Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/344255
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Evidenciação de dimorfismo sexual por meio da pesagem de crânios e mandíbulas secas de brasileiros
Title Alternative: Evidence of sexual dymorphism trough the weighing of skulls and dry jaws of brazilians
Author: Grion, Ricardo Prado, 1973-
Advisor: Daruge Junior, Eduardo, 1960-
Abstract: Resumo: Estudos para identificação humana baseados na antropologia visam estimar o sexo, a ancestralidade, a idade e a estatura. Dentre as características passíveis de avaliação o sexo é a que apresenta maior relevância. O presente estudo, buscou no presente verificar se o dimorfismo sexual é apontado quando se analisa o peso de crânios e mandíbulas secas, bem como pesquisou a viabilidade da construção de um modelo de regressão logística para a estimativa do sexo. Estudo observacional transversal, onde como elementos de amostra foram utilizados 231 crânios e mandíbulas provenientes de Biobanco. Amostra foi dividida em quatro grupos, a saber: crânios dentados (n=60), crânios edêntulos (n=171), mandíbulas dentadas (n=78) e mandíbulas edêntulas (n=153). A pesagem dos crânios e das mandíbulas foi realizada com a utilização de balança digital semi analítica. Para a calibração dos pesquisadores houve a aplicação de análise de correlação intra-classe e intra-examinador segundo Szklo e Nieto (2014), obtendo correlação considerada FORTE no teste ICC. Tanto no grupo dos crânios edêntulos, quanto no grupo dos crânios dentados não se encontrou dimorfismo. Já nos grupos das mandíbulas dentadas e edêntulas comprovou-se o dimorfismo. As mandíbulas edêntulas foram as que obtiveram diferenças de peso entre masculinas e femininas mais expressivas. As mandíbulas edêntulas são significativamente dimórficas, entretanto, não foi possível a construção do modelo de regressão logistica. Desta forma, contraindica-se o peso como método para estimativa do sexo de forma isolada em brasileiros

Abstract: Studies for human identification based on anthropology aim to estimate sex, ancestry, age and height. Among the characteristics that can be evaluated, sex is the most relevant. The present study sought to verify whether sexual dimorphism is pointed out when analyzing the weight of skulls and dry jaws, as well as researching the feasibility of building a logistic regression model for estimating sex. Cross-sectional observational study, where 231 skulls and jaws from Biobank were used as sample elements. The sample was divided into four groups, namely: toothed skulls (n = 60), edentulous skulls (n = 171), toothed mandibles (n = 78) and edentulous mandibles (n = 153). The skulls and mandibles were weighed using a semi-analytical digital scale. In order to calibrate the researchers, intra-class and intra-examiner correlation analysis was applied according to Szklo and Nieto (2014), obtaining a correlation considered STRONG in the ICC test. Both in the group of edentulous skulls and in the group of toothed skulls, no dimorphism was found. In the groups of toothed and edentulous jaws, dimorphism was verified. The edentulous mandibles were the ones with the most significant weight differences between male and female. The edentulous mandibles are significantly dimorphic, however, it was not possible to build the logistic regression model. Thus, weight is contraindicated as a method for estimating sex in isolation in Brazilians
Subject: Sexo - Diferenças
Antropologia forense
Odontologia legal
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: GRION, Ricardo Prado. Evidenciação de dimorfismo sexual por meio da pesagem de crânios e mandíbulas secas de brasileiros. 2019. 1 recurso online (40 p.) Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba, Piracicaba, SP.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Grion_RicardoPrado_M.pdf1.3 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.