Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/349407
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Ações político - pedagógicas,tambores e ritmos : o Movimento Sem Terra (MST) e a Escola de Samba Unidos da Lona Preta
Title Alternative: Political - pedagogical actions, drums and rhythms : the landless workers Movement ( MST) and the Samba School United of Black Canvas
Author: Silva, Silvana Beserra da, 1980-
Advisor: Spigolon, Nima Imaculada, 1971-
Abstract: Resumo: A pesquisa apresenta a relação entre os Movimentos Sociais e a Educação, a partir das ações político-pedagógicas realizadas no âmbito da Escola de Samba Unidos da Lona Preta, localizada na cidade de São Paulo. Sua caracterização se dá com o Movimento dos Trabalhadores rurais Sem Terra ¿ MST, com identificação de uma pedagogia própria forjada a partir das experiências entre o Movimento (Sem Terra) e a Escola de Samba Unidos da Lona Preta. O recorte temporal acontece no período de 2005 a 2015. O objetivo principal é mapear a experiência da Escola de Samba Unidos da Lona Preta, construída e coordenada pelos acampados e assentados das Comunas da Terra do MST da Grande São Paulo, inserida à organização, é partícipe da estratégia de formação política para os componentes e/ou participantes desta Escola de Samba, a partir dos métodos pedagógicos como a linguagem musical do samba, os debates coletivos para além das oficinas de batucada e ensaios rítmicos, dando ênfase ao potencial dialógico e educativo sobre temas políticos que permeiam o cotidiano da luta por terra, Reforma agrária e transformação social. Por um lado, o alicerce dos argumentos se vincula a observação e descrição dessas experiências na Escola de Samba (Unidos da Lona Preta) e, por outro, a análise e interpretação dos processos educativos desencadeados no Movimento (Sem Terra).A pesquisa apresenta uma triangulação teórica, metodológica e empírica fundamentada na abordagem qualitativa, destacando-se o fato de ser realizada por uma militante do MST, o que requer o compromisso e o cuidado epistemológico, no sentido de resguardar a reflexão e análise crítica do Movimento (Sem Terra), sem que esta influencie no percurso das análises. Em assim sendo, há interfaces com a pesquisa militante (JAUMONT e VARELLA, 2016), com autores que conjugam Educação e Movimentos Sociais (CALDART (2005,2008 e 2009), FREIRE (1967, 1996,2003 e 2005), ARROYO (2003 e 2004), BRANDÃO (1983) e GOHN (2006,2007 e 2011), e com a descrição do protagonismo dos sujeitos orgânicos da luta D'ANDREA (2010) ,FIRMIANO (2009) . Composta por diversos instrumentos de coleta de dados, o material apresentado traz o mapeamento inicial das ações político-pedagógicas do próprio MST, como parte de uma estratégia metodológica desenvolvida na Escola de Samba dos Sem Terra, problematizando se e como estas fortalecem a coletividade, a expressão cultural, artística, crítica e política na formação dos sujeitos desta Escola de Samba. Há ainda, debates que ocorrem na Escola de Samba dos Sem Terra, com a dinâmica dos "Círculos de Cultura", fundamentados em Paulo Freire, tendo em vista as ações individuais e coletivas no MST. A relevância desta pesquisa une a temática Educação e Movimentos Sociais, sob a perspectiva da militância, o que assegura a sistematização das ações, considerando as avaliações, o histórico, o engajamento político e a experiência desta pesquisadora orgânica do MST

Abstract: The research presents the relationship between Social Movements and Education, from the political-pedagogical actions carried out within the scope of the Samba School Unidos da Lona Preta, located in the city of São Paulo. Its characterization occurs with the Movement of Landless Rural Workers - MST, with the identification of its own pedagogy forged from the experiences between the Movement (Landless) and the United Samba School Unidos da Lona Preta. The time frame takes place from 2005 to 2015. The main objective is to map the experience of the United Samba School Unidos da Lona Preta, built and coordinated by the campers and settlers of the MST Communes of the Greater São Paulo, inserted in the organization, is participates in the political training strategy for the components and / or participants of this Samba School, based on pedagogical methods such as the samba musical language, collective debates in addition to the drumming workshops and rhythmic rehearsals, emphasizing the dialogic and educational potential on political themes that permeate the daily struggle for land, agrarian reform and social transformation. On the one hand, the foundation of the arguments is linked to the observation and description of these experiences at the Samba School (Unidos da Lona Preta) and, on the other hand, the analysis and interpretation of the educational processes triggered in the Movement (Sem Terra). theoretical, methodological and empirical triangulation based on the qualitative approach, highlighting the fact that it is carried out by an MST activist, which requires epistemological commitment and care, in order to safeguard the reflection and critical analysis of the Movement (Sem Terra) , without this influencing the analysis path. Therefore, there are interfaces with militant research (JAUMONT and VARELLA, 2016), with authors who combine Education and Social Movements (CALDART (2005,2008 and 2009), FREIRE (1967,1996,2003 and 2005), ARROYO (2003 and 2004), BRANDÃO (1983) and GOHN (2006,2007 and 2011), and with the description of the protagonism of the organic subjects of the fight D'ANDREA (2010), FIRMIANO (2009) . Composed of several instruments for data collection, the material presented brings the initial mapping of the political and pedagogical actions of the MST itself, as part of a methodological strategy developed at the Samba School of the Landless, questioning whether and how they strengthen the collectivity, the cultural, artistic, critical and political expression in the training of the subjects of this Samba School. There are also debates that take place at the Escola de Samba dos Sem Terra, with the dynamics of the "Circles of Culture", based on Paulo Freire, with a view to individual and collective actions in the MST. The relevance of this research unites the theme Education and Social Movements, from the perspective of militancy, which ensures the systematization of actions, considering the evaluations, history, political engagement and experience of this organic researcher from the MST
Subject: Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra (Brasil)
Educação de jovens e adultos
Escolas de samba
Cultura
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: SILVA, Silvana Beserra da. Ações político - pedagógicas,tambores e ritmos : o Movimento Sem Terra (MST) e a Escola de Samba Unidos da Lona Preta. 2020. 1 recurso online ( 209 p.) Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação, Campinas, SP.
Date Issue: 2020
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Silva_SilvanaBeserraDa_M.pdf4.97 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.