Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/354106
Type: Artigo
Title: O ensino do judô de forma inclusiva no Brasil
Title Alternative: The teaching of judo of inclusive manner in brazil
Author: Harnisch, Gabriela Simone
Gaviao de Almeida, Jose Julio
Storch, Jalusa Andreia
Bredariol, Bruna
Borella, Douglas Roberto
Strapasson, Aline Miranda
Abstract: O judô envolvendo pessoas com deficiência visual é uma modalidade paralímpica que envolve poucas adaptações em relação às regras, apenas aplicam‐se algumas para garantir a prática de forma segura aos praticantes (CERQUEIRA, GOMES e ALMEIDA, 2012). Porém, encontram‐se algumas diferenças em relação ao judô convencional no que tange o processo de ensino e aprendizagem (OLIVEIRA FILHO e ALMEIDA, 2005), e neste sentido, o objetivo do presente estudo foi de verificar as práticas pedagógicas utilizadas por professores que ensinam de forma inclusiva no ensino do judô para pessoas com deficiência visual. Para tanto, o estudo caracterizou‐se como um survey (THOMAS, NELSON E SILVERMAN, 2012), tendo como instrumento para coleta de dados um questionário elaborado, testado e aplicado pelos pesquisadores. A amostra foi composta por 14 de professores e/ou técnicos dos atletas participantes da I Etapa do Grand Prix Infraero de Judô para cegos, o principal evento deste âmbito no Brasil, realizada no dia 26 de abril, na cidade de São Paulo; destacando‐se que estes professores são de 11 diferentes estados brasileiros. No estudo, percebeu‐se que apenas 3 professores não trabalham de forma inclusiva, ou seja, em instituições que atendem somente pessoas com deficiência visual. Quanto aos 11 professores que ministram aula de judô para pessoas com deficiência visual juntamente com pessoas sem deficiência, que são o foco do presente estudo, apenas 3 relataram pautar‐se no auxílio de colegas tutores para o ensino, ainda, 7 declararam que seus discursos a preocupação em conhecer os seus alunos, identificando os estágios de desenvolvimento motor que se encontram, para que a partir de então possam elaborar as suas aulas, bem como pensar nas melhores formas de ensinar seus alunos. Assim, percebeu‐se que os professores, em sua maioria, preocupam‐se com o desenvolvimento global de seus alunos com deficiência, utilizando‐se de métodos de ensino que propiciem maior estimulação, partindo do conhecimento já existente e das vivências motoras já experimentadas. Espera‐se que, com o presente estudo, seja possível auxiliar e subsidiar a elaboração das práticas pedagógicas de professores que almejam ensinar o judô à pessoas com deficiência visual, de forma inclusiva, de modo que, desta maneira ocorre maior socialização, e consequentemente, a inclusão acontece de forma mais completa
Subject: Judô
Country: Reino Unido
Editor: Wiley
Rights: Fechado
Identifier DOI: 10.1111/1471-3802.12213
Address: https://nasenjournals.onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1111/1471-3802.12213
Date Issue: 2016
Appears in Collections:FEF - Artigos e Outros Documentos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000381283800156.pdf323.42 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.