Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/354828
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Tecnologia em aleitamento materno : ensaio clínico randomizado
Title Alternative: Technology in breastfeending : randomized clinical trial
Author: Souza, Erdnaxela Fernandes do Carmo, 1978-
Advisor: Shimo, Antonieta Keiko Kakuda, 1953-
Abstract: Resumo: Introdução: São várias as vantagens do aleitamento materno para a díade mãe-bebê, no que diz respeito à prevenção, promoção e recuperação da saúde, apesar das evidências científicas, o desmame precoce ainda é uma realidade bastante frequente, sendo necessárias novas estratégias de educação em saúde que contribuam para mudanças deste cenário. Objetivos: Avaliar a efetividade da utilização de um "kit educativo para aleitamento materno (KEAM)" na orientação as puérperas de um hospital privado; identificar o perfil sociodemográfico e obstétrico das puérperas em aleitamento materno de um hospital privado; identificar a existência da rede de apoio das puérperas e como atuam; relacionar o tempo de aleitamento materno exclusivo com a rede de apoio das puérperas; relacionar a rede de apoio das puérperas com as dificuldades no aleitamento materno; comparar o Grupo Intervenção - GI e Grupo Controle - GC com o tempo de aleitamento materno exclusivo e dificuldades apresentadas durante a amamentação. Material e Método: Ensaio clínico randomizado, controlado, que envolveu dois grupos: GC: em que foram mantidas as orientações de rotina da instituição pela a enfermagem sobre o aleitamento materno, que correspondem às orientações verbais e auxílio no manejo prático da amamentação, bem como: posições para amamentar, pega correta do bebê, colocar o bebê para eructar, oferta do aleitamento materno livre demanda, uso da lanolina após as mamadas e esclarecimento de dúvidas. Ao GI: foi realizada pela pesquisadora uma intervenção, utilizando-se de tecnologia leve dura com o "KEAM" na orientação verbal/visual do manejo prático do aleitamento materno, através de metodologia ativa de educação em saúde, onde além das orientações verbais foram utilizados materiais didáticos e ilustrativos correspondentes às orientações fornecidas, oportunizando a manipulação dos itens pela puérpera, realizando possíveis simulações práticas do uso/indicação de cada item, e esclarecimento de dúvidas. Após o mérito ético pela aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa, a coleta de dados foi realizada em dois períodos distintos, durante a internação na maternidade de um hospital privado de grande porte da cidade de São Paulo, e após a alta hospitalar das puérperas, onde foi realizado o acompanhamento por meio de cegamento até 60 dias de vida do bebê, participaram 104 puérperas, de agosto de 2016 a março de 2017. Os dados foram descritos por meio de frequências absolutas e porcentagens para as variáveis qualitativas e por medidas de posição e dispersão para as variáveis quantitativas. As comparações das variáveis em relação aos grupos foram realizadas utilizando o teste Qui-Quadrado, e quando necessário, o teste Exato de Fisher, já para as análises de comparação das variáveis em relação aos grupos e tempos, foi realizado utilizando o modelo de Equação de Estimativa Generalizada. O nível de significância foi considerado de 5% (p-valor<0,05), e para as análises foi utilizado SPSS versão 24. Resultados: Os resultados foram estatisticamente significantes (p<0,05) em relação às puérperas que receberam a intervenção, utilizando o "KEAM" na orientação do aleitamento materno, além de minimizar as dificuldades, também foi capaz de manter um maior percentual de aleitamento materno exclusivo em qualquer tempo analisado, quando comparado ao grupo controle. Em relação ao perfil sociodemográfico e obstétrico das puérperas, a média de idade foi de 32.9 anos, sendo que a maioria tinha: companheiro, ensino superior, religião católica, exerciam atividade remunerada, em relação à paridade prevaleceram as primíparas, resolução de parto por cirurgia cesariana, e referiram apresentar algum tipo de dificuldade para amamentar ainda na maternidade. Quanto à rede de apoio das puérperas, a maioria teve ajuda do companheiro na maternidade e informaram que também teriam ajuda do companheiro e de mais outras pessoas após a alta hospitalar. Ficou evidente a presença do companheiro, e de mais outras pessoas durante o período puerperal, como rede de apoio aos cuidados com o bebê, e/ou afazeres domésticos, contribuindo com a manutenção do aleitamento materno exclusivo. Conclusão: Os resultados do estudo confirmaram que de fato materiais didáticos "concretos/manipuláveis" utilizados no "KEAM" além de orientações verbais, auxiliam na apreensão/incorporação das informações fornecidas sobre o aleitamento materno, sendo capaz de proporcionar as puérperas mais domínio prático quando necessário, e a relevância da implementação desta estratégia nas instituições de saúde, para efetivamente contribuir na assistência de enfermagem e com a manutenção do aleitamento materno exclusivo por mais tempo. Constatou-se também que, a ajuda do companheiro e de mais outras pessoas durante o puerpério, foi fundamental em apoio à manutenção do aleitamento materno exclusivo. Assim como, identificar o perfil sociodemográfico e obstétrico das puérperas usuárias de serviços de saúde privada e que amamentam, possibilitando aos profissionais de saúde, melhor planejamento em consonância com essa população, uma vez que essas informações são escassas na literatura, fortalecendo aspectos positivos já existentes e a implementação de estratégias efetivas e seguras

