Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/347888
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Autocuidado em diabetes : adaptação cultural e avaliação das propriedades da medida do "Diabetes Self-Management Questionnaire" - revisado (DSMQ-R) no contexto brasileiro
Title Alternative: Self-care in diabetes : cultural adaptation and evaluation of the measurement properties of the "Diabetes Self-Management Questionnaire" - revised (DSMQ-R) in the brazilian context
Author: Maciel, Talita, 1985-
Advisor: Cornélio, Marilia Estevam, 1982-
Abstract: Resumo: O Diabetes mellitus (DM) é um dos maiores problemas de saúde pública no mundo e uma das principais doenças crônicas não transmissíveis responsável por elevadas taxas de mortalidade globalmente. A modificação de comportamentos de autocuidado é importante para melhorar o prognóstico dessa doença e reduzir os riscos de complicações a longo prazo. Contudo, é necessário o uso de uma ferramenta confiável e válida para a avaliação do autocuidado nos pacientes com DM. Desta forma, há disponível na literatura o Diabetes Self-Management Questionnaire (DSMQ-R), o primeiro instrumento desenvolvido com o objetivo de avaliar o autocuidado em DM relacionados aos níveis glicêmicos. Portanto, este estudo tem como objetivo adaptar culturalmente e avaliar as propriedades da medida do DSMQ-R versão revisada. O processo de adaptação seguiu as recomendações internacionais, contemplando as etapas de tradução, síntese, retrotradução, avaliação por comitê de especialistas, que avaliaram a validade de conteúdo do instrumento, e pré-teste. Foram avaliadas as seguintes propriedades da medida: validade de construto estrutural, confiabilidade, validade de construto convergente entre o DSMQ-R e a versão brasileira do Summary of Diabetes Self-Care Activities Measure (SDSCA) e a validade de critério por meio da hemoglobina glicada (HbA1c). O DSMQ-R apresentou resultados satisfatórios de validade de conteúdo e de praticabilidade. A nova estrutura do instrumento foi composta por cinco domínios. Para análise do modelo fatorial, a etapa de análise da validade convergente resultou na exclusão dos itens DSMQ-R7, DSMQ-R10, DSMQ-R13, DSMQ-R14 e DSMQ-R17. Após a análise qualitativa dos itens excluídos não houve prejuízo em relação a avaliação do autocuidado. O modelo proposto indicou presença de validade discriminante por meio do critério de Fornell- Larcker e por meio da análise das cargas cruzadas. A versão brasileira do DSMQ-R foi composta por 15 itens sendo que 13 deles fazem parte da estrutura fatorial e as demais propriedades foram analisadas para essa versão. A confiabilidade foi avaliada por meio da Confiabilidade Composta e foram observados valores satisfatórios, acima de 0,7, com exceção do domínio Uso dos Serviços de Saúde que apresentou valor CC = 0,68, bem próximo ao ponto de corte e devido à relevância dos seus itens, estes foram mantidos. Todos os domínios do DSMQ-R apresentaram correlações significantes (<0,05) com os domínios do QAD. Em relação a avaliação da validade de critério com hemoglobina glicada não foi verificada correlação significante entre o escore total do DSMQ-R com os valores da HbA1c diferentemente da versão original que apresenta como diferencial a correlação com os níveis glicêmicos. Este é o primeiro instrumento desenvolvido para correlacionar o autocuidado com os níveis glicêmicos. Neste sentido, é importante que futuras pesquisas sejam realizadas utilizando o DSMQ-R para aperfeiçoá-lo a fim de que as suas limitações sejam minimizadas e para que eleve seu potencial clínico para auxiliar no desenvolvimento de intervenções voltadas à promoção de comportamentos de autocuidado fundamentais para manutenção da estabilidade glicêmica das pessoas com DM

Abstract: Diabetes mellitus (DM) is one of the largest public health problems in the world and one of the major chronic noncommunicable diseases responsible for high mortality rates globally. Modifying self-care behaviors is important to improve the prognosis of this disease and reduce the risks of long-term complications. However, it is necessary to use a reliable and valid tool for the evaluation of self-care in patients with DM. Thus, there is available in the literature the Diabetes Self-Management Questionnaire (DSMQ-R), the first instrument developed with the objective of evaluating self-care in diabetes related to glycemic levels. Therefore, this study aims to culturally adapt and evaluate the properties of the DSMQ-R revised version measure. The adaptation process followed the international recommendations, including the stages of translation, synthesis, back-translation, expert committee evaluation, which evaluated the validity of instrument content, and pre-test. The following measurement properties were evaluated: structural construct validity, reliability, convergent construct validity between the DSMQ-R and the Brazilian version of the Summary of Diabetes Self-Care Activities Measure (SDSCA) and criterion validity using glycated hemoglobin (HbA1c). The DSMQ-R presented satisfactory content validity and feasibility results. The new structure of the instrument was composed of five areas. For the analysis of the factorial model, the step of the convergent validity analysis resulted in the exclusion of items DSMQ-R7, DSMQ-R10, DSMQ-R13, DSMQ-R14 and DSMQ-R17. After the qualitative analysis of the excluded items, there was no impairment in relation to self-care evaluation. The proposed model indicated the presence of discriminant validity through the Fornell-Larcker criterion and through cross-load analysis. The Brazilian version of the DSMQ-R was composed of 15 items, 13 of them being part of the factorial structure and the other properties were analyzed for this version. Reliability was assessed through Composite Reliability and satisfactory values were observed, above 0.7, except for the Health Services Use domain, which presented CC value = 0.68, close to the cut-off point and due to the relevance of their items, these were kept. All domains of the DSMQ-R showed significant correlations (<0.05) with the PAF domains. Regarding the evaluation of the criterion validity with glycated hemoglobin, there was no significant correlation between the DSMQ-R total score and the HbA1c values differently from the original version, which showed a differential correlation with the glycemic levels. This is the first instrument developed to correlate self-care with glycemic levels. In this sense, it is important that future research be carried out using the DSMQ-R to improve it so that its limitations are minimized and to increase its clinical potential to assist in the development of interventions aimed at promoting basic self- maintaining the glycemic stability of people with diabetes
Subject: Diabetes Mellitus
Autocuidado
Estudos de validação
Questionários
Enfermagem
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: MACIEL, Talita. Autocuidado em diabetes: adaptação cultural e avaliação das propriedades da medida do "Diabetes Self-Management Questionnaire" - revisado (DSMQ-R) no contexto brasileiro . 2019. 1 recurso online ( 130 p.) Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Enfermagem, Campinas, SP.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:FENF - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Maciel_Talita.pdf12.98 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.