Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/346825
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Rotulagem nutricional frontal : compreensão, percepção e preferência dos consumidores
Title Alternative: Front-of-package nutritional labeling : consumers' understanding, perception and preference
Author: Lima, Stefany Guerreiro, 1993-
Advisor: Cazarin, Cínthia Baú Betim, 1979-
Abstract: Resumo: A rotulagem nutricional é a descrição da composição química dos alimentos, e é, em geral, apresentada em forma de tabela, na parte posterior da embalagem dos produtos. Embora os consumidores aleguem ler as informações nutricionais, alguns as consideram de difícil interpretação e com excesso de informação. Assim, foram desenvolvidos sistemas de rotulagem mais simples, que apresentam a informação nutricional na parte frontal da embalagem: os rótulos "front-of-package" (FOP). Atualmente no Brasil a adoção da rotulagem nutricional frontal não é obrigatória e nem regulamentada, porém está em discussão desde 2014 pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). O objetivo do presente trabalho foi avaliar a atitude dos consumidores em relação a três diferentes sistemas de rotulagem frontal (Guideline Daily Amounts-GDA, Traffic-Light e Advertência Triangular) e identificar dentre eles o mais eficaz na comunicação da informação nutricional, auxiliando o consumidor na identificação de alimentos saudáveis. A coleta de dados foi realizada por meio de um questionário on-line contendo: avaliação do uso da tabela nutricional, avaliação dos modelos de rotulagem nutricional frontal e avaliação socioeconômica. Os resultados foram analisados por teste qui-quadrado de Pearson. Um total de 1671 individuos participou da pesquisa, sendo a maioria do sexo feminino, com escolaridade de nível superior e residentes na região Sudeste do país. A maioria dos participantes (92,2%) relatou consultar o rótulo dos alimentos no momento da compra e entre os que relataram não consultar o rótulo os motivos citados foram: falta de interesse, dificuldade de compreensão, falta de tempo, levar em consideração outros fatores do produto e dificuldade de leitura. O modelo de rotulagem que obteve mais acertos no quiz de nutrientes foi o Traffic-Light (68,42%) seguido pela Advertência (53,71%), Tabela Nutricional (41,39%) e GDA (39,95%). Em relação à saudabilidade todos obtiveram um bom desempenho, com um maior número de acertos nos modelos Advertência (96,83%) e Traffic-Light (95,27%); e o modelo GDA obteve a menor quantidade de acertos (89,23%). O rótulo preferido pelos participantes foi o Traffic-Light (83.24%), seguido do GDA (10,83%) e por último o Advertência (5,92%). Em relação à percepção, no geral, os participantes concordaram que todos os modelos os ajudariam a decidir qual produto comprar e nenhum deles seria difícil de entender. O modelo GDA e Traffic-Light foram considerados úteis na compreensão da informação nutricional e, segundo os participantes, o modelo Advertência possui informações insuficientes. No geral todos os modelos FOPs auxiliaram os participantes a identificar qual era o alimento mais saúdavel. Vale ressaltar que para a adoção de qualquer modelo de rotulagem FOP faz-se necessária à implementação de ações educativas e de promoção de hábitos saudáveis, a fim de esclarecer como interpretar o modelo escolhido e motivar os consumidores a adotarem hábitos alimentares mais saudáveis

Abstract: Nutrition labeling is the description of the chemical composition of the food, and it is usually presented in the form of a table at the back of the product packaging. Although consumers claim to read nutritional information, some consider it difficult to interpret and with too much information. Thus, simpler labeling systems have been developed, which present the nutritional information on the front of the packaging: front-of-package (FOP) labels. Currently, in Brazil, the adoption of front-of-package labeling is neither compulsory nor regulated but has been under discussion since 2014 by the Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). The objective of the present study was to evaluate the attitude of consumers to three different frontal labeling systems (Guideline Daily Amounts-GDA, Traffic-Light, and Triangular Warning) and to identify among them the most effective in the communication of nutritional information, helping the consumer to identify healthy foods. The data collection was performed through an online questionnaire containing: evaluation of the use of the nutritional table, evaluation of frontal nutrition labeling models and socioeconomic evaluation. Pearson's chi-square test was used to analyze the results. A total of 1671 individuals participated in the survey, most of them female, with higher education and residing in the Southeastern region of the country. The majority of participants (92.2%) reported consulting the food label at the time of purchase and among those who reported not consulting the label the reasons cited were: lack of interest, understanding difficulties, lack of time, taking into account others product factors and reading difficulties. The labeling model that got more correct answers on the nutrient quiz was Traffic-Light (68.42%) followed by Warning (53.71%), Nutrition Table (41.39%) and GDA (39.95%). Regarding healthfulness, all of them achieved a good performance, with Warning (96.83%) and Traffic-Light (95.27%) models having a greater number of correct answers, and the GDA model obtained the least number of correct judgments (89.23%). The preferred label was Traffic-Light (83.24%), followed by GDA (10.83%) and lastly Warning (5.92%). In terms of perception, participants generally agreed that all models would help them decide which product to buy and none of them would be difficult to understand. The GDA model and Traffic-Light were considered useful in understanding nutritional information and, according to participants, the Warning model has insufficient information. Overall, all FOPs helped participants identify which food was the healthiest. It is worth mentioning that for the adoption of any FOP labeling model, it is necessary to implement educational actions and promote healthy habits in order to clarify how to interpret the model chosen and motivate consumers to adopt healthier eating habits
Subject: Informação nutricional
Rótulos advertência
Rótulos traffic light
Guideline Daily Amounts
Consumidores
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: LIMA, Stefany Guerreiro. Rotulagem nutricional frontal : compreensão, percepção e preferência dos consumidores . 2019. 1 recurso online ( 144 p.) Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia de Alimentos, Campinas, SP.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:FEA - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Lima_StefanyGuerreiro_M.pdf3.39 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.