Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/348509
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: A posição brasileira na política Going Global da China (2000-2018)
Title Alternative: Brazil's position in China's Going Global policy (2000-2018)
Author: Junqueira, Emerson Maciel, 1995-
Advisor: Oliveira, Giuliano Contento de, 1979-
Abstract: Resumo: Os anos 2000 apresentaram como uma de suas características a internacionalização de empresas chinesas, objetivo central da política Going Global. O processo de expansão internacional de multinacionais ocorre por meio do Investimento Estrangeiro Direto (IED). O IED é considerado um investimento produtivo realizado por companhia de um país A em um país B, podendo assumir a forma de construção de novas plantas ou fusões e aquisições de empresas já existentes. Tradicionalmente a maioria dos investimentos são realizados por empresas privadas de países desenvolvidos, tema principal da literatura de Negócios Internacionais. Porém, a partir do início do século XXI empresas de países do Sul Global avançaram no processo de internacionalização, em especial a China, demonstrando os limites do campo de Negócios Internacionais. Através da política Going Global, Pequim incentiva a internacionalização de suas empresas em setores e regiões consideradas estratégicas para o desenvolvimento econômico chinês. No caso do Brasil o IED chinês ganhou força com a crise financeira internacional deflagrada em 2008, sendo o país latino-americano que mais recebe capital chinês. Deste modo, o objetivo da presente dissertação é analisar a evolução e os principais fatores condicionantes do IED chinês para o Brasil, bem como a posição brasileira na política Going Global da China entre 2000 e 2018. A análise realizada permitiu verificar uma trajetória de expansão do IED chinês na economia brasileira ao longo do período considerado, e a importância dos setores ligados a commodities e ao mercado consumidor para o capital chinês destinado ao Brasil. Argumenta-se que o Brasil possui posição estratégica na política Going Global, porém um dos seus efeitos é aprofundar as assimetrias existentes entre os dois países

Abstract: One of the characteristics of the 2000s was the internationalization of Chinese companies, the central objective of the Going Global policy. The international expansion process of multinationals occurs through Foreign Direct Investment (FDI). FDI is considered a productive investment made by a company from country A in country B and can take the form of building new plants or mergers and acquisitions of existing companies. Traditionally, most investments are from private companies in developed countries, the central theme of International Business literature. However, from the beginning of the 21st century, companies from countries in the Global South advanced in the internationalization process, especially China, demonstrating the limits of the field of International Business. Through the Going Global policy, Beijing encourages the internationalization of its companies in sectors and regions considered strategic for Chinese economic development. In the case of Brazil, the Chinese FDI gained strength with the international financial crisis that started in 2008, is the Latin American country that receives the most Chinese capital. Thus, the objective of this dissertation is to analyze the evolution and the main conditioning factors of the Chinese FDI for Brazil, as well as the Brazilian position in China's Going Global policy between 2000 and 2018. The analysis made it possible to verify a trajectory of expansion of the Chinese FDI in the Brazilian economy over the period considered and the importance of sectors linked to commodities and the consumer market for Chinese capital destined for Brazil. The main argument is that Brazil has a strategic position in the Going Global policy, but one of its effects is to deepen the existing asymmetries between the two countries
Subject: Investimento direto estrangeiro
Desenvolvimento econômico
China - Relações exteriores - Brasil
Brasil - Relações exteriores - China
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: JUNQUEIRA, Emerson Maciel. A posição brasileira na política Going Global da China (2000-2018) . 2020. 1 recurso online ( 124 p.) Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas, SP.
Date Issue: 2020
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Junqueira_EmersonMaciel_M.pdf1.11 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.