Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/344285
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Efeito do nível de atividade física sobre marcadores inflamatórios de indivíduos com lesão da medula espinhal
Title Alternative: Effect of the physical activity level on inflammatory markers of individuals with spinal cord injury
Author: Ramkrapes, Ana Paula Boito, 1991-
Advisor: Cavaglieri, Claudia Regina, 1963-
Abstract: Resumo: A lesão da medula espinhal causa dificuldade na locomoção, dificultando o desempenho de atividades que exijam maior esforço físico e gasto energético. O baixo nível de atividades físicas provoca um balanço energético positivo, com a principal consequência a mudança na composição corporal desta população. Essas mudanças estão relacionadas ao aumento do tecido adiposo e a descentralização do Sistema Nervoso Simpático, colaborando para um aumento na secreção de adipocinas inflamatórias, que contribuem para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares e Diabetes Mellitus tipo 2 (DM2). O objetivo do estudo foi caracterizar as concentrações séricas de adipocinas inflamatórias em indivíduos com tetraplegia, em relação ao nível de atividade física. A partir do questionário Godin e do gasto energético em 24 horas, as concentrações séricas de leptina, adiponectina e resistina foram analisadas em 28 indivíduos do sexo masculino, subdivididos em Lesado Medular Espinhal (LME) fisicamente ativo (N = 13), LME irregularmente ativo (N = 8) e c Controle sem LME, irregularmente ativo (N = 10). Como resultados, as concentrações de leptina foram elevadas no grupo LME-IA (8.83 ± 2.26 ng/mL) em relação aos outros grupos, e não houve diferença no grupo LME-FA (2.57 ± 1.82 ng/mL) em relação ao grupo Controle (2.91 ± 2.50 ng/mL). Nas concentrações séricas de adiponectina e resistina, não foram encontradas diferenças significativas entre os grupos. Conclui-se que o nível de atividade física influencia a mudança na composição corporal, e consequentemente na mudança nas concentrações de leptina, especialmente em indivíduos fisicamente inativos com LME. Assim, há uma redução de indicadores relacionados à DM2 em LME, a valores de sujeitos sem lesão medular

Abstract: Spinal cord injury causes difficulty in locomotion, hindering the performance of activities that require greater physical effort and energy expenditure. The low level of physical activities causes a positive energy balance, with the main consequence the change in the body composition of this population. These changes are related to the increase of adipose tissue and the decentralization of the Sympathetic Nervous System, contributing to an increase in the secretion of inflammatory adipokines, which contribute to the development of cardiovascular diseases and Diabetes Mellitus type 2 (DM2). The objective of the study was to characterize the serum concentrations of inflammatory adipokines in individuals with tetraplegia, in relation to the level of physical activity. From the Godin questionnaire and the energy expenditure in 24 hours, the serum concentrations of leptin, adiponectin and resistin were analyzed in 28 male subjects, subdivided in Spinal Cord Injuri (SCI) regularly active (N = 13), SCI irregularly active (N = 8) and Control non SCI, irregularly active (N = 10). As a result, leptin concentrations were elevated in the SCI-PI group (8.83 ± 2.26 ng/mL) relative to the other groups, and there was no difference in the SCI-PA group (2.57 ± 1.82 ng/mL) compared to the Control group (2.91 ± 2.50 ng/mL). In serum concentrations of adiponectin and resistin, no significant differences were found between groups. It is concluded that the level of physical activity influences the change in body composition, and consequently the change in leptin concentrations, especially in physically inactive individuals with LME. Thus, there is a reduction of indicators related to DM2 in SCI, to values of subjects without spinal cord injury
Subject: Lesão medular
Atividade física
Leptina
Metabolismo energético
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: RAMKRAPES, Ana Paula Boito. Efeito do nível de atividade física sobre marcadores inflamatórios de indivíduos com lesão da medula espinhal . 2019. 1 recurso online (86 p.) Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação Física, Campinas, SP.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:FEF - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Ramkrapes_AnaPaulaBoito_M.pdf2.66 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.