Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/344488
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Bocha adaptada : análise da qualidade de vida dos atletas da classe BC4
Title Alternative: Adapted boccia : analysis of the quality of life of class BC4 athletes
Author: Medeiros, Luciana Merath de, 1989-
Advisor: Duarte, Edison, 1955-
Abstract: Resumo: A Bocha Adaptada é uma modalidade paralímpica praticada por indivíduos com alto nível de comprometimento motor. Nesse caso, para pessoas com essa característica física, o sedentarismo, imposto pelo próprio quadro da deficiência, é significativamente maior, apresentando como consequência, na maioria dos casos, uma tendência a dados negativos de Qualidade de Vida (QV). Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), a QV é a percepção do indivíduo em relação a sua posição na sociedade, na cultura, aos valores que ele julga importantes como: objetivos, padrões e expectativas. Assim, este estudo teve por objetivo analisar a QV dos atletas da Bocha Adaptada da Classe BC4; identificar os fatores evidenciados pelos atletas que alteram a sua QV e evidenciar o esporte de alto rendimento como fator positivo ou negativo para a qualidade de vida dos atletas. O método utilizado foi o quantitativo, com a aplicação do questionário WHOQOL-BREF e a amostra foi composta de 34 atletas da Classe BC4. A análise dos dados foi realizada com o método estatístico proposto pelo questionário WHOQOL-BREF e foi utilizado o programa estatístico SPSS Statistics Versão 25 para a análise dos dados. Nos resultados, o domínio meio ambiente apresentou a menor média =61,21, mostrando o menor índice de QV evidenciado pelos atletas, e que esse domínio é o que mais afeta negativamente a QV dos participantes. No domínio físico foi encontrada a segunda menor média= 65,02, apresentando o valor um pouco maior que o domínio meio ambiente, mostrando que para os atletas, as facetas afetam a sua QV. No domínio relações sociais foi encontrada a média= 68,87, um valor próximo dos domínios meio ambiente e físico. No domínio psicológico, foi encontrada a maior média= 74,63, evidenciando um valor mais próximo do melhor índice de QV= 100. Na auto- avaliação de QV obteve-se a média = 70,96 indicando um bom valor. Podemos concluir que a atividade física pode contribuir para a melhora da QV dos atletas que praticam a Bocha Adaptada, principalmente nos domínios psicológico e relações sociais, amenizando fatores secundários para o agravo da deficiência

Abstract: Adapted Boccia is a paralympic modality practiced by individuals with high level of motor impairment. In this case, for people with this physical characteristic, physical inactivity, imposed by the disability itself, is significantly higher, presenting as a consequence, in most cases, a tendency towards negative Quality of Life (QOL) data. According to the World Health Organization (WHO), a QOL is an individual's perception of their position in society, in culture, in the values they deem important such as goals, standards and expectations. Thus, this study aimed to analyze the QOL of the BC4 Class Adapted Boccia athletes; identify the factors evidenced by the athletes that alter their QOL and highlight the high performance sport as a positive or negative factor for the athletes' quality of life. The method used was quantitative, with the application of the WHOQOL-BREF questionnaire and the sample consisted of 34 athletes from class BC4. Data analysis was performed using the statistical method proposed by the WHOQOLBREF questionnaire and the SPSS Statistics Version 25 statistical program was used for data analysis. In the results, the environmental domain presented the lowest average = 61.21, showing the lowest QOL index evidenced by the athletes, and this domain is the one that most negatively affects the participants' QOL. In the physical domain, it was found the second lowest mean = 65.02, showing a slightly higher value than the environmental domain, showing that for athletes, the facets affects their QOL. In the social domain, it was found the average = 68.87, a value close to the environment and physical domains. In the psychological domain, the highest average was found = 74.63, showing a value closer to the best QOL index = 100. In the self-assessment of QOL the average = 70.96 was found, indicating a good value. We can conclude that physical activity can contribute to improve the QOL of athletes who practice Adapted Boccia, especially in the psychological and social domains, mitigating secondary factors to the aggravation of the deficiency
Subject: Bocha (jogo) - Esportes paraolímpicos
Qualidade de vida
Atividade física
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: MEDEIROS, Luciana Merath de. Bocha adaptada: análise da qualidade de vida dos atletas da classe BC4. 2020. 1 recurso online ( 85 p.) Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação Física, Campinas, SP.
Date Issue: 2020
Appears in Collections:FEF - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Medeiros_LucianaMerathDe_M.pdf4.18 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.