Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/343397
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: HABP4 e o câncer de cólon : caracterização do papel da HABP4 em células tumorais e em modelo animal
Title Alternative: HABP4 and colon cancer : characterization of the HABP4 role in tumor cells and animal model
Author: Colleti, Carolina, 1993-
Advisor: Kobarg, Jörg, 1965-
Abstract: Resumo: A proteína HABP4 foi inicialmente identificada por meio da reação cruzada com o anticorpo Ki-1, o qual reconhece células malignas de linfoma de Hodgkin. Desde sua descoberta, muito esforço foi aplicado para sua caracterização estrutural e funcional. Hoje é sabido que ela sofre diversos tipos de modificações pós-traducionais, como fosforilação, metilação e SUMOilação, e que faz parte da classe de proteínas intrinsecamente desenoveladas. Essas e outras características identificadas, como translocação entre núcleo e citoplasma, e atividade de regulação da transcrição, sugerem que a HABP4 possa ter relação com processos cancerosos. A HABP4 tem uma proteína paráloga, a SERBP1, que compartilha 40,7% de identidade e 67,4% de similaridade, além de apresentar localização citoplasmática e nuclear, o que indica que possam ter funções similares ou até mesmo redundantes nas células. Experimentos de duplo-híbrido e de análise de expressão genica global por microarranjos de DNA realizados pelo grupo de pesquisa identificaram 413 genes que tiveram sua expressão alterada pela superexpressão da HABP4 (88% regulados negativamente). A maior parte dos genes estão relacionados a proliferação, ciclo celular e apoptose, o que aponta seu envolvimento em mecanismos de resposta celular ao estresse. No presente trabalho é apresentado o efeito da ausência da HABP4 em camundongos e em linhagem celular de carcinoma colorretal humano. No modelo animal foi observado que a falta da HABP4 leva a uma maior taxa de proliferação das células intestinais, e que a expressão das proteínas PCNA e Ciclina D1 estão elevadas nos animais nocaute, mesmo sem a indução de tumor pelo tratamento com AOM/DSS, mostrando que o nocaute confere uma pré-disposição genética ao desenvolvimento de câncer colorretal. O nocaute de HABP4 em células humanas HCT116 foi obtido com sucesso e a caracterização da ausência desta proteína mostrou que, assim como nos animais, ocorre um aumento na proliferação celular. Ademais, é apresentado a resposta ao dano de DNA causado por etoposídeo, em que as células nocautes apresentam menor expressão de ?H2AX. Em resposta a falta da ?H2AX, durante o ciclo celular não há parada no ponto de checagem em G2/M, permitindo que as células nocaute acumulem erros no DNA

Abstract: HABP4 protein was first identified by cross-reacting with the Ki-1 antibody, which recognizes malignant Hodgkin's lymphoma cells. Since its discovery, effort has been made to characterization its structure and function. It has been shown that HABP4 undergoes several types of post-translational modifications, such as phosphorylation, methylation and SUMOylation, and it is part of the intrinsically unstructured class of proteins. These and other identified features, such as shuttling between nucleus and cytoplasm and transcriptional regulation activity, suggest that HABP4 may be involved in cancerous processes. HABP4 has a paralogue protein, SERBP1, that shares 40.7% identity and 67.4% similarity with HABP4 and possesses nuclear and cytoplasmic localization, indicating likely similar or redundant functions in cells. Yeast two-hybrid experiments and global gene expression analysis by DNA microarray performed by our group identified 413 genes with altered expression profile by HABP4 overexpression (88% down-regulated). Most genes were related to proliferation, cell cycle and apoptosis, which indicates their involvement in cellular stress response mechanisms. In this work the effects of HABP4 deletion in mouse and in human colorectal carcinoma cell line are presented. In mouse model, HABP4 deletion leads to a higher rate of intestinal cell proliferation. PCNA and Cyclin D1 expression were found to be are elevated in knockout animals, even in the absence of tumor induction by AOM/DSS treatment, showing that the HABP4 knockout confers a genetic susceptibility to colorectal cancer development. HABP4 knockout in human HCT116 cells was successfully obtained and revealed increase in cell proliferation, as observed in mice. Moreover, DNA damage response caused by etoposide is presented. It was observed that knockout cells have lower ?H2AX expression. Therefore, during the cell cycle there is no G2 / M checkpoint stop, allowing knockout cells to accumulate DNA errors
Subject: Proteína Ki-1/57
Neoplasias colorretais
Proliferação celular
Dano ao DNA
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: COLLETI, Carolina. HABP4 e o câncer de cólon: caracterização do papel da HABP4 em células tumorais e em modelo animal. 2020. 1 recurso online (95 p.) Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Farmacêuticas, Campinas, SP. Disponível em: http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/343397. Acesso em: 6 Jan. 2021.
Date Issue: 2020
Appears in Collections:FCF - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Colleti_Carolina_M.pdf10.62 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.