Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/348411
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Avaliação da acurácia de um conjunto de testes de rastreio cognitivo apropriados para idosos de baixa escolaridade para detecção da doença de Alzheimer : Accuracy assessment of a screenig tests set cognitive appropriate for low education elderly for the detection of Alzheimer's disease
Title Alternative: Accuracy assessment of a screenig tests set cognitive appropriate for low education elderly for the detection of Alzheimer's disease
Author: Ortega, Luciane de Fátima Viola, 1979-
Advisor: Yassuda, Mônica Sanches
Abstract: Resumo: Introdução: A alfabetização pode influenciar as diversas áreas da cognição e indivíduos analfabetos apresentam pior desempenho em tarefas de fluência verbal, cálculo, memória e praxia construtiva. Atualmente, a maioria dos instrumentos de rastreio cognitivo para doença de Alzheimer (DA) sofre influência da escolaridade. Os testes de rastreio consagrados (Mini-Exame do Estado Mental, Fluência Verbal e Teste do Desenho do Relógio) não tiveram sua acurácia diretamente comparada a de testes de rastreio supostamente mais apropriados para baixa escolaridade. Isto representa uma importante lacuna na literatura neuropsiquiátrica. Objetivo: Realizar uma revisão sistemática sobre testes de rastreio cognitivo para DA em idosos brasileiros de baixa escolaridade. Comparar a acurácia diagnóstica de testes cognitivos usuais a testes que poderiam ser mais apropriados para baixa escolaridade no rastreio da DA. Método: Para a revisão sistemática utilizou-se o método Prisma para a seleção dos artigos e foram encontrados 9 estudos indexados pelos descritores screening, illiterate, Alzheimer, education e cognition. No estudo empírico sobre acurácia diagnóstica constou de uma amostra clínica de 117 idosos entre analfabetos e escolarizados (de 1 a 4 anos de escolaridade), usuários de um ambulatório público de Geriatria. Os pacientes foram classificados em quatro grupos de acordo com seu estado cognitivo e nível educacional: controles escolarizados (n=39), controles analfabetos (n=30), DA escolarizados (n=30) e DA analfabetos (n=18). Os testes foram comparados da seguinte maneira: Teste de Memória para Figuras em preto e branco da Bateria Breve de Rastreio Cognitivo (BBRC) versus Teste de Memória para Figuras colorido da BBRC; Teste do Desenho do Relógio (TDR) versus Teste de Leitura dos Relógios (TLR); Fluência Verbal (FV) categoria animais versus FV categoria supermercado; Praxia Construtiva do Consortium to Establish a Registry for Alzheimer¿s Disease (CERAD) versus Construção com palitos. Resultados: Os 9 artigos que preencheram os critérios de inclusão para a revisão sistemática apresentaram instrumentos avaliando um único domínio, combinação de instrumentos e baterias contendo vários instrumentos. No estudo empírico, as médias do grupo controle analfabetos e escolarizados não apresentaram diferença significativa nos testes: Memória para Figuras da Bateria Breve em preto e branco (imediata), Teste de Memória para Figuras Coloridas da Bateria Breve (Tardia), Teste de Leitura dos Relógios e Fluência Verbal, tanto categoria Animais como Lista de Supermercado. As médias dos grupos clínicos nas duas faixas de escolaridade apresentaram diferença significativa na maioria dos testes, exceto na cópia da Praxia Construtiva do CERAD, e do Stick Design Test no grupo escolarizado e no grupo dos analfabetos na cópia e recuperação do Stick Design Test. As análises de curva ROC realizadas, dentro de cada faixa de escolaridade, comparando controles versus DA, demonstraram acurácia diagnóstica equivalente entre os testes apropriados para baixa escolaridade e os testes usuais. Conclusão: Para um rastreio cognitivo válido é importante considerar os fatores socioculturais e educacionais na interpretação dos resultados. Embora os testes supostamente mais apropriados para baixa escolaridade não tenham apresentado diferenças na acurácia diagnóstica comparados aos testes usuais, estes podem ser uma alternativa para o rastreio da DA em idosos de baixa escolaridade. Ressalta-se a necessidade de desenvolver instrumentos mais próximos da realidade dos idosos de países de baixa e média renda, que possam ser mais precisos na detecção da DA em população com heterogeneidade educacional e cultural

Abstract: Introduction: Literacy can influence different areas of cognition and illiterate individuals present worse performance in tasks of verbal fluency, calculation, memory and constructive praxis. Currently, most cognitive screening instruments for Alzheimer's disease (AD) are influenced by schooling. The diagnostic accuracy of usual cognitive screening tests (Mini-Mental State Examination, Verbal Fluency, Clock Drawing Test) has not been directly compared to that of tests supposedly more appropriate for low schooling. This represents an important gap in the neuropsychiatric literature. Objective: Carry out a systematic review on cognitive screening tests for AD in elderly Brazilians with low levels of schooling. To compare the diagnostic accuracy of usual cognitive tests to tests that might be more appropriate for low schooling in AD screening. Method: For the systematic review, the Prisma method was used for the selection of articles and 9 studies were indexed by the descriptors screening, illiterate, Alzheimer, education and cognition. The empirical study on diagnostic accuracy consisted of a clinical sample of 117 elderly between illiterate and schooled (1 to 4 years of schooling), who attended an outpatient Geriatric clinic. The patients were classified into four groups according to their cognitive status and educational level: literate controls (n = 39), illiterate controls (n = 30), literate AD (n = 30) and illiterate AD (n = 18). The tests were compared as follows: Black and white Figure Memory Test from the Brief Cognitive Screening Battery (BCSB) versus Colored Figure Memory Test from the BCSB; Clock Drawing Test (TDR) versus Clock Reading Test (TLR); Verbal Fluency (FV) animal category versus VF grocery category; Constructive Praxis from the Consortium to Establish a Registry for Alzheimer's Disease (CERAD) versus the Stick Design Test (SDT). Results: The 9 articles that fulfilled the inclusion criteria for the systematic review presented instruments evaluating a single domain, a combination of instruments and batteries containing several instruments. In the empirical study, the means of the illiterate and schooled control group did not present significant differences in the tests: Black and White Figure Memory Test from the BCSB (immediate), Colored Figure Memory Test the BCSB (Late), Clock Reading Test and Verbal Fluency, animals and grocery category. The means of the clinical groups in the two schooling levels presented a significant difference in most of the tests, except in the copy of Praxis Constructiva of CERAD and the Stick Design Test in the school group and in the group of illiterates in the copy and recovery of the Stick Design Test. ROC curve analyses showed equivalent diagnostic accuracy between the appropriate tests for low schooling and the usual tests. Conclusion: For valid cognitive screening it is important to consider sociocultural and educational factors in the interpretation of results. Although the tests that were supposedly more appropriate for low schooling did not present differences in diagnostic accuracy compared to the usual tests, these tests may be an alternative for the screening of AD in the elderly with low schooling. It is necessary to develop tools that reflect the reality of the elderly in low- and middle-income countries, that might be more accurate for the diagnosis of AD in the population with educational and cultural heterogeneity
Subject: Doença de Alzheimer
Escolaridade
Programas de rastreamento
Acurácia dos dados
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: ORTEGA, Luciane de Fátima Viola. Avaliação da acurácia de um conjunto de testes de rastreio cognitivo apropriados para idosos de baixa escolaridade para detecção da doença de Alzheimer: Accuracy assessment of a screenig tests set cognitive appropriate for low education elderly for the detection of Alzheimer's disease. 2019. 1 recurso online ( 97 p.) Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Ortega_LucianeDeFatimaViola_D.pdf1.91 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.