Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/354637
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Perfil demográfico rural e renda do trabalho na agropecuária
Title Alternative: Rural Demography and Agricultural Labor Income
Author: Sakamoto, Camila Strobl, 1989-
Advisor: Maia, Alexandre Gori, 1972-
Abstract: Resumo: Embora estudos destaquem as melhorias produtivas e institucionais que interferem no mercado de trabalho agrícola rural brasileiro, são poucos aqueles que consideram a análise dos condicionantes demográficos. Ademais, a questão demográfica é tratada por muitos estudos como um problema já superado no meio rural brasileiro (uma vez que a migração já teria atingido seus efeitos finais), porém, na atualidade, segue em curso um processo de envelhecimento rural e ainda há fluxos migratórios (mesmo que em menor magnitude). Neste contexto, este estudo analisa a relação entre a disponibilidade de mão de obra rural e renda do trabalho agrícola nessas áreas rurais. Especificamente, verifica-se de que maneira a oferta de mão de obra rural, definida pela PEA rural, afeta o comportamento do rendimento do trabalho nas atividades do setor da agricultura e pecuária. Essa investigação considera também as diferenças entre os grupos de ocupação (empregado, conta-própria e empregador), gênero e níveis de escolaridade. A partir dos dados do Censo Demográfico de 1991, 2000 e 2010, os resultados destacam que a disponibilidade de mão de obra rural afeta significativamente a renda agrícola. No entanto, os efeitos variam entre os grupos de ocupação e apresentam intensidades diferentes entre os gêneros e níveis de escolaridade. Em suma, (i) o tamanho da PEA rural apresenta relação negativa com os salários dos empregados agrícolas e relação positiva com a renda dos empregadores, além disso (ii) o tamanho da PEA rural afeta mais intensamente o rendimento dos ocupados agrícolas do sexo feminino e dos ocupados agrícolas com menores níveis de escolaridade (que se encontram à margem do mercado de trabalho rural). Considerando que a análise demográfica do rural brasileiro revelou uma tendência inevitável de redução da disponibilidade de mão de obra, os desdobramentos sobre o mercado de trabalho são potenciais e devem ser levados em consideração, representando um desafio principalmente para os pequenos e médios produtores agropecuários

Abstract: Although many studies highlight the productive and institutional improvements that interfere in the agricultural labor market of Brazilian rural areas, only a few consider the analysis of demographic conditions. Furthermore, for many studies demographic issues in rural Brazil are problems that already overcome (assuming that migration has already reached its final effects), however, rural aging is ongoing and migration flows still exist (even if at a lower intensity). In this context, this study analyzes the relationship between the labor supply in rural areas and agricultural labor income in these rural areas. Specifically, it is verified how the rural labor supply, defined by the rural PEA, affects the behavior of labor income in activities in the agriculture. This investigation also considers the differences between types of occupation (employee, self-employed, employer), gender and education levels. Based on data from the Demographic Census (1991, 2000 and 2010), the results highlight that the rural labor supply significantly affects farm income. However, there is variability in effects between occupation groups and there are different intensities between genders and educational levels. Briefly, (i) the size of the labor supply has a negative relationship with the agricultural employees¿ wages and positive relationship with employers' income, in addition, (ii) the labor supply affects more intensely the income of female workers and the income of less educated workers (who are on the margins of the rural labor market). Considering that the demographic analysis of the rural Brazilian revealed an inevitable tendency to reduce the labor supply, the impacts on the agricultural labor market are potential and must be taken seriously, that is a challenge, especially for small agricultural producers
Subject: Demografia
População rural
Trabalhadores rurais
Mercado de trabalho agrícola
Renda (Agricultura)
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: SAKAMOTO, Camila Strobl. Perfil demográfico rural e renda do trabalho na agropecuária. 2020. 1 recurso online (207 p.) Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Economia, Campinas, SP.
Date Issue: 2020
Appears in Collections:IE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Sakamoto_CamilaStrobl_D.pdf4.67 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.