Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/348735
Type: Artigo
Title: Inquéritos de saúde e uso de serviços materno-infantis em três municípios da grande São Paulo
Title Alternative: Health surveys and use of maternal and child health care services in three municipalities within the São Paulo metropolitan area
Author: De Carvalho W.O.
Cesar C.L.G.
Carandina L.
De Azevedo Barros M.B.
Alves M.C.G.P.
Goldbaum M.
Abstract: Descrever as mudanças na utilização de serviços de saúde materno-infantis por residentes em três municípios da Grande São Paulo (Embu, Itapecerica da Serra e Taboão da Serra) 12 anos após a implantação do Sistema Único de Saúde (SUS) e analisar o potencial dos inquéritos de saúde de base populacional como fonte de dados para avaliar as mudanças nesses serviços. Em 1990 e 2002, foram realizados dois inquéritos de base populacional, de corte transversal, em municípios da região metropolitana de São Paulo. Para os menores de 1 ano, os dois períodos foram comparados quanto à utilização de serviços de saúde ambulatoriais e hospitalizações; para as mães, os períodos foram comparados quanto à realização de pré-natal e parto. Em ambos os inquéritos, utilizou-se a amostragem por conglomerados em múltiplos estágios e estratificada, com padronização de questões das entrevistas. As alterações de maior destaque corresponderam à localização dos serviços utilizados para pré-natal, partos e hospitalização de menores de 1 ano. Houve elevação significativa na utilização dos serviços no município de residência ou região e redução na participação do Município de São Paulo (80% dos partos e praticamente todas as internações de menores de 1 ano em 1990 contra 32% dos partos e 46% das internações de menores de 1 ano em 2002). Também aumentou a utilização de unidades básicas de saúde e prontos-socorros. Essas alterações referiram-se aos atendimentos financiados pelo setor público de saúde. No setor privado, ocorreu queda do desembolso direto e dos convênios de empresa e crescimento dos planos individuais. As principais mudanças verificadas no segundo inquérito ocorreram paralelamente às alterações provenientes da implantação do SUS. Os inquéritos de saúde de base populacional mostraram-se adequados para analisar e comparar a utilização de serviços em diferentes períodos
metadata.dc.description.abstractalternative: To describe the changes in the use of maternal and child health care services by residents of three municipalities-Embu, Itapecerica da Serra, and Taboão da Serra-in the São Paulo metropolitan area, 12 years after the implementation of the Unified Health System (SUS) in Brazil, and to analyze the potential of population-based health care surveys as sources of data to evaluate these changes. Two population-based, cross-sectional surveys were carried out in 1990 and 2002 in municipalities located within the São Paulo metropolitan area. For children under 1 year of age, the two periods were compared in terms of outpatient services utilization and hospital admission; for the mothers, the periods were compared in terms of prenatal care and deliveries. In both surveys, stratified and multiple-stage conglomerate sampling was employed, with standardization of interview questions. The most important changes observed were regarding the location of services used for prenatal care, deliveries, and hospitalization of children less than 1 year of age. There was a significant increase in the use of services in the surrounding region or hometown, and decrease in the utilization of services in the city of São Paulo (in 1990, 80% of deliveries and almost all admissions for children less than 1 year versus 32% and 46%, respectively, in 2002). The use of primary care units and 24-hour walk-in clinics also increased. All these changes reflect care provided by public resources. In the private sector, there was a decrease in direct payments and payments through company-paid health insurance and an increase in payments through self-paid health insurance. The major changes observed in the second survey occurred simultaneous to the changes that resulted from the implementation of the SUS. Population-based health surveys are adequate for analyzing and comparing the utilization of health care services at different times
Subject: Pesquisa sobre serviços de saúde
Serviços de saúde materno-infantil
Country: Estados Unidos
Editor: Pan American Health Organization
Rights: Aberto
Identifier DOI: 10.1590/S1020-49892008001100003
Address: https://scielosp.org/article/rpsp/2008.v24n5/314-323
Date Issue: 2008
Appears in Collections:FCM - Artigos e Outros Documentos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000262655000003.pdf163.12 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.