Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/348476
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Geocronologia U-Pb em badeleíta aplicado às rochas alcalinas do sul do Estado de São Paulo
Title Alternative: U-Pb Geocronology in baddeleyite applied to alkaline rocks of the south of the São Paulo State
Author: Fernandes Matheus, Gabriela, 1991-
Advisor: Santos, Ticiano José Saraiva dos, 1964-
Abstract: Resumo: O Arco Ponta Grossa encontra-se no Sul do Estado de São Paulo e está inserido no orógeno Ribeira. Sua configuração atual foi estabelecida durante o Jurássico e o Cretáceo e sua composição estrutural de fraturas e falhas favoreceram o acesso de magma basáltico e a forma-ção de centenas de diques. Os complexos alcalinos neste arco e associados ao Linemanto Gua-piara, foco da pesquisa, são: Jacupiranga, Pariquera-Açu e Cananéia. Por serem insaturadas em sílica, as rochas possuem badeleíta em sua composição. O método mais amplamente usado na geocronologia para datar eventos de cristalização é o método U-Pb em zircão. No entanto, as rochas alcalinas insaturadas em sílica raramente apresentam tal mineral, sendo a badeleíta (ZrO2) o mineral portador de U, que tem as seguintes vantagens: altos teores de U e Pb e desprezível Pb comum, alta temperatura de fechamento, menor perda de Pb comparada ao zircão e rara ocor-rência como xenocristal. Este trabalho apresenta a metodologia de separação de badeleíta im-plementado no Laboratório de Separação Mineral no Instituto de Geociências Unicamp e os re-sultados geocronológicos obtidos a partir do método U-Pb em badeleíta por LA-SF-ICP-MS com utilização de matriz combinada. O carbonatito do Complexo Alcalino de Jacupiranda apresentou idades U-Pb em badeleíta concordante em 116 ± 1 Ma e 114 ± 1 Ma e o sienito de Cananéia apresentou idade concordante de 90 ± 3 Ma. As intrusões alcalinas da região do Arco de Ponta Grossa estão posicionadas em determinados interceptos de falhas NE com fraturas de direção NW, estando relacionadas com um sistema tectônico distensivo. As idades do carbonatito são mais jovens que a média proposta na literatura para a mesma região, trazendo novas informa-ções a partir de um método mais preciso para compor a história evolutiva dessas rochas alcali-nas. Tais idades são semelhantes às de outras ocorrências alcalinas da mesma província alcalina

Abstract: The Ponta Grossa Arch is located in the south of the state of São Paulo and is part of the Ribeira Orogen. Its current configuration was set during the Jurassic and Cretaceous, while its structural composition of fractures and faults favored the access of basaltic magma and the formation of hundreds of dykes. The alkaline complexes in this arch that are associated with Linemanto Guapiara, which is the focus of this research, are Jacupiranga, Pariquera-Açu, and Cananéia. Because they are silica-undersaturated, the rocks have baddeleyite in their composi-tion. The most widely used method in geochronology to date crystallization events is the U-Pb zircon method. However, silica-undersaturated alkaline rocks rarely have such a mineral, with baddeleyite (ZrO2) being the U-bearing mineral, which has the following advantages: high U and Pb contents and negligible common Pb, high closure temperature, lower loss of Pb compared to zircon, and rare occurrence as xenocrystal. This study presents the baddeleyite separation meth-odology implemented in the Mineral Separation Laboratory at the Unicamp Geosciences Institute and the geochronological results obtained from the U-Pb baddeleyite method through LA-SF-ICP-MS using a combined matrix. The carbonatite of the Jacupiranda Alkaline Complex had U-Pb ages in concordant baddeleyite at 116 ± 1 Ma and 114 ± 1 Ma, and the Cananéia syenite had a concordant age of 90 ± 3 Ma. The alkaline intrusions of the Ponta Grossa Arch region are posi-tioned at certain NE fault intercepts with NW fractures and are related to a distensive tectonic system. The carbonatite ages are younger than the average proposed in the literature for the same region, raising new information from a more accurate method to compose the evolutionary his-tory of these alkaline rocks. Such ages are similar to those of other alkaline occurrences of the same alkaline province
Subject: Geocronologia
Rochas igneas alcalinas
Badeleíta
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: FERNANDES MATHEUS, Gabriela. Geocronologia U-Pb em badeleíta aplicado às rochas alcalinas do sul do Estado de São Paulo. 2019. 1 recurso online (98 p.) Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Geociências, Campinas, SP. Disponível em: http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/348476. Acesso em: 14 Sep. 2020.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:IG - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Matheus_GabrielaFernandes_M.pdf4.88 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.