Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/353239
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Avaliação da pressão de língua, risco de sarcopenia e deglutição em indivíduos de 55 a 80 anos
Title Alternative: Evaluation of tongue strength, risk of sarcopenia and swallowing in individual from 55 to 80 years.
Author: Oliveira, Aline, 1990-
Advisor: Mourão, Lucia Figueiredo, 1971-
Abstract: Resumo: A partir dos 50 anos inicia-se um processo de declínio funcional, com alterações de múltiplos sistemas e funções, o que inclui alterações na deglutição e perda de massa muscular com repercussão na musculatura esquelética, como também a língua e, consequente, aumento do risco de sarcopenia e disfagia. Até o momento, a compreensão da associação entre sarcopenia e disfagia em indivíduos de 55 a 71 anos não é clara. Os estudos que analisam esta associação, incluem em sua amostra participantes portadores de doenças que pode desencadear e agravar a sarcopenia e disfagia, dificultando a compreensão da relação entre sarcopenia e disfagia no envelhecimento saudável. Além disso, o diagnóstico de disfagia dos estudos se baseia em escalas de risco com baixa especificidade o que reforça a necessidade de compreender melhor o diagnóstico da disfagia por meio da utilização de exames instrumentais. Neste cenário, nota-se que a literatura científica apresenta alguns pontos que necessitam de maior aprofundamento, para que se possa compreender melhor a associação entre sarcopenia e deglutição em indivíduos de 55 a 71 anos saudáveis e o efeito da pressão de língua, principalmente durante a deglutição, em componentes específicos e na segurança da deglutição, sendo assim, o objetivo geral do presente estudo foi avaliar os parâmetros da pressão de língua, sarcopenia e deglutição em pessoas da comunidade a partir de 55 anos. Os objetivos específicos foram: realizar uma revisão sistemática sobre a relação entre disfagia e sarcopenia (Artigo 1), comparar parâmetros de sarcopenia, pressão de língua e escala de risco de disfagia entre os grupos com e sem deglutição alterada (Artigo 2) e comparar as medidas de pressão de língua entre grupos com e sem segurança da deglutição e com e sem alteração de componentes específicos da deglutição (Artigo 3) Método: Para a revisão sistemática foram selecionadas as bases de dados: Pubmed, Pubmed PMC, EMBASE, Scopus, Web of Science e Cochrane. Foram incluídos apenas estudos transversais que avaliavam a relação entre sarcopenia, disfagia e pressão de língua em idosos sem doenças neurológicas ou câncer de cabeça e pescoço. Para o artigo 2, foram selecionados 22 participantes da comunidade com média de idade de 61,5 anos. Foram avaliados pressão máxima de língua (Pmáx), parâmetros de sarcopenia pelo SARC-F, força de preensão palmar (FPP) e a circunferência de panturrilha (CP) e parâmetros de deglutição pela avaliação de risco para disfagia com base no Eating Assessment Tool-10 (EAT-10), avaliação videofluoroscópica baseada no protocolo Measurement Tool of Swallowing Impairment (MBSImp), sendo considerados os componentes da deglutição, score oral e faríngeo e as escalas de avaliação, Dysphagia Outcome and Severity Scale (DOSS) e Penetration-Aspiration Scale (PAS). Para o artigo 3, foram considerados 25 participantes com idade mediana de 62 anos. Foram analisadas as medidas de pressão de língua e comparadas com componentes específicos do protocolo MBSImp e na segurança da deglutição. Para análise estatística dos artigos 2 e 3 foi utilizado o teste Mann-Whitney, com nível de significância de p<0,05. Resultados: Na revisão sistemática, 6 estudos transversais foram incluídos, dois indicaram que pessoas com disfagia, podem ter sarcopenia (OR=10.386, CI:1.115-96.718; OR=2.738, CI: 1.116-6.466), três encontraram correlação positiva entre sarcopenia e risco para disfagia (p=0.04; p=0.001; p=0.001) e um estudo observou correlação positiva entre redução da pressão de língua e a presença de sarcopenia e disfagia (OR=0.92, CI=0.87-0.98). Para o artigo 2, foi observado redução na CP para os participantes com deglutição alterada (p=0,008) e PAS nível 2 (p=0,008), não foi encontrado diferença para a Pmáx e FPP. No artigo 3, foi observado que os participantes que possuíam maior PPD anterior e posterior apresentavam elevação laríngea (p=0,004) e retração de base de língua (p=0,0042) sem alteração, também foi observado que os participantes que apresentavam alteração na retração da base e língua, tinham maior Pmáx (p=0,048). Conclusão: A revisão sistemática revelou associação entre risco de disfagia e sarcopenia, porém os estudos avaliam apenas o risco da disfagia e não utilizam avaliações instrumentais, além de alta variabilidade entre os métodos de avaliação de sarcopenia. Indivíduos da comunidade de 55 a 71 anos com deglutição alterada podem apresentar perda de massa muscular (CP), mesmo na ausência de diagnóstico de provável sarcopenia. Por fim, a PPD anterior e posterior discriminaram os grupos com e sem alteração da elevação laríngea e da retração da base de língua. Apesar de valores muito próximos, a Pmáx de língua foi maior no grupo com alteração na retração de base de língua. Os resultados reforçam estudos que possam direcionar o treino muscular mais indicado para cada alteração do processo da deglutição

