Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/350198
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Avaliação da reprodutibilidade em levantamentos epidemiológicos de cárie dentária e má oclusão
Title Alternative: Evaluation of reproducibility in epidemiological surveys of dental caries and malocclusion
Author: Nabarrette, Mariana, 1996-
Advisor: Cortellazzi, Karine Laura, 1973-
Abstract: Resumo: O presente estudo teve como objetivo analisar a reprodutibilidade interexaminador no diagnóstico de cárie dentária e má oclusão. O estudo consistiu na participação de 11 examinadores sem experiência prévia em levantamentos epidemiológicos de cárie dentária e má oclusão, que foram submetidos a treinamento teórico e clínico e avaliação da calibração de crianças na faixa etária de 5 anos de idade. Para cárie foram realizadas duas avaliações da calibração. A primeira logo após o treinamento teórico e clínico (baseline), com a avaliação de 20 crianças, e a segunda após três meses, onde outras 18 crianças foram avaliadas através do limiar de diagnóstico ceo-d preconizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Foram considerados os códigos e critérios correspondentes aos elementos dentais hígidos e cariados no grupo de dentes posteriores. A concordância interexaminador no baseline e após três meses foi obtida pela estatística Kappa e pela Porcentagem Geral de Concordância (PGC). O teste t pareado foi aplicado para comparar as médias dos valores de Kappa e da PGC entre os períodos estudados. No baseline, os examinadores apresentaram valores de Kappa (>0,81) e PGC (>95,63%) considerados altos. Houve diminuição significativa nos valores médios de Kappa (p<0,0001) e PGC (p=0,0102) após três meses do baseline. Conclui-se que para a manutenção dos resultados de reprodutibilidade de cárie ao longo do tempo, períodos adicionais de treinamento com examinadores sem experiência podem ser necessários. Para má oclusão foi realizada uma avaliação da calibração, com 20 crianças na faixa etária de 5 anos de idade, logo após o período de treinamento dos examinadores, utilizando-se o Índice de Foster; Hamilton. A má oclusão foi classificada em presença e ausência. A concordância interexaminador foi obtida pela Porcentagem Geral de Concordância e estatística Kappa com os intervalos de 95% de confiança. As porcentagens de falsos positivos e falsos negativos foram calculadas para cada característica do índice. Os examinadores apresentaram valores de Kappa interexaminador considerados moderados e substanciais, entretanto foram encontradas altas porcentagens de falso positivo e falso negativo quando as características do índice foram consideradas isoladamente. Pode-se concluir que para alcançar valores mais altos de reprodutibilidade entre os examinadores são necessários mais períodos de treinamento, bem como mais estudos relacionados ao processo de calibração para índices de má oclusão

Abstract: The present study aimed to analyze interexaminer reproducibility in the diagnosis of dental caries and malocclusion. The study consisted of the participation of 11 examiners with no previous experience in epidemiological surveys of dental caries and malocclusion, who underwent theoretical and clinical training and assessment of the calibration of children in the 5-year-old age group. For caries, two calibration measures were performed. The first just after theoretical and clinical training (baseline), with an assessment of 20 children and a second after three months, where another 18 children were assessed, using the ceo-recommended diagnosis limit by the World Health Organization (WHO). The codes and criteria corresponding to the healthy and decayed dental elements in the group of posterior teeth were considered. The interexaminer agreement in the baseline and after three months was obtained by the Kappa statistic and by the overall percentage agreement. The paired t-test was applied to compare the averages of Kappa and overall percentage agreement values between the periods studied. At baseline, the examiners had Kappa (> 0.81), and overall percentage agreement (> 95.63%) values considered high. There was a significant decrease in the mean Kappa (p <0.0001) and overall percentage agreement (p = 0.0102) values after three months of baseline. It is concluded that in order to maintain caries reproducibility results over time, additional training periods with inexperienced examiners may be necessary. For malocclusion, a calibration assessment was carried out with 20 children aged five years old, right after the training period of the examiners, using the Foster; Hamilton Index. Malocclusion was classified as presence and absence. The interexaminer agreement was obtained by the overall percentage agreement and Kappa statistics with the 95% confidence intervals. The percentages of false positives and false negatives were calculated for each characteristic of the index. The examiners presented interexaminer Kappa values considered moderate and substantial, however high percentages of false positive and false negative were found when the characteristics of the index were considered in isolation. It can be concluded that in order to achieve higher reproducibility values among examiners, more training periods are needed, as well as more studies related to the calibration process for malocclusion rates
Subject: Cárie dentária
Maloclusão
Epidemiologia
Language: Inglês
Editor: [s.n.]
Citation: NABARRETTE, Mariana. Avaliação da reprodutibilidade em levantamentos epidemiológicos de cárie dentária e má oclusão. 2020. 1 recurso online (60 p.) Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba, Piracicaba, SP.
Date Issue: 2020
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Nabarrette_Mariana_M.pdf5.04 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.