Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/354699
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: A dupla captura : uma análise da atual relação centro-periferia com base nos conceitos de nova divisão internacional do trabalho e divisão internacional das finanças
Title Alternative: Double capture : an analysis of the current center-peripheral relationship based on the concepts of new international labor division and international finance division
Author: Oliveira, Édivo de Almeida, 1988-
Advisor: Conti, Bruno Martarello de, 1982-
Abstract: Resumo: A abordagem estruturalista latino-americana foi capaz de organizar e sistematizar, em meados do século XX, alguns avanços históricos observados no que se refere ao grau de diferenciação produtiva logrado por importantes economias da América Latina. Também auxiliou as estratégias e os planos nacionais de desenvolvimento implementados nos países latino-americanos, ao subsidiá-los com categorias teóricas e instrumentos metodológicos mais ajustados ao estágio de desenvolvimento e de maturidade de suas forças produtivas. No entanto, as disruptivas transformações experimentadas pelo sistema econômico global, sobretudo a partir dos eventos observados no último quarto do século passado, redundaram na deterioração da capacidade das principais categorias estruturalistas apreenderem as características da condição periférica em sua versão hodierna. Dentre essas transformações, vale destacar o estabelecimento da produção internacionalmente fragmentada, o fenômeno da globalização financeira e o advento da financeirização. A presente tese objetiva discutir as principais tendências estruturais derivadas tanto do que será designado como a "nova divisão internacional do trabalho" associada à dimensão técnico-produtiva, quanto do que Lima (2013) designou como "divisão internacional das finanças" que emerge da dimensão monetário-financeira. A principal hipótese levantada na presente investigação concebe que as principais categorias analíticas estruturalistas podem ser úteis na compreensão das versões contemporâneas da condição periférica, exprimidas nas interações estabelecidas entre os países centrais e periféricos na economia internacional. Defende-se que a nova divisão internacional do trabalho se baseia em uma diferenciação estrutural que articula uma periferia que executa as designadas tarefas periféricas a um centro orientado para o comando de ativos intangíveis e que desempenha as ditas tarefas centrais nas redes globais de produção. Já a divisão internacional das finanças se baseia em uma diferenciação estrutural que remonta a uma periferia que cumpre o papel de fornecedora de ativos que contribuem para a valorização e a recomposição da rentabilidade dos portfólios, enquanto o centro fornece ativos que propiciam a manutenção/defesa do valor patrimonial e a recomposição da liquidez dos portfólios. Propõe-se que cada divisão internacional está intrinsecamente associada a uma tendência estrutural que, no caso da presente tese, se denominou de "capturas". Na nova divisão internacional do trabalho, se observa uma tendência estrutural que alude à captura de uma maior "fatia" do valor gerado nas redes globais elos países centrais vis-à-vis da extraída pelos países periféricos. Na divisão internacional das finanças, a tendência estrutural alude a uma transferência líquida do conjunto das economias periféricas para as economias centrais, de modo a configurar uma captura que toma a forma de um vazamento de riqueza. Com essa "dupla captura", as economias periféricas tendem a ser duplamente desfavorecidas, enquanto os países centrais são duplamente beneficiados em função do modus operandi da nova divisão internacional do trabalho e da divisão internacional das finanças

Abstract: The Latin American structuralist approach was able to organize and systematize, in the middle of the 20th century, some historical advances observed with regard to the level of productive differentiation achieved by important Latin American economies. It also helped the national development strategies and plans implemented in Latin American countries, by subsidizing them with theoretical categories and methodological instruments more adjusted to the stage of development and maturity of their productive forces. However, the disruptive transformations experienced by the global economic system, especially from the events observed in the last quarter of the last century, resulted in a significant deterioration in the ability of the main structuralist categories to apprehend the characteristics of the peripheral condition in its current version. Among these transformations, it is worth highlighting the establishment of a internationally fragmented production, the phenomenon of financial globalization and the advent of financialization. This thesis aims to discuss the main structural trends derived both from what will be designated as the "new international division of labor" associated with the technical-productive dimension, and from what Lima (2013) called as the "international division of finance" that emerges from the monetary-financial dimension. The main hypothesis defended in the present investigation conceives that the main structuralist analytical categories can be useful in understanding the contemporary versions of the peripheral condition expressed in the interactions established between central and peripheral countries in the international economy. It is argued that the new international division of labor is based on a structural differentiation that articulates a periphery that performs the so-called peripheral tasks to a center oriented to the command of intangible assets and that performs the so-called central tasks in global production networks. The international division of finance, on the other hand, is based on a structural differentiation that goes back to a periphery that fulfills the role of supplier of assets that enable the valuation and restoration of the portfolios¿ profitability, while the center provides assets that promote the maintenance/defense of value equity and the restoration of portfolio liquidity. It is argued that each international division is intrinsically associated with a structural trend that, in the case of the present thesis, has been conventionally called "capture". In the new international division of labor, there is a structural trend that alludes to the capture of a greater "slice" of the value generated in global networks by central countries vis-à-vis that extracted by peripheral countries. In the international division of finance, the structural trend alludes to a net transfer from the set of peripheral economies to the central economies, in order to configure a capture that takes the form of a wealth leak. With this "double capture" the peripheral economies tend to be doubly deprived, while the central countries are doubly benefited due to the modus operandi of the new international division of labor and the international division of finance
Subject: Estruturalismo
Centro-periferia
Captura - Aspectos econômicos
Tendência estrutural
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: OLIVEIRA, Édivo de Almeida. A dupla captura: uma análise da atual relação centro-periferia com base nos conceitos de nova divisão internacional do trabalho e divisão internacional das finanças. 2020. 1 recurso online (271 p.) Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Economia, Campinas, SP. Disponível em: http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/354699. Acesso em: 25 Jan. 2021.
Date Issue: 2020
Appears in Collections:IE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Oliveira_EdivoDeAlmeida_D.pdf4.55 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.