Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/347003
Type: Artigo
Title: Conflitos socioambientais para a preservação de recursos hídricos na Microbacia Hidrográfica Mariana da Amazônia matogrossense, 2011 e 2012
Title Alternative: Socio-environmental conflicts over water resource preservation in the Mariana hydrographic micro basin in Mato Grosso state's Amazon area, Brazil, 2011 and 2012
Author: Roboredo, Delmonte
Bergamasco, Sonia Maria Pessoa Pereira
Tosetti, Larissa Leite
Gervásio, Wagner
Souza, Anderson Luiz Ara
Domingues, Thiago Rossi
Abstract: O objetivo deste trabalho foi levantar a percepção dos agricultores da Microbacia Hidrográfica Mariana (MBM) em Alta Floresta, Estado de Mato Grosso, com relação ao cumprimento da legislação ambiental e investigar os “porquês” de os agricultores não recuperarem os recursos naturais degradados em suas propriedades. Para tanto, foram realizadas entrevistas semiestruturadas empregando um questionário contendo perguntas fechadas e abertas. Em síntese os resultados permitiram identificar que: 1) os conflitos socioambientais foram causados pela forma impositiva de se aplicar a legislação ambiental visando à recuperação dos recursos naturais, todavia sem a devida valorização dos agricultores como sujeitos da ação; 2) os agricultores na época da colonização não foram orientados pelos técnicos dos órgãos públicos de ATER quanto à preservação das APPs; e 3) os agricultores reconhecem a importância da preservação dos mananciais, mas não têm recursos financeiros para recuperá-los. Conclui-se que é imperativo a construção e a implementação de uma política pública para apoiar os agricultores na recuperação das áreas degradadas por intermédio de terraços e bacias de captação para se evitar o aumento do processo erosivo na MBM.
metadata.dc.description.abstractalternative: The objectives of this study were to examine how the farmers in the Mariana hydrographic microbasin in Alta Floresta, Mato Grosso state, Brazil, perceive the compliance with environmental legislation and find their reasons for not recovering the degraded natural resources in their property. Data was gathered using a semi-structured interview script. The results enabled identifying that: 1) socioenvironmental conflicts have been caused by the authoritarian way in which the environmental legislation about natural resource recovery is being enforced, without the due valorization of the farmers as subjects of action; 2) at settlement time, the rural outreach and technical assistance service (ATER) did not provide farmers with guidance about the preservation of permanent preservation areas; 3) farmers do recognize the importance of preserving water source areas, but do not have the financial means to recover them. It is concluded that it is imperative to create and execute a public policy to support farmers in their efforts to recover degraded areas through terraces and catchment basins to prevent an increase in erosion in the Mariana hydrographic micro basin.
Subject: Agricultura familiar
Proteção ambiental
Country: Brasil
Editor: Instituto de Economia Agrícola
Rights: Aberto
Address: http://www.iea.sp.gov.br/out/LerRea.php?codTexto=14482
Date Issue: 2017
Appears in Collections:FEAGRI - Artigos e Outros Documentos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
14482.pdf961.07 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.