Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/343552
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Intervenção por realidade virtual e exercício físico no equilíbrio, mobilidade e cognição em idosos
Title Alternative: Intervention for virtual reality and physical exercise to boost the cognition in elderly
Author: Sporkens-Magna, Thaís, 1988-
Advisor: Fernandes, Paula Teixeira, 1975-
Abstract: Resumo: Com o processo de envelhecimento, muitas são as dificuldades vivenciadas pelo idoso e cada dia mais pesquisas são realizadas para avaliar as estratégias necessárias para o envelhecimento saudável. Junto com o exercício físico (EF), a realidade virtual (RV) está se mostrando um método inovador no processo de reabilitação, por ser seguro e de viável aplicabilidade, evidenciando significativa melhora no equilíbrio, na marcha, na função cognitiva e no desempenho físico funcional do idoso. Portanto, este estudo teve o objetivo de comparar pré e pós intervenção os fatores qualidade de vida, equilíbrio, cognição e mobilidade (risco de quedas) em 5 meses de pesquisa, relacionando a prática de EF com a RV nos idosos. Os participantes deste estudo foram 31 idosos, de ambos os sexos, com idade entre 70 a 85 anos, divididos em 3 grupos: Grupo 1: Realidade Virtual (RV); Grupo 2: Exercício Físico (EF); Grupo 3: Realidade Virtual e Exercício Físico (RVEF). Os grupos com RV realizaram procedimentos com o software de quebra-cabeça virtual Gesture Puzzle e os grupos com EF realizaram atividades de alongamento, relaxamento e caminhada. Foram utilizados os seguintes questionários para identificação, divisão dos grupos e para exclusão de demências, respectivamente: ficha de identificação, Questionário Internacional de Atividade Física (IPAQ), Mini Exame do Estado Mental (MEEM) e Escala de Demência (CDR). Para a avaliação do desempenho físico funcional, foram aplicados - antes e depois da intervenção - os seguintes instrumentos: Índice da Marcha Dinâmica (mobilidade), Teste Clínico de Interação Sensorial e Equilíbrio (TCISE), Teste Pictórico de Memória (TEPIC-M) e Teste de Atenção Alternada (Teste AA). Os resultados mostraram que para a atenção [F tempo (1, 28) = 77,75], todos os grupos aumentaram o escore médio após o período de intervenção, sendo os tamanhos de efeito "muito grande" (RV e RVEF) e "grande" (EF). Para a memória [F tempo (1, 28) = 17,85], os intervalos de confiança demonstraram que as diferenças estatisticamente significativas ocorreram nos grupos RV e RVEF, sendo os tamanhos de efeito "médio" e "grande", respectivamente. Em relação ao equilíbrio [F tempo (1, 28) = 135,00], todos os grupos aumentaram o escore após o período de intervenção, apresentando tamanhos de efeito "muito grandes". Por fim, os intervalos de confiança revelaram que os grupos EF e RVEF melhoraram a mobilidade (diminuíram o risco de quedas) após o período de intervenção [F tempo (1, 28) = 17,86], porém o tamanho de efeito do grupo EF foi "insignificante", enquanto que o grupo RVEF obteve tamanho de efeito "médio". Com isso, concluímos que as intervenções por RV + EF são eficazes para a melhora do equilíbrio, da mobilidade (risco de quedas), da atenção e da memória e, consequentemente, do desempenho físico funcional em idosos

Abstract: With the aging process, many are the difficulties experienced by the elderly and more and more research is carried out every day to evaluate the strategies needed for healthy aging. Along with physical exercise (PE), virtual reality (VR) is showing to be an innovative method in the rehabilitation process, because it is safe and of viable applicability, showing significant improvement in balance, gait, cognitive function and functional physical performance of the elderly. Therefore, this study aimed to compare pre and post intervention factors quality of life, balance, cognition and mobility (risk of falls) in 5 months of research, relating the practice of PE with VR in the elderly. The participants in this study were 31 elderly, of both sexes, aged between 70 and 85 years, divided into 3 groups: Group 1: Virtual Reality (VR); Group 2: Physical Exercise (PE); Group 3: Virtual Reality and Physical Exercise (VRPE). The groups with VR performed procedures with the Gesture Puzzle virtual puzzle software and the groups with PE performed stretching, relaxation and walking activities. The following questionnaires were used to identify, divide the groups and exclude dementias, respectively: identification sheet, International Questionnaire of Physical Activity (IPAQ), Mini Mental State Exam (MEEM) and Dementia Scale (CDR). For the evaluation of functional physical performance, the following instruments were applied - before and after the intervention: Dynamic March Index (mobility), Clinical Test of Sensory Interaction and Balance (TCISE), Memory Pictorial Test (TEPIC-M) and Alternate Attention Test (AA Test). The results showed that for attention [F time (1, 28) = 77.75], all groups increased the mean score after the intervention period, with the effect sizes being "very large" (VR and VRPE) and "large" (PE). For memory [F time (1, 28) = 17.85], the confidence intervals showed that statistically significant differences occurred in the VR and VRPE groups, with the effect sizes being "medium" and "large", respectively. Regarding balance [F time (1, 28) = 135.00], all groups increased the score after the intervention period, presenting sizes of "very large" effect. Finally, the confidence intervals revealed that the PE and VRPE groups improved mobility (decreased risk of falls) after the intervention period [F time (1, 28) = 17.86], but the effect size of the PE group was "insignificant", while the VRPE group obtained "medium" effect size. Thus, we concluded that interventions by VR + PE are effective in improving balance, mobility (risk of falls), attention and memory and, consequently, functional physical performance in the elderly
Subject: Envelhecimento
Realidade virtual
Exercícios físicos
Psicologia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: SPORKENS-MAGNA, Thaís. Intervenção por realidade virtual e exercício físico no equilíbrio, mobilidade e cognição em idosos. 2020. 1 recurso online (70 p.) Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP.
Date Issue: 2020
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Sporkens-Magna_Thais_M.pdf1.92 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.