Abstract: Introduction: Breastfeeding has many benefits for the mother and the baby regarding disease prevention and health promotion and recovery, but despite evidence, early weaning is still a common reality. Therefore, new health education strategies are necessary to change this scenario. Objectives: To assess the effectiveness of the use of a "breastfeeding educational kit (BEK)" on the counselling of postpartum women in a private hospital; to identify the existence of a support network for postpartum women and how it works; to relate the duration of exclusive breastfeeding to postpartum women¿s support network; to relate postpartum women¿s support network to breastfeeding difficulties; to compare the intervention group - IG with the control group - CG as for duration of exclusive breastfeeding and difficulties during breastfeeding. Material and methods: Randomized controlled trial carried out with two groups: CG, which received routine breastfeeding instructions from the nursing team of the institution. It consisted of verbal instructions and assistance in practical management of breastfeeding: breastfeeding positions, proper latch, baby burping, on-demand breastfeeding, use of lanolin after feeds and clarification of doubts. The IG received a researcher-developed intervention that used a soft-hard technology with the "BEK" in the verbal/visual instruction of practical management of breastfeeding through an active health education methodology. In addition to verbal instructions, didactic and illustrative materials corresponding to the instructions given were used to allow the manipulation of the items by the postpartum women and possible practical simulations of the use/indication of each item, followed by clarification of doubts. After approval by the Research Ethics Committee, data were collected in two distinct periods: during hospitalization in the maternity ward of a large private hospital in the city of São Paulo and after postpartum women¿s hospital discharge, where follow up was carried out through blinding of babies up to 60 days of life. A total of 104 postpartum women participated from August 2016 to March 2017. Qualitative data were described as absolute frequencies and percentages and quantitative variables were described as position and dispersion measures. The comparisons of the variables between the groups were performed using the chi-square test and Fisher¿s Exact test, when necessary. The comparative analysis of variables in relation to groups and times was performed using the Generalized Estimating Equation (GEE). Significance level was set at 5% (p-value<0.05) and the analyses were performed using SPSS version 24. Results: The results were statistically significant (p<0.05) in relation to postpartum women who received the intervention using the "BEK" for breastfeeding instructions. In addition to minimizing difficulties, it maintained a higher percentage of exclusive breastfeeding in any observed time compared with the control group. As for sociodemographic and obstetric data, the mean age of the women was 32.9 years. Most of them had a partner, had a higher education degree, were catholic, and had paid work. Regarding parity, most women were primipara and had had a cesarean birth. They also reported some breastfeeding difficulties while in the maternity ward. As for postpartum women¿s support network, the majority was helped by husbands in the maternity ward and reported that they would get help from the husband and other people after hospital discharge. Presence of the husband and other people postpartum was evident. They also reported support network for the care of the baby and/or household chores, which contributed to maintaining exclusive breastfeeding. Conclusion: The results confirmed that the "concrete/manipulative" didactic materials used in the "BEK", in addition to verbal instructions, can assist in the fixation/incorporation of the information on breastfeeding and can provide postpartum women with a better practical knowledge when necessary. Furthermore, the implementation of these materials in health institutions are important to effectively contribute to nursing care and maintenance of exclusive breastfeeding for longer. Help from the husband and other people postpartum was fundamental to support maintenance of exclusive breastfeeding. Additionally, it is important to identify the sociodemographic and obstetric profile of postpartum users of private health services who breastfeed, thus enabling health professionals to better plan actions targeted at this population, since these data are scarce in the literature, strengthening already existing positive aspects and the implementation of effective and safe strategies
Subject: Aleitamento materno
Tecnologia biomédica
Enfermagem obstétrica
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: SOUZA, Erdnaxela Fernandes do Carmo. Tecnologia em aleitamento materno : ensaio clínico randomizado. 2018. 1 recurso online ( 100 p.) Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Enfermagem, Campinas, SP.
Date Issue: 2018
Appears in Collections:FENF - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Souza_ErdnaxelaFernandesDoCarmo_D.pdf1.89 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.