Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/351904
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Climate change and human displacement : a sociological contribution to understand transitional societies = Mudanças climáticas e deslocamentos humanos : uma contribuição sociológica para entender sociedades em transição
Title Alternative: Mudanças climáticas e deslocamentos humanos : uma contribuição sociológica para entender sociedades em transição
Author: Feital, Marcela da Silveira, 1989-
Advisor: Ferreira, Lúcia da Costa, 1955-
Abstract: Resumo: Migração humana tem feito parte da história do mundo de várias maneiras com várias razões: guerras, expedições coloniais, conflitos violentos prolongados, perseguição religiosa, crise política ou econômica e desastres ambientais. Recentemente, temos que lidar com um fenômeno contemporâneo de deslocamento humano em relação aos impactos das mudanças climáticas. Essa problemática também coloca alguns desafios sobre o futuro de alguns grupos, comunidades, cidades e nações, o que implica um processo de negociação em diferentes níveis. Assim, esta pesquisa questiona quais são os elementos que influenciam essa condição liminar desses grupos sociais já considerados potenciais deslocados climáticos. Claramente, parte desse problema tem a ver com condições econômicas, poder político e infraestrutura para apoiar a realocação. No entanto, o objetivo desta pesquisa é lidar com uma questão mais ampla, olhando para além das respostas do reducionismo econômico: como o conhecimento sobre mudanças climáticas e categorias globais como migrantes ambientais ou migrantes climáticos são considerados úteis e significativos para os grupos sociais que enfrentam a tomada de decisão sobre o seu próprio futuro? Além disso, esta pesquisa também está discutindo como esse novo padrão de eventos climáticos devastadores, cada vez mais frequentes e intensos, está influenciando a forma como as pessoas vêm interagindo e estabelecendo relações sociais. Considerando isso, a pesquisa argumenta que os novos desafios colocados pelas mudanças climáticas e pelo deslocamento humano têm nos ensinado diferentes aspectos sobre nossas sociedades. Esta pesquisa é baseada em uma revisão de literatura; uma análise bibliométrica da produção científica; uma análise de conteúdo de material de mídia local e internacional e alguns relatórios científicos; uma estrutura conceitual-analítica de arena; e em um trabalho de campo com observação participativa e entrevistas semi-estruturadas em Shishmaref - Alasca (Estados Unidos da América), uma comunidade nativa que votou a ser realocada devido aos impactos do aumento relativo do nível do mar em 2002, e ainda não foi reassentada. Este lugar foi escolhido como um caso exemplar devido à sua importância histórica na discussão sobre o nexo das mudanças climáticas - cultura - migração. Shishmaref prova que os impactos biofísicos da mudança climática estão interligados com as narrativas da cultura e do conhecimento global na definição de sua vulnerabilidade e sua condição liminar

Abstract: Human migration has been part of world history in multiple ways and it has been connected to several reasons: wars, colonial expeditions, prolonged violent conflicts, religious persecution, political or economic crisis and environmental disasters. Recently we have to cope with a contemporary phenomenon of human displacement regarding to climate change impacts. This problematic also poses some challenges about the future of some groups, communities, towns, and nations, which imply negotiating process in different levels. Thus, this research questions what are the elements that influence this liminal condition of these social groups already considered potential climate displaced people? Clearly, part of this problem has to do with economic conditions, political power, and infrastructure to support replacement. However, the aim of this research is to cope with a broader question, looking beyond the economic reductionism responses: how is climate change knowledge and global categories such as environmental and climate displaced people considered usable and meaningful for the social groups facing the decision-making about their own future? Besides, this research is also discussing how this new pattern of climate devastating events increasingly frequent and intense is influencing the way people have been interacting and stablishing social relations. Considering that, the research argues that the new challenges posed by climate change and human displacement has been teaching us about our societies. This research is based on a literature review; a bibliometric analysis of scientific production; a content analysis of local and international media material and some scientific reports; a conceptual-analytical framework of arena; and on a fieldwork with participatory observation and semi-structured interviews in Shishmaref ¿ Alaska (the United States of America), a native community which voted to be relocated due to sea level rise impacts in 2002, and was not resettled yet. This place was chosen as an exemplary case due to its historical importance on discussion about the nexus of climate change-culture-migration. Shishmaref proves that biophysical impacts of climate change are intertwined with culture and global knowledge narratives in the definition of their vulnerability and their liminal condition
Subject: Mudanças climáticas
Migração
Processo decisório
Ciência
Language: Multilíngua
Editor: [s.n.]
Citation: FEITAL, Marcela da Silveira. Climate change and human displacement: a sociological contribution to understand transitional societies = Mudanças climáticas e deslocamentos humanos : uma contribuição sociológica para entender sociedades em transição. 2019. 1 recurso online ( 158 p.) Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas, SP.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Benedetti_MarcelaDaSilveiraFeital_D.pdf3.15 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.