Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/349469
Type: Artigo
Title: Redução de perdas nas cadeias de frutas e hortaliças pela análise da vida útil dinâmica
Title Alternative: Reducing losses in the fruit and vegetable chains by the analysis of shelf life dynamics
Author: Spagnol, Wigberto Antonio
Silveira Junior, Vivaldo
Pereira, Ericsem
Guimarães Filho, Nelson
Abstract: A estimativa do crescimento populacional mundial de nove bilhões de pessoas, em 2050, estabelece um grande desafio para os próximos anos, considerando os problemas atuais de insegurança alimentar e o fornecimento de alimentos saudáveis, num mundo, predominantemente, de pessoas vivendo em regiões urbanas. A importância da dieta na saúde é indiscutível, sendo que, a cada dia que passa, o consumidor está mais consciente de que a saúde está diretamente relacionada a uma dieta balanceada e segura. As tecnologias aplicadas na pós-colheita de frutas e hortaliças que continuam com seu metabolismo ativo buscam manter a qualidade através dos parâmetros aparência, textura, sabor, valor nutritivo e segurança alimentar, bem como reduzir perdas qualitativas e quantitativas entre a colheita e o consumo. A combinação de tecnologias, como resfriamento rápido, refrigeração e utilização de embalagens com atmosferas modificadas ativas e passivas, aplicadas na pós-colheita, precisa estar aliada a uma adequada gestão de temperatura para cada produto, em toda a cadeia de distribuição. Assim, conforme o histórico de temperatura desde a colheita até os locais de vendas no varejo, a estimativa da vida útil torna-se uma variável altamente dinâmica. Tecnologias de RFID (Radio Frequency Identification - Identificação por Rádio Frequência) integradas a sensores podem revolucionar o transporte e o manuseio de produtos perecíveis, por meio de leituras precisas e contínuas das condições do ambiente de conservação durante a logística, interpretadas por modelos matemáticos que estimam a vida útil restante. Esta revisão descreve como a tecnologia, por meio de chips RFID integrados a sensores e associados ao uso de modelamentos matemáticos, pode ser incorporada na gestão de Centros de Distribuição, alterando a ênfase, a partir do clássico FIFO (First In, First Out - Primeiro a Entrar, Primeiro a Sair), para uma estratégia de FEFO (First Expired, First Out - Primeiro Expirado, Primeiro a Sair). Desta maneira, com o melhor conhecimento da vida útil dos produtos, espera-se menor perda, além de melhor conservação dos produtos.
metadata.dc.description.abstractalternative: The estimated world population growth of 9 billion people by 2050 provides a major challenge for the next few years, considering the current problems regarding the lack of food safety and provision of healthy food in a world in which most people live in urban areas. The importance of diet in health is unquestionable, and as time goes by, so the consumer is becoming more aware that health is directly related to a balanced and safe diet. Post-harvest technologies for fruits and vegetables, whose metabolisms are still active, have the goal of maintaining the quality by way of the appearance, texture, taste, nutritional value and food safety, and also to reduce qualitative and quantitative losses between harvest and consumption. The combination of technologies such as rapid cooling, refrigeration, and the use of active and passive modified atmospheres applied post-harvest, must be combined with adequate temperature management for each product throughout the whole distribution chain. Thus, according to the temperature history from harvest to the retail locations, the shelf life estimate becomes a highly dynamic variable. Radio Frequency Identification (RFID) technologies with sensors, can revolutionize the transportation and handling of perishable products through accurate and continuous readings of the conditions of the conservation environment during the logistics, interpreted by mathematical models that estimate the remaining shelf life. This review describes how technology, by way of sensor-integrated RFID chips and associated with the use of mathematical modelling, can be incorporated into the management of Distribution Centres, shifting the emphasis from the classic FIFO (First In, First Out) to a FEFO (First Expired, First Out) strategy. Thus, better knowledge of the shelf life of the products may lead to reduced losses in addition to improving product conservation.
Subject: Frutas
Hortaliças
Vida de prateleira
Country: Brasil
Editor: Instituto de Tecnologia de Alimentos
Rights: Aberto
Identifier DOI: 10.1590/1981-6723.07016
Address: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-67232018000100303
Date Issue: 2018
Appears in Collections:FEA - Artigos e Outros Documentos

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.