Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/352986
Type: Artigo
Title: Negative self-rated health in the elderly in cities with different levels of economic well-being: data from FIBR
Title Alternative: Autoavaliação negativa de saúde em idosos de cidades com diferentes níveis de bem-estar econômico: dados do estudo FIBRA
Author: Mantovani, Efigênia Passarelli
Lucca, Sérgio Roberto de
Neri, Anita Liberalesso
Abstract: This comparative, cross-sectional study analyzed negative self-rated health in elderly people, according to sociodemographic and health variables, use of public or private health services, functional performance, frailty and depressive symptoms. The participants lived in Belém (n = 571) and Campinas (n = 676), cities with different socioeconomic conditions, and the research formed part of a multicentric study on frailty (Fibra Study, Unicamp). Multivariate regression analysis showed that in both cities, negative self-rated health was associated with low education, three or more chronic diseases and sight deficiencies. In Belem, additional observations included associations with fatigue, three or more signs and symptoms and use of public health services; in Campinas, negative self-rated health was also associated with depressive symptoms. The associations suggest that poor health in old age is the result of an accumulation of deficits for lack of socioeconomic resources throughout life and that deficits are not sufficiently compensated for health services in old age
metadata.dc.description.abstractalternative: Nesta pesquisa comparativa e de corte transversal foram investigadas relações entre autoavaliação negativa da saúde, variáveis sociodemográficas e indicadores de saúde em idosos de 65 anos e mais, sem déficit cognitivo sugestivo de demência, residentes em Belém (n = 571) e em Campinas (n = 676), cidades com diferentes condições de desenvolvimento econômico, que integraram um estudo multicêntrico sobre fragilidade (Estudo Fibra Unicamp). Análises de regressão multivariada mostraram que, em ambas as cidades, autoavaliação negativa de saúde associou-se com baixa escolaridade, três ou mais doenças crônicas e déficits visuais. Em Belém, foram também observadas associações adicionais com fadiga, três ou mais sinais e sintomas e uso de serviços públicos de saúde; em Campinas, associou-se, também, com sintomas depressivos. As associações encontradas sugerem que más condições de saúde na velhice resultam da acumulação de déficits devido à escassez de recursos socioeconômicos ao longo da vida, e que os déficits não são suficientemente compensados pelos serviços de saúde na velhice
Subject: Envelhecimento
Country: Brasil
Editor: Associação Brasileira de Pós - Graduação em Saúde Coletiva
Rights: Aberto
Identifier DOI: 10.1590/1413-812320152012.20492014
Address: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015001203653
Date Issue: 2015
Appears in Collections:FCM - Artigos e Outros Documentos
FE - Artigos e Outros Documentos

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.