Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/345119
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Estudo da depressão e da dor crônica através do modelo de estresse social em camundongos : Study of depression and chronic pain through social stress model in mice
Title Alternative: Study of depression and chronic pain through social stress model in mice
Author: Pagliusi Junior, Marco Oreste Finocchio, 1990-
Advisor: Sartori, César Renato, 1973-
Abstract: Resumo: Esta tese foi dividida em 3 capítulos distintos que possuem como fator comum o estresse por subjugação social repetida, um modelo de depressão também capaz de induzir hiperalgesia em camundongos. No primeiro capítulo relatamos que o exercício físico voluntário em roda de atividade é capaz de prevenir e reverter o comportamento do tipo depressivo de esquiva social e a dor induzidos pelo estresse por subjugação social repetida. Além disso, no primeiro capítulo demonstramos também que o exercício físico é mais eficiente em reverter estes sintomas do que o tratamento crônico com o antidepressivo fluoxetina, amplamente utilizado na clínica. No segundo capítulo desta tese relatamos que a dor induzida pelo estresse por subjugação social repetida é mediada pelas fibras nociceptivas do tipo C. Discutimos inclusive a estreita associação entre a fibromialgia, depressão e estresse social, propondo o uso do modelo de estresse por subjugação social repetida como um modelo animal de fibromialgia. Já no terceiro e último capítulo desta tese, relatamos que o fator neurotrófico derivado do cérebro (BDNF) atua nos neurônios espinhosos médios D2+ do núcleo accumbens para induzir os comportamentos do tipo depressivo após o estresse por subjugação social repetida

Abstract: This thesis was divided into 3 distinct chapters with social defeat stress as a common factor, an animal model of depression that can also induce hyperalgesia in mice. In the first chapter, we demonstrated that voluntary running wheel exercise can prevent and reverse the depressive-like behavior of social avoidance and hyperalgesia induced by social defeat stress. In addition, in the first chapter, we also demonstrated that physical exercise is more efficient in reversing these symptoms than chronic treatment with antidepressant fluoxetine, widely used in the clinic. In the second chapter of this thesis we demonstrate that the SDS-induced hyperalgesia is mediated by nociceptive C fibers. We also discussed the close association between fibromyalgia, depression and social stress, proposing the use of the social defeat stress model as an animal model of fibromyalgia. In the third and last chapter of this thesis, we demonstrate that the brain-derived neurotrophic factor (BDNF) acts on the middle spiny neurons D2+ of the nucleus accumbens to induce depressive behaviors after social defeat stress
Subject: Exercícios físicos
Fibras nervosas amielínicas
Núcleo accumbens
Neurônios
Fator neurotrófico derivado do cérebro
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: PAGLIUSI JUNIOR, Marco Oreste Finocchio. Estudo da depressão e da dor crônica através do modelo de estresse social em camundongos: Study of depression and chronic pain through social stress model in mice. 2020. 1 recurso online (227 p.) Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP.
Date Issue: 2020
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
PagliusiJunior_MarcoOresteFinocchio_D.pdf8.18 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.