Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/343175
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Avaliação da rede de atenção à gestação de alto risco no Sistema Único de Saúde de quatro cidades brasileiras de grande porte
Title Alternative: Assessment of the high-risk pregnancy care network in the Unified Health System of four large brazilian cities
Author: Fernandes, Juliana Azevedo, 1982-
Advisor: Campos, Gastão Wagner de Sousa, 1952-
Abstract: Resumo: Este estudo avaliou a rede de atenção à Gestação de Alto Risco (GAR) no Sistema Único de Saúde (SUS) em Campinas, Fortaleza, Porto Alegre e São Paulo - quatro cidades brasileiras com mais de um milhão de habitantes - considerando o acesso, funcionamento e utilização da Atenção Especializada e Atenção Primária à Saúde (APS). Levou em consideração o arranjo operacional das Redes de Atenção à Saúde proposto pelo Ministério da Saúde a partir de 2010 e os desafios da regionalização das ações em saúde. Destacou a trajetória de constituição da Política de Saúde da Mulher, em especial a Atenção Obstétrica e Neonatal, apontando os retrocessos anunciados e em curso nas políticas públicas de saúde. O percurso metodológico do estudo incluiu a triangulação de diferentes fontes de informação e técnicas de coleta de dados. Caracterizaram-se os contextos de atenção à GAR por meio de indicadores dos sistemas de informação em saúde e de estudo descritivo qualitativo produzido por informantes-chave, além de questionário aplicado a 1.886 gestantes dos serviços especializados, encaminhadas pela APS. Ainda, foram realizadas entrevistas semiestruturadas em amostra intencional das gestantes de Campinas. Foram identificadas diferenças importantes na atenção a GAR nas quatro metrópoles estudadas, sendo que a capital nordestina incluída na pesquisa apresentou maiores dificuldades na operacionalização e cuidado à GAR. Apesar de existir um padrão de gestão precário no SUS, encontrou-se uma boa cobertura de assistência ao pré-natal, acesso em tempo oportuno a serviços especializados em GAR, achados a partir dos quais se infere que a tradição de políticas e de programas de saúde da mulher e da criança no Brasil influenciou positivamente a qualidade do atendimento, compensando, em parte, carências estruturais do SUS. A análise comparada das redes nas quatro cidades demonstrou o quanto a consolidação do SUS depende do desenvolvimento social, político e cultural de cada região. Sugere-se aprofundamento na investigação sobre a influência dos modelos de atenção e diretrizes de cuidado na qualidade dos serviços, além de estudos sobre os efeitos da rede temática Cegonha na reorganização da assistência ao pré-natal

Abstract: This study assessed the High-Risk Pregnancy care networks in the Unified Health System (SUS, for Sistema Único de Saúde) in Campinas, Fortaleza, Porto Alegre and São Paulo - four Brazilian cities with over one million inhabitants - taking into consideration the access, operation, and use of Specialized Care and Primary Health Care (PHC). It took into account the Health Care Networks¿ operational arrangement adopted by the Health Ministry in 2010 and the challenges involved in the regionalization of health actions. The study looked into the Women¿s Health Policy implementation process, especially the Obstetric and Neonatal Care, observing the forecasted and ongoing regression of public health policies. The methodology comprised the triangulation of several information sources and data collecting techniques. The High-Risk Pregnancy care contexts were characterized through indicators of the health information systems and the qualitative descriptive study produced by key informants, as well as a questionnaire applied to 1,886 pregnant women from specialized services, referred by the PHC. In addition, semi-structured interviews were conducted with an intentional sample of pregnant women from Campinas. Remarkable differences were identified in the High-Risk Pregnancy care of the four metropolises, of which the Northeast capital was found to face greater difficulties with High-Risk Pregnancy care and operationalization. Despite the Unified Health System¿s poor management standards, we found evidence of good prenatal care coverage and timely access to High-Risk Pregnancy care networks¿ specialized services. These findings suggest that the tradition of health policies and programs for women and children in Brazil positively influenced the quality of care, making up, in part, for the SUS structural deficiencies. The comparative analysis of care networks in the four cities demonstrated how much the SUS consolidation depends on the social, political and cultural development of each region. This study suggests further in-depth research on the influence of health care models and guidelines on the quality of services, as well as further research on the effects of the Rede Cegonha (Stork Network) on the reorganization of prenatal care
Subject: Cuidado pré-natal
Gravidez de alto risco
Assistência integral à saúde
Avaliação de serviços de saúde
Regionalização
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: FERNANDES, Juliana Azevedo. Avaliação da rede de atenção à gestação de alto risco no Sistema Único de Saúde de quatro cidades brasileiras de grande porte. 2019. 1 recurso online (155 p.) Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Fernandes_JulianaAzevedo_D.pdf5.04 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.