Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/343564
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Entre a escrita e o olhar : uma poética da violência
Title Alternative: Between writing and the gaze : a poetics of violence
Author: Chaves, Tyara Veriato, 1983-
Advisor: Zoppi-Fontana, Mónica, 1961-
Abstract: Resumo: Nesta tese, busco compreender a potência de uma produção poética frente a acontecimentos ligados à violência de Estado. Para tanto, me situo teoricamente nas fronteiras entre a Linguística, o Materialismo Histórico e a Psicanálise a partir da Análise do Discurso proposta por Michel Pêcheux, mas também avanço no campo filosófico com os contornos contemporâneos que a noção de biopoder assume a partir de Butler, em sua reflexão a respeito da precariedade da vida e da condição de inelutável, e de Mbembe, sobre a construção da raça e o necropoder. No espaço heterogêneo de tal campo filosófico, procuro as vias pelas quais uma reflexão sobre a literatura comparece no pensamento desses autores como um lugar de possíveis. No que tange a dimensão da língua, busco dar consequência a uma posição materialista que concebe o poético no registro do político ao levar em conta a inscrição do real da língua no real da história. Em paralelo a esse percurso, caminho por entre autores que conferem uma especificidade à literatura com relação à linguagem: as transgressões, a questão da autoria e a problemática do testemunho. Nesse âmbito, busco a partir da divisão proposta por Agamben entre a língua do testemunho e o arquivo, pensar em como a escrita de certos poemas carregam um matiz testemunhal em que o indizível de uma época encontra lugar. Do ponto de vista analítico, este trabalho caminha por diversas produções poéticas, mas se concentra mais detidamente em Na noite calunga do bairro Cabula de Ricardo Aleixo, Quadrilha de Lívia Natália e Verônica de Tarso de Melo. Os dois primeiros poemas são lidos a partir da relação com o acontecimento da Chacina do Cabula e o último a partir da violência envolvendo Verônica Bolina. Em meu gesto de leitura, busco fazer ressoar a diferença entre diversas instâncias enunciativas que "dizem o acontecimento" de modo a apreender certos funcionamentos que colocam em jogo a dimensão do humano e do animal, dos corpos e das subjetividades. A relação entre o olhar e a escrita se coloca como contundente, tanto nos termos de uma preocupação ética e política a respeito da hipercirculação de imagens de violência, quanto em uma reflexão que busca situar a produção histórica do olhar, mas também a dimensão do desejo quando pensamos a partir de Freud e Lacan. Assim, meu gesto de interpretação caminha em torno do que as imagens fazem falar, e em como uma escrita se emprenha do desejo de "fabricar" uma outra imagem. Para tanto, o trabalho com a memória possibilita a condição do legível no que diz respeito a dimensões históricas envolvendo raça, classe, sexualidade e gênero, mas é também a partir de um impossível que esta tese se move: impossível naquilo que uma escrita poética sustenta em seu encontro com o vazio diante de uma macabra repetição, impossível enquanto aposta, risco, desejo de possível

Abstract: This thesis tries to understand the power of a poetic production in the face of events linked to State violence. For this purpose, I am theoretically situated on the frontiers between Linguistics, Historical Materialism and Psychoanalysis, as proposed by the Discourse Analysis formulated by Michel Pêcheux, but also advancing in the philosophical field with the contemporary outlines that the notion of biopower assumes from Butler, in his reflection on the precariousness of life and the condition of ineluctable, and Mbembe, on the construction of race and necropower. In the heterogeneous space of such a philosophical field, I look for the ways in which a reflection on literature appears in the thinking of these authors as a place of possibilities. Regarding the dimension of the language, I seek to give effect to a materialist position that conceives the poetic and the political by taking into account the inscription of the real of the language in the real of history. In parallel to this path, I recover some authors who give literature a specificity regarding language: transgressions, the question of authorship and the problem of testimony. In this context, I seek, based on the division proposed by Agamben between the language of the testimony and the archive, to think about how the writing of certain poems carries a testimonial hue in which the unspeakable of an era finds its place. From an analytical point of view, this work goes through several poetic productions, but focuses more closely on Na noite calunga do bairro Cabula by Ricardo Aleixo, Quadrilha by Lívia Natália and Verônica, by Tarso de Melo. The first two poems are read in relation with the event of the Chacina do Cabula and the last from the violence involving Verônica Bolina. In my reading gesture, I try to resonate the difference between several enunciative instances that "say the event" in order to apprehend certain functions that put at stake the dimension of the human and the animal, of bodies and subjectivities. The relationship between gaze and writing is blunt, both in terms of an ethical and political concern about the hyper-circulation of images of violence, and in a reflection that seeks to situate the historical production of the gaze, but also the dimension of desire when we think with Freud and Lacan. Thus, my gesture of interpretation goes around what images make us talk about, and how a writing desire to "manufacture" another image. To this end, working with memory enables the condition of the legible with regard to historical dimensions involving race, class, sexuality and gender, but it is also from an impossible point that this thesis moves: impossible in what a poetic writing sustains in its encounter with emptiness in the face of a macabre repetition, impossible while betting, risk, desire for the possible
Subject: Análise do discurso
Poesia
Violência
Escrita
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: CHAVES, Tyara Veriato. Entre a escrita e o olhar: uma poética da violência. 2020. 1 recurso online ( 210 p.) Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Estudos da Linguagem, Campinas, SP.
Date Issue: 2020
Appears in Collections:IEL - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Chaves_TyaraVeriato_D.pdf1.72 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.