Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/351606
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Efeitos top-down e bottom-up em teias alimentares ripárias mediados por emergência alóctone de insetos aquáticos : Top-down and bottom-up effects in riparian food webs mediated by allochthonous emergence of aquatic insects
Title Alternative: Top-down and bottom-up effects in riparian food webs mediated by allochthonous emergence of aquatic insects
Author: Recalde Ruiz, Fátima Carolina, 1987-
Advisor: Romero, Gustavo Quevedo, 1974-
Abstract: Resumo: As teias alimentares compreendem interações entre os consumidores e seus recursos, sendo que muitas vezes, esses recursos podem vir de ecossistemas adjacentes. Recursos externos que entram nos ecossistemas são conhecidos como recursos alóctones, e podem gerar respostas numéricas e funcionais dos consumidores. Teoricamente, estes recursos alóctones têm um importante papel estabilizador nas teias alimentares receptoras uma vez que mitiga os efeitos negativos da predação ou da competição entre consumidores. Desta forma, quando os recursos alóctones subsidiam os consumidores que sofrem forte pressão de predação ou são competitivamente inferiores, a potencial extinção destes poderia ser evitada. Neste trabalho buscamos entender o papel dos recursos alóctones representados por insetos aquáticos emergentes na heterogeneidade trófica de predadores terrestres e na invariabilidade das interações tróficas. No primeiro capítulo, foi estudado o efeito de insetos aquáticos emergentes sobre a atividade, a dieta e a estrutura trófica (espaço trófico e diversidade trófica) de aves e morcegos predadores. Esta heterogeneidade trófica dos predadores é fortemente influenciada pelos diferentes tipos de presas, sendo que quanto maior a diversidade de presas mais heterogêneo será o nicho trófico dos predadores. No segundo capítulo foi estudado o papel dos insetos aquáticos emergentes na invariabilidade da cadeia alimentar ripária. Uma vez que predadores de topo e mesopredadores estão interconectados por presas em comum, a disponibilidade de presas alternativas, neste caso, insetos aquáticos emergentes, faz com que a pressão de predação sobre os mesopredadores e as presas em comum seja mitigada. Os nossos resultados indicam que a entrada de recursos aquáticos alóctones estrutura a comunidade de predadores de topo, estabilizando as interações entre estes e os níveis tróficos inferiores. Nosso trabalho traz importantes considerações sobre a importância do fluxo entre o ecossistema aquático e a floresta, sendo que ambos são interdependentes e precisam ser manejados de forma conjunta

Abstract: Food webs depend on interactions between consumers and their resources, and these resources can originate in different ecosystems. The foreign resources are known as allochthonous resources, and can trigger numeric and functional responses of consumers. Theoretically, allochthonous resources are important in stabilizing food webs once they mitigate the negative effects of predation or competition between consumers. Thus, consumers under strong predation pressure or competition can avoid potential extinctions when they are subsidized by allochthonous resources. In this study, we studied the role of allochthonous resources represented by emergent aquatic insects on trophic heterogeneity of terrestrial predators and on the invariability of trophic interactions. In the first part, we studied the effect of emergent aquatic insects on activity, diet and trophic structure (trophic spaces and trophic diversity) of predator bats and birds. The trophic heterogeneity of predators is strongly influenced by their different food items, once the diversity of prey increases the trophic variation of predators. In the second part of this study, we studied the role of emergent aquatic insects in riparian food chain invariability. Top predators and mesopredator are connected by shared prey, so, the input of an alternative prey (emergent aquatic insects) mitigate the predation pressure on mesopredators and shared prey. The results indicate that the input of allochthonous aquatic resources structure the community of top predators, stabilizing the trophic interactions in a food chain. This study brings significant considerations on the importance of cross-ecosystem flux, once both aquatic and terrestrial ecosystems are interdependent and need an integrative management
Subject: Relações tróficas
Animais predadores
Ecossistema
Inseto aquático
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: RECALDE RUIZ, Fátima Carolina. Efeitos top-down e bottom-up em teias alimentares ripárias mediados por emergência alóctone de insetos aquáticos : Top-down and bottom-up effects in riparian food webs mediated by allochthonous emergence of aquatic insects. 2019. 1 recurso online ( 97 p.) Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Recalde Ruiz_FatimaCarolina_D.pdf885.78 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.