Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/354851
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Treinamento polarizado na natação : proposta teórica para treinamento de velocidade
Title Alternative: Polarized training in swimming : theoretical proposal for speed training
Author: Araujo Júnior, Ivan Pereira, 1981-
Advisor: Andries Júnior, Orival, 1957-
Abstract: Resumo: Este presente estudo tem por objetivo apresentar através de uma revisão de literatura, uma nova proposta teórica do Treinamento para nadadores velocistas através de uma distribuição de intensidades de forma polarizada. Os 20 artigos apresentados nessa revisão identificam e caracterizam o Treinamento Polarizado como um método que propõe a polarização na distribuição das cargas de treinamento com predominância significativa dos estímulos prescritos caracterizados diante de um modelo de três zonas de treinamento, como: treinamento de baixa intensidade, ou Zona 01, realizados abaixo do primeiro limiar ventilatório ou abaixo do limiar aeróbio (< 02 mmol de lactato sanguíneo); e treinamentos de alta intensidade ou Zona 03, acima do segundo limiar ventilatório ou acima do limiar anaeróbio, (> 4 mmol de lactato sanguíneo, > 90% da frequência cardíaca máxima); com pouca ou nenhuma prescrição do treinamento moderado ou treinamento limiar, Zona 02, correspondente ao treinamento no limiar de lactato identificado entre o primeiro e segundo limiar ventilatório ou acima do limiar aeróbio e abaixo do limiar anaeróbio (cerca de 02 a 04 mmol de lactato sanguíneo). Os estudos sugerem grande relevância nos resultados obtidos quando associados a outros modelos de distribuição das intensidades do treinamento, porém relacionados ao treinamento de resistência. Nos achados poucos estudos evidenciam esse tipo de distribuição das cargas de treino na natação, tanto para treinamento de resistência como para atletas de velocidade. Resultados positivos do treinamento em alta intensidade (Zona 03) como forma de adaptação e desenvolvimento das capacidades competitivas e também grande alinhamento com a especificidade competitiva. O treinamento em Zona 01 foi associado a adaptações metabólicas que favorecem a boa performance no treinamento de alta intensidade, bom desenvolvimento cardiorrespiratório que induz à uma boa condição recuperativa do organismo, e no caso da natação uma forma de desenvolvimento da técnica de nado. Embora o modelo de limiar do treinamento (Zona 02) possa induzir melhorias fisiológicas significativas em atletas recreacionais e não treinados, seu treinamento em alto nível para nadadores velocistas apresenta um desgaste fisiológico não específico para a modalidade, aumentando a condição de fadiga crônica durante um longo tempo da preparação. As evidências sugerem o modelo polarizado de treinamento como uma boa opção de estratégia de distribuição eficaz das cargas de treinamento, usada como programa de preparação entre atletas de elites e atletas de resistência bem treinados. A partir dessa revisão foi elaborado um modelo de programa de treinamento para nadadores velocistas com a intenção de oferecer uma nova proposta de distribuição das cargas como ferramenta que auxilie os treinadores em seus programas de treinamento para preparação de seus nadadores, com alto grau de especificidade, e com condições biológicas devidamente adaptadas ao treinamento de alta intensidade. Juntamente com essa sugestão de periodização foi elaborada uma proposta de coleta de dados para um futuro estudo. As maiores contribuições desse trabalho é servir de base teórica para elaboração de programas de treinamento específicos para nadadores velocistas e oferecer um suporte teórico para um posterior estudo metodológico de coleta de dados afim de identificar as respostas práticas desse modelo

Abstract: This study aims to present, through a literature review, a new theoretical proposal for Training for sprinter swimmers through a polarized distribution of intensities. The 20 articles presented in this review identify and characterize Polarized Training as a method that proposes polarization in the distribution of training loads with a significant predominance of the prescribed stimuli characterized by a model of three training zones, such as: low intensity training, or Zone 01, performed below the first ventilatory threshold or below the aerobic threshold (<02 mmol of blood lactate); and high intensity training or Zone 03, above the second ventilatory threshold or above the anaerobic threshold, (> 4 mmol of blood lactate,> 90% of the maximum heart rate); with little or no prescription of moderate training or threshold training, Zone 02, corresponding to training at the lactate threshold identified between the first and second ventilatory threshold or above the aerobic threshold and below the anaerobic threshold (about 02 to 04 mmol of blood lactate ). The studies suggest great relevance in the results obtained when associated with other models of distribution of training intensities, however related to resistance training. In the findings, few studies show this type of distribution of training loads in swimming, both for resistance training and for speed athletes. Positive results of high intensity training (Zone 03) as a way of adapting and developing competitive skills and also great alignment with competitive specificity. Zone 01 trainings was associated with metabolic adaptations which further athletes performance in high-intensity training; great development of cardiorespiratory capacity and, in consequence, recovery; and on swimming training, a great way of improving swimming technique. Although the training threshold model (Zone 02) can induce significant physiological improvements in recreational and untrained athletes, its high-level training for sprint swimmers presents a physiological weary not specific to the sport, increasing the condition of chronic fatigue over a long period during preparation. Polarized training seems to be a good strategy for effective distribution of training loads, as a preparation training method for both elite athletes and well-trained endurance athletes. Based on this review, a model of a training program for sprinter swimmers was developed with the intention of offering a new proposal for the distribution of loads as a tool that helps coaches in their training programs to prepare their swimmers, with a high degree of specificity, and with biological conditions properly adapted to high-intensity training. Along with this suggestion of periodization, a proposal for data collection was elaborated for a future study. The main contributions of this work is to serve as a theoretical basis for the elaboration of specific training programs for sprinter swimmers and to offer theoretical support for a further methodological study of data collection in order to identify the practical responses of this model
Subject: Natação - Treinamento
Periodização do treinamento
Velocidade
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: ARAUJO JÚNIOR, Ivan Pereira. Treinamento polarizado na natação: proposta teórica para treinamento de velocidade. 2020. 1 recurso online ( 91 p.) Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação Física, Campinas, SP.
Date Issue: 2020
Appears in Collections:FEF - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
AraujoJunior_IvanPereiraDe_M.pdf2.08 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.