Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/354090
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Identificação da sensibilização alérgica e da reatividade cruzada por carboidratos determinantes de reações cruzadas aos venenos de himenópteros
Title Alternative: Cross-reactive carbohydrate determinant in Apis mellifera, Solenopsis invicta and Polybia paulista venoms : Identification of allergic sensitization and cross-reactivity
Author: Abram, Débora Moitinho, 1992-
Advisor: Zollner, Ricardo de Lima, 1954-
Abstract: Resumo: As reações alérgicas ao veneno de himenópteros, que podem levar a sintomas sistêmicos e até fatais, são caracterizadas por reações de hipersensibilidade mediadas por IgE específica (sIgE) dirigida a alergenos presentes no veneno. Pacientes multissensibilizados geralmente reconhecem mais de um alergeno em diferentes espécies de himenóptero. No entanto, a presença de específica dirigida contra o Carboidratos Determinantes de Reações Cruzada (CCD), que estão presentes em alguns alergenos do veneno de himenóptero, dificulta a identificação da espécie responsável pela reação alérgica desencadeada no paciente. O CCD também está presente em plantas, pólen, frutas, mas não nos mamíferos. A bromelina (Brl) extraída do abacaxi é uma glicoproteína comumente usada como referência para detecção e análise de IgE específica anti-CCD. Nos soros de cinquenta e um pacientes alérgicos ao veneno de himenóptero com IgE específica ? 1,0 kU/l, utilizando a técnica de imunoblote, avaliamos a reatividade de IgE específica aos principais alergenos dos venenos de Apis mellifera, Polybia paulista e Solenopsis invicta. Também distinguimos, por meio de procedimentos de adsorção dos soros, os casos de reação cruzada de CCD usando Brl como marcadora e competidora de epítopos de CCD. A presença de reatividade para bromelina (24-28 kDa) foi obtida em 43% dos pacientes, nos quais 64% apresentaram reatividade para mais de um veneno de himenóptero nos testes de radioalergosorvente (RAST®) e 90% demostraram reatividade na análise dos imunoblotes para o principais alergenos dos venenos de Apis mellifera, Polybia paulista e Solenopsis invicta. Os procedimentos de adsorção dos soros com Brl resultaram em uma redução significativa na reatividade do soro dos pacientes com os principais alergenos dos venenos. O ensaio de imunoblote usando soros de pacientes alérgicos ao veneno de vespa, pré e após adsorção com Brl, e antígenos recombinantes não glicosilados (rPoly p1, rPoly p5) do veneno da vespa Polybia paulista não mostrou nenhuma mudança no padrão de reatividade das IgE específicas. Nossos resultados, usando Brl como um marcadora e competidora de CCD para testar a reatividade das IgE específicas, poderia complementar os métodos de diagnóstico e ajudar na diferenciação da reatividade específica a epítopos peptídicos de alergenos da reatividade cruzada causada por CCD, a qual é extremamente útil na prática clínica

Abstract: Allergic reactions to Hymenoptera venom, which could lead to systemic and even fatal symptoms, is characterized by hypersensitivity reactions mediated by specific IgE (sIgE) driven to venom allergens. Patients multisensitized to sIgE usually recognize more than one allergen in different Hymenoptera species. However, the presence of sIgE directed against Cross-Reactive Carbohydrate Determinant (CCD), which occurs in some allergens from Hymenoptera venom, hampers the identification of the culprit insects. CCD is also present in plants, pollen, fruits, but not in mammals. Bromelain (Brl) extracted from pineapples is a glycoprotein commonly used for reference to sIgE-CCD detection and analysis. In sera of fifty-one Hymenoptera allergic patients with specific IgE ? 1.0 kU/l, we assessed by immunoblotting the reactivity of sIgE to the major allergens of Apis mellifera, Polybia paulista and Solenopsis invicta venoms. We also distinguished, using sera adsorption procedures, the cases of CCD cross-reaction using Brl as a marker and competitor of CCD epitopes. The presence of reactivity for bromelain (24¿28 kDa) was obtained in 43% of the patients, in which 64% presented reactivity for more than one Hymenoptera venom in radioallergosorbent (RAST) tests, and 90% showed reactivity in immunoblot analysis to the major allergens of Apis mellifera, Polybia paulista and Solenopsis invicta venoms. Sera adsorption procedures with Brl lead to a significant reduction in patients¿ sera reactivity to the Hymenoptera allergens. Immunoblotting assay using pre- and post-Brl adsorption sera from wasp-allergic patients blotted with non-glycosylated recombinant antigens (rPoly p1, rPoly p5) from Polybia paulista wasp venom showed no change in reactivity pattern of sIgE that recognize allergen peptide epitopes. Our results, using Brl as a marker and CCD inhibitor to test sIgE reactivity, suggest that it could complement diagnostic methods and help to differentiate specific reactivity to allergens¿ peptide epitopes from cross-reactivity caused by CCD, which is extremely useful in clinical practice
Subject: Hymenoptera
Reações cruzadas
Bromelina
Anafilaxia
Language: Multilíngua
Editor: [s.n.]
Citation: ABRAM, Débora Moitinho. Identificação da sensibilização alérgica e da reatividade cruzada por carboidratos determinantes de reações cruzadas aos venenos de himenópteros. 2020. 1 recurso online (125 p.) Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP.
Date Issue: 2020
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Abram_DeboraMoitinho_M.pdf5.2 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.