Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/353197
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Principais fatores e índices preditivos de reintubação e mortalidade após o transplante de fígado na unidade de terapia intensiva : Main factors and predictive indexes of reitubation and mortality after liver transplantation in intensive care unit
Title Alternative: Main factors and predictive indexes of reitubation and mortality after liver transplantation in intensive care unit
Author: Anjos, Ana Paula Ragonete dos, 1985-
Advisor: Martins, Luiz Claudio, 1964-
Abstract: Resumo: Introdução: Os cuidados primários pós-operatório de transplante de fígado incluem ventilação mecânica e admissão na unidade de terapia intensiva (UTI). As complicações respiratórias são as maiores causas de mortalidade em torno de 63,6%- 86,7% neste grupo de pacientes. Objetivos: Analisar os principais fatores preditivos de mortalidade e de reintubação após o transplante de fígado. Casuística e Métodos: Estudo observacional com utilização do banco de dados da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital das Clínicas da Unicamp (HC-UNICAMP) no período de 2013 a 2018. Criação de uma planilha especifica para a coleta das características demográficas (idade, sexo, peso, altura, indicação do transplante de fígado, tipo de cirurgia), índices preditivos utilizados frequentemente na UTI e no transplante como o MELD, CHILD, BAR, APACHE II, SOFA, SAPS 3, tempo de internação, tempo de ventilação mecânica (VM), necessidade de ventilação mecânica não invasiva, pneumonia associada pela ventilação mecânica (PAV). Análise estatística: teste T para dados paramétricos, Mann Whitney para dados não paramétricos e características da Curva ROC. Resultados: Dos cinquenta e oito pacientes analisados do trabalho piloto, 25% evoluíram para óbito, em análise multivariada, os índices preditivos de mortalidade foram o APACHE II (OR: 1,1 IC: 1,03-1,17, p = 0,004), tempo de ventilação mecânica (OR: 1,02 IC: 1,01-1,04, p = 0,001) e reintubação (OR: 9,06 IC: 1,83-44,9, p = 0,007). O aumento de uma unidade na probabilidade pelo APACHE II aumenta o risco de óbito em 10,2% e cada hora de VM, aumenta o risco de óbito em 2.6%. A necessidade de reintubação aumenta a chance de óbito em 9 vezes. Duzentos e trinta sete pacientes foram analisados no total do trabalho, sendo 38 (16%) reintubados. Na análise comparativa entre indivíduos reintubados e não reintubados, as variáveis analisadas PAV, óbito, tempo de VM, tempo de UTI, uso de VNI, escore de MELD, SAPS, BAR e necessidade de procedimentos cirúrgicos após o transplante foram diferentes significativamente p<0,001. Na análise de regressão multivariada os fatores preditivos de reintubação foi PAV (IC:1,04-108,3 OR:10,6 p= 0,04 ) e BAR (IC:1,02-1,36 OR:1,18, p= 0,02). As curvas ROC mais elevadas foram escore de MELD, SAPS e BAR pelas intersecções das curvas de sensibilidade e especificidade > 0,70. Conclusão: Os principais fatores de predição de mortalidade dos indivíduos na UTI após a transplante de fígado foram o escore APACHE II, tempo de VM prolongado, e a reintubação. A reintubação após o transplante de fígado apresentou como fator de predição o escore BAR, SOFA no 3o dia, SAPS 3 e PAV foram sensíveis em predizer a reintubação neste grupo de paciente

Abstract: Introduction: Primary care postoperative for liver transplantation includes the mechanical ventilation and admission to the intensive care unit (ICU). The respiratory complications are the biggest causes of mortality, around 63.6% - 86.7% in this group of patients. Objectives: To analyze the prevalence and the main predictive factors of mortality and rate of reintubation in patients after liver transplantation. Methods: Retrospective observational study, using the database of the Intensive Care Unit (ICU) of Clinics Unicamp Hospital (HC-UNICAMP) from 2013 to 2018. Creation of a specific spreadsheet for the collection of demographic characteristics (age, sex , weight, height, indication for liver transplantation, type of surgery), predictive scores frequently used in the ICU and in transplantation such as MELD, CHILD, BAR, APACHE II, SOFA, SAPS 3, length of hospital stay, time on mechanical ventilation (MV), need for non-invasive mechanical ventilation, ventilation-acquired pneumonia (VAP). Statistical analysis: T test and Mann Whitney and characteristics of the ROC curve. Results: Fifty-eight patients have been analyzed from the pilot study, 25% , in the multivariate regression, the predictive indexes of mortality were the mortality given by APACHE II (OR: 1.1 CI: 1.03-1.17, p = 0.004), mechanical ventilation time (OR: 1.02 CI: 1.01-1.04, p = 0.001) and reintubation (OR: 9.06 CI: 1.83-44.9, p = 0.007). The increase of one unit in APACHE II mortality increases the risk of death by 10.2% and each hour of mechanical ventilation increases the risk of death by 2.6%.Two hundred and thirty seven individuals were analyzed and from these, 38 (16%) were reintubated. The comparative analysis between reintubated and non-reintubated individuals, the variables analyzed VAP, death, MV time, ICU time, NIV use, MELD score, SAPS 3, BAR and SOFA 3 days after LTx were significantly different p <0.001. . In the multivariate regression analysis, the predictors of reintubation after liver transplantation were VAP (CI:1.04-108.3 OR:10.6 p= 0.04 ) and BAR (CI:1.02-1.36 OR:1.18, p= 0,02) . The highest ROC curves were SOFA 3rd day, MELD, SAPS 3 and BAR scores through the intersections of the sensitivity and specificity curves> 0.70. Conclusion: The main factors for predicting mortality in the ICU after liver transplantation were the APACHE II score, prolonged Mechanical ventilation time, and reintubation. The reintubation rate after liver transplantation showed as predictive factors the BAR score, SOFA on the 3rd day, SAPS 3 and VAP
Subject: Fígado - Transplante
Intubação
Mortalidade
Language: Multilíngua
Editor: [s.n.]
Citation: ANJOS, Ana Paula Ragonete dos. Principais fatores e índices preditivos de reintubação e mortalidade após o transplante de fígado na unidade de terapia intensiva: Main factors and predictive indexes of reitubation and mortality after liver transplantation in intensive care unit . 2020. 1 recurso online (103 p.) Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP.
Date Issue: 2020
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Agostini_AnaPaulaRagoneteDosAnjos_D.pdf2.08 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.