Abstract: From the age of 50, a process of functional decline begins, with changes in multiple systems and functions, which include changes in swallowing and loss of muscle mass with consequences on skeletal muscles, as well as the tongue and, consequently, an increased risk of sarcopenia and dysphagia. So far the understanding of the association between sarcopenia and dysphagia in in individuals aged between 55 to 71 is not clear. The studies that analyze this association include in their sample participants with diseases that can trigger and aggravate sarcopenia and dysphagia, making it difficult to understand the relationship between sarcopenia and dysphagia in healthy aging. In addition, the diagnosis of dysphagia in the studies is based on screenings with low specificity, which reinforces the need to better understand the diagnosis of dysphagia through the use of instrumental exams. In this scenario, it is noted that the scientific literature presents some points that need further study, in order to better understand the association between sarcopenia and swallowing in in individuals aged between 55 to 71 and the effect of tongue pressure, especially during swallowing, in specific components and the safety of swallowing, therefore, the objective the general objective of the present study was to evaluate the parameters of tongue pressure, sarcopenia and swallowing in people in the community from 55 years old. The specific objectives were: to develop a systematic review to understand the relationship between dysphagia and sarcopenia (Article 1). Compare parameters of sarcopenia, tongue pressure and dysphagia risk between the groups with and without changes on swallowing process (Article 2) and compare the tongue pressure measurements between groups with and without swallowing safety and with and without alteration of specific swallowing components (Article 3) Method: For the systematic review the databases were selected: Pubmed, Pubmed PMC, EMBASE, Scopus, Web of Science and Cochrane. Only cross-sectional studies that evaluated the relationship between sarcopenia, dysphagia and tongue pressure in the elderly without neurological diseases or head and neck cancer were included. For article 2, 22 community participants with an average age of 61.5 years were selected. Maximum tongue pressure (Pmax), sarcopenia parameters (SARC-F, handgrip strength (FPP) and calf circumference (CP)) and swallowing parameters were evaluated by the risk of dysphagia based on the Eating Assessment Tool- 10 (EAT-10), videofluoroscopic assessment based on the Measurement Tool of Swallowing Impairment (MBSImp) protocol, considering the components of swallowing, oral and pharyngeal score and the assessment scales, Dysphagia Outcome and Severity Scale (DOSS) and Penetration-Aspiration Scale (PAS). For article 3, 25 participants with a median age of 62 years were considered. Tongue pressure measurements were analyzed and compared with specific components of the MBSImp protocol and swallowing safety. For statistical analysis of articles 2 and 3, the Mann-Whitney test was used, with a significance level of p <0.05. Results: In the systematic review, 6 cross-sectional studies were included, two indicated that a higher risk of sarcopenia is related to the risk for dysphagia (OR = 10,386, CI: 1,115-96,718; OR = 2,738, CI: 1,116-6,466), three found a correlation between sarcopenia and risk of dysphagia (p = 0.04; p = 0.001; p = 0.001) and one study found a correlation between tongue pressure reduction and the presence of sarcopenia and dysphagia (OR = 0.92, CI = 0.87-0.98 ). For article 2, a reduction in CP was observed for participants with altered swallowing (p = 0.008) and PAS level 2 (p = 0.008), no difference was found for Pmax and FPP. In article 3, it was observed that the participants who had higher anterior and posterior PPD had laryngeal elevation (p = 0.004) and tongue base retraction (p = 0.0042) without changes, it was also observed that the participants who had changes in the base and tongue retraction, had higher Pmax (p = 0.048). Conclusion: The systematic review revealed an association between risk of dysphagia and sarcopenia, however the studies only evaluate the risk of dysphagia and do not use instrumental assessments, in addition, there was high variability between the methods of assessing sarcopenia. People in the community aged between 55 to 71 with changes in swallowing may experience loss of muscle mass (CP), even in the absence of a diagnosis of probable sarcopenia. Finally, the anterior and posterior PPD discriminated between groups with and without changes in laryngeal elevation and retraction of the tongue base. Despite very close values, the tongue Pmax was higher in the group with changes in the base retraction of the tongue. The results reinforce studies that can direct the most appropriate muscle training for each change in the swallowing process
Subject: Deglutição
Transtornos de deglutição
Sarcopenia
Envelhecimento
Lingua
Language: Multilíngua
Editor: [s.n.]
Citation: OLIVEIRA, Aline. Avaliação da pressão de língua, risco de sarcopenia e deglutição em indivíduos de 55 a 80 anos . 2020. 1 recurso online (123 p.) Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP.
Date Issue: 2020
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Oliveira_AlineLustosaPintoDe_M.pdf1.92 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.