinas e Região. 2020. 1 recurso online ( 395 p.) Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas, SP.
Date Issue: 2020
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Abdalla_JuliaDeSouza_D.pdf6.5 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.