Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/342944
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Engajamento literário e realismo na década de 1930 : perspectiva de um personagem-escritor de Erico Verissimo
Title Alternative: Literary engagement and realism in the 1930s : perspective of an Erico Verissimo writer-character
Author: Queiroz, Jaqueline Borges de, 1992-
Advisor: Cano, Jefferson, 1970-
Abstract: Resumo: Esta dissertação faz uma análise interpretativa de um personagem-escritor criado por Erico Verissimo (1905-1975) na década de 1930, momento no qual, devido à polarização política causada pela ascensão de ideologias como o nazi-fascismo e o comunismo, a discussão sobre engajamento literário ganhou força entre escritores e críticos literários. Ao optar por não se filiar a partidos políticos e por não escrever romances panfletários, prática comum na época, o escritor gaúcho foi muitas vezes criticado, mas não deixou de discutir em suas obras questões como a desigualdade econômica do país, a complexidade das relações humanas e a decadência de algumas tradições políticas, sociais e morais. Evidenciamos nesse trabalho, então, o caráter reflexivo da obra de Verissimo, que se destaca não apenas pela abordagem temática desse contexto histórico, mas também pela presença de personagens intelectuais e escritores capazes de discutir metaliterariamente essa relação entre o social e o literário. Considerando tal relação uma via de mão dupla, nossa análise se pauta tanto nas reflexões desses personagens sobre o papel da literatura no contexto em que vivem, quanto na discussão feita por eles sobre os benefícios e os limites da adoção do realismo, que na época se mostrou o principal recurso estético do engajamento. Por isso, apesar de trazermos a perspectiva de outros personagens intelectuais, o foco do trabalho está no personagem-escritor Noel, jovem rico que ao longo dos livros Caminhos Cruzados (1935), Um lugar ao sol (