Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/352262
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Dor crônica, variáveis sociodemográficas, psicossociais e de saúde e a autoavaliação de saúde : path analysis
Title Alternative: Chronic pain, sociodemographic, psychosocial and health variables and self-rated healt : path analysis
Author: Ciola, Graziella, 1989-
Advisor: Borim, Flávia Silva Arbex, 1977-
Abstract: Resumo: Introdução: A dor é um importante problema de saúde pública, associado ao processo saúde-doença. Prejudica a qualidade de vida dos indivíduos acometidos e provoca aumento da utilização dos serviços de saúde. O fardo negativo da Dor Crônica leva ao isolamento, à dificuldade de mobilidade e à piora da qualidade de vida, o que pode explicar a forte relação com a autoavaliação de saúde. Objetivos: Verificar a prevalência de Dor Crônica em idosos acima de 70 anos e identificar as relações entre dor crônica e variáveis sociodemográficas e de condições de saúde, com a finalidade de verificar o papel da dor crônica na mediação entre estas variáveis e a autoavaliação de saúde. Método: Estudo transversal, realizado com 419 idosos de 70 anos e mais, entre os anos de 2016 e 2017. Os participantes foram provenientes do estudo de seguimento do Estudo FIBRA, que incluiu idosos não-institucionalizados residentes da zona urbana dos municípios de Campinas e Ermelino Matarazzo, do estado de São Paulo. A variável mediadora foi dor crônica, avaliada positivamente pelo autorrelato da presença de dor nos últimos 6 meses. As variáveis independentes contempladas foram: sociodemográficas, comportamentos relacionados à saúde, multimorbidade, sintomas depressivos, insônia e autoavaliação de saúde. A relação entre as variáveis de interesse e a variável mediadora foi testada através da análise de caminhos. Resultados: 57,0% da população estudada relatou dor crônica. O sexo feminino, Índice de Massa Corporal (IMC) elevado, multimorbidade e sintomas de insônia e de depressão apresentaram associação direta com dor crônica. A dor crônica figurou como variável mediadora das associações entre autoavaliação de saúde e gênero, IMC, multimorbidade e sintomas de insônia. Conclusão: Os dados mostram uma rede de interações da dor crônica com variáveis sociodemográficas, de hábitos de vida e de saúde. Esse conhecimento poderá beneficiar o manejo e o cuidado à pessoa idosa acometida por dor crônica

Abstract: Introduction: Pain is an important public health problem, associated with the health-disease process. It impairs the quality of life of affected individuals and causes an increase in the use of health services. The negative burden of chronic pain leads to isolation, mobility difficulties and worsening quality of life, which may explain the strong relationship with self-rated health. Objectives: : Verify the prevalence of chronic pain in elderlies over 70 years old and identify the relations between chronic pain and sociodemographic and health conditions variables, in order to verify the role of chronic pain as a mediator between these variables in relation to self-rated health. Method: This is a cross-sectional study, carried out with 419 people aged 70 and over, between the years of 2016 and 2017. The participants came from the follow-up study of the FIBRA Study, which included non- institutionalized elderly people living in the urban areaof the cities of Campinas and Ermelino Matarazzo, in the state of São Paulo. The mediating variable was chronic pain, assessed by the self-report of the presence of pain in the last 6 months. The independent variables were: sociodemographic, health-related behaviors, multimorbidity, depressive symptoms, insomnia and self-rated health. The relationship between the variables of interest and the mediator variable was tested by path analysis. Results: 57.0% of the studied population reported chronic pain. The female gender, the high Body Mass Index (BMI), the multimorbidity, the insomnia and depression symptoms were pointed out with direct association to chronic pain. Chronic pain figured as a mediator variable in the associations between self-rated health and gender, BMI, multimorbidity and insomnia symptoms. Conclusion: The data shows a complex network of interactions between chronic pain and sociodemographic, lifestyle and health variables. This knowledge can benefit the management and care of the elderly affected by chronic pain
Subject: Idosos
Dor crônica
Autoavaliação
Saúde do idoso
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: CIOLA, Graziella. Dor crônica, variáveis sociodemográficas, psicossociais e de saúde e a autoavaliação de saúde: path analysis . 2020. 1 recurso online ( 78 p.) Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP.
Date Issue: 2020
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Ciola_Graziella_M.pdf3.86 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.