Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/350427
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Degomagem enzimática de óleo de farelo de arroz : efeito no teor de fósforo, rendimento do processo e propriedades físico-químicas
Title Alternative: Enzymatic degumming of rice bran oil : effect on phosphorus content, process yield and physical and chemical properties
Author: Rodrigues, Mayara Silva, 1993-
Advisor: Sampaio, Klicia Araujo, 1981-
Abstract: Resumo: A demanda por óleos vegetais para consumo doméstico e industrial tem aumentado consideravelmente nos últimos anos. O óleo de farelo de arroz é um óleo vegetal altamente nutritivo, pois é rico em tocois e gama orizanol. A degomagem é a primeira etapa no refino de óleos vegetais e tem como principal objetivo a remoção dos fosfolipídios ou gomas. Dentre os processos de degomagem amplamente aplicados, a degomagem enzimática que faz o uso de enzimas denominadas fosfolipases é o único processo que garante redução dos teores de fósforo (< 10 mg/kg) independente da qualidade inicial do óleo. A fosfolipase A1 (PLA1) hidrolisa a primeira ligação acil éster gerando lisofosfolípidios e ácidos graxos livres como subprodutos. A fosfolipase C (PLC) por sua vez, atua liberando moléculas de diacilglicerois, aumentando também o rendimento em óleo neutro. Desta forma, o objetivo desse trabalho foi avaliar parâmetros de processo tais como concentração de enzima e tempo de reação, aplicados ao óleo de farelo de arroz para as enzimas PLA1 e PLC-1G, combinação (PLC-1G/PLA1) e para o coquetel (PLC-3G). Inicialmente foi feita a caracterização do óleo bruto e a degomagem aquosa, onde foi observado que o teor de 3% de água era o mais apropriado. Após isso, foi realizado o condicionamento químico para obter as melhores condições de pH para enzima atuar e seguiu-se para as degomagens. Dessa forma, foi utilizada a enzima PLA1, em que foi observada uma redução no teor de fósforo (P) e a concentração de enzima considerada ideal foi de 50 mg/kg que apresentou um teor de 10,4 mg/kg e um aumento em AGL, em termos relativos, de 91,4%. Em seguida foi feita a degomagem com a enzima Purifine® PLC (PLC-1G), em que a concentração ótima escolhida foi de 300 mg/kg e foi verificado que ocorreu diminuição do teor de fósforo para 67,6 mg/kg e aumento de DAG até 91,1% para 120 min de reação. As combinações de PLC-1G/PLA1 e o coquetel (PLC-3G) apresentaram aumento nos valores de DAG e AGL, além de baixos teores (5 mg/kg) de fósforo (P), para os diferentes tempos de reação (60 e 120 min). Foi verificado que o teor de gama -orizanol não variou durante o processo de degomagem apresentando valores próximos ao observado no condicionamento químico (1,7%). Assim, as enzimas utilizadas nos processos de degomagem enzimática foram eficazes e mantiveram os componentes minoritários presentes no óleo

Abstract: The demand for vegetable oils for domestic and industrial use has significantly increased in recent years. Rice bran oil is a highly nutritious vegetable oil, as it is rich in tocols and ?-oryzanol. Degumming is the first step in the vegetable oil refining process and its main objective is the removal of phospholipids or gums. Among the widely applied degumming processes, enzymatic degumming using phospholipase enzymes is the only process that guarantees a reduction in the phosphorus levels (<10 mg/kg) regardless of the initial quality of the oil. Phospholipase A1 (PLA1) hydrolyzes the first acyl ester bond, generating lysophospholipids and free fatty acids as by-products. Phospholipase C (PLC), in its turn, acts by releasing diacylglycerol molecules, also increasing neutral oil yield. Thus, the objective of the present work was to evaluate process parameters such as chemical conditioning, enzyme concentration and rate of reaction, applied to rice bran oil for the enzymes PLA1 and PLC-1G, combination (PLC-1G/PLA1) and cocktail (PLC-3G). Initially, the characterization of crude oil and water degumming were performed, where it was observed that the 3% water content was the most appropriate. After this, chemical conditioning was performed in order to obtain the best pH and temperature conditions for the enzyme to act. Thus, the enzyme PLA1 was used, in which a reduction in the phosphorus (P) content was observed and the enzyme concentration considered ideal was 50 mg/kg which presented a content of 10.4 mg/kg and an increase in AGL, in relative terms, of 91.4%. Then, degumming was performed with the enzyme Purifine® PLC (PLC-1G), in which the optimum concentration was 300 mg/kg and it was found that the phosphorus content decreased to 67.6 mg/kg and increased DAG up to 91.1% for 120 min of reaction time. The combinations of PLC-1G/PLA1 and the cocktail (PLC-3G) presented low levels of phosphorus (P), close to 5 mg/kg for 60 and 120 min of reaction, and increased DAG and FFA. It was found that for all the degumming processes, the ?-oryzanol content did not vary, presenting values close to those observed through chemical conditioning (1.7%). Thus, the enzymes used for enzymatic degumming processes were effective and kept the minor components present in the oil
Subject: Fosfolipases
Óleo de farelo de arroz
Fosfolipídios
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: RODRIGUES, Mayara Silva. Degomagem enzimática de óleo de farelo de arroz: efeito no teor de fósforo, rendimento do processo e propriedades físico-químicas. 2020. 1 recurso online ( 89 p.) Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia de Alimentos, Campinas, SP.
Date Issue: 2020
Appears in Collections:FEA - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Rodrigues_MayaraSilva_M.pdf1.74 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.