Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/353151
Type: Artigo
Title: Detection of an untyped strain of bovine respiratory syncytial virus in a dairy herd
Title Alternative: Detecção de uma estirpe não tipável do vírus respiratório sincicial bovino em rebanho leiteiro
Author: Affonso, Ingrid Bortolin
Souza, Andressa de
Martini, Matheus Cavalheiro
Santos, Márcia Mercês Aparecida Bianchi dos
Spilki, Fernando Rosado
Arns, Clarice Weis
Samara, Samir Issa
Abstract: Bovine respiratory syncytial virus (BRSV) causes important lower respiratory tract illness in calves. According to F and G proteins genetic sequences, three BRSV subgroups have been reported and characterized in several countries, showing differences in its distribution. In Brazil, the virus is widely disseminated throughout the herds and the few characterized isolates revealed the solely occurrence of the subgroup B. This study describes the detection and characterization of an untyped BRSV strain from a twenty-days-old calf from a herd without clinical respiratory disease. Nasal swabs were analyzed by RT-nested PCR for the F and G proteins genes. One sample has amplified the F protein gene. Sequencing and subsequent phylogenetic reconstruction were accomplished, revealing that the strain could not be grouped with any other BRSV subgroups reported. This result may suggest that the BRSV is in constantly evolution, even in Brazil, where the vaccination is not a common practice. More detailed studies about BRSV characterization are necessary to know the virus subgroups distribution among the Brazilian herds to recommend appropriated immunoprophylaxis
metadata.dc.description.abstractalternative: O vírus respiratório sincicial bovino (BRSV) é responsável por causar severa doença respiratória principalmente em bezerros. De acordo com sequências genéticas das proteínas F e G deste vírus, três subgrupos de BRSV foram relatados e caracterizados em vários países, mostrando diferenças nas suas distribuições. No Brasil, o vírus encontra-se disseminado pelos rebanhos bovinos e, dos poucos isolados caracterizados, todos foram classificados no subgrupo B. Assim, o estudo descreve a detecção e caracterização de uma estirpe de BRSV não tipável proveniente de um bezerro de vinte dias de idade, de um rebanho sem histórico clínico de doença respiratória. Suabes nasais foram analisados pela técnica de RT-nested PCR para os genes das proteínas F e G do BRSV e uma amostra amplificou o gene da proteína F. O sequenciamento da amostra e subsequente reconstrução filogenética mostrou o não agrupamento da estirpe com quaisquer outros subgrupos de BRSV relatados. Este resultado sugere a constante evolução do BRSV, mesmo no Brasil, onde a vacinação não é uma prática comum. Estudos mais detalhados sobre a caracterização do BRSV são necessários para melhor entender a distribuição dos subgrupos nos rebanhos brasileiros a fim de proporcionar medidas de imunoprofilaxia adequadas
Subject: Virus sincicial respiratório bovino
Country: Brasil
Editor: Universidade Estadual de Londrina
Rights: Fechado
Identifier DOI: 10.5433/1679-0359.2014v35n5p2539
Address: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/semagrarias/article/view/16424
Date Issue: 2014
Appears in Collections:IB - Artigos e Outros Documentos

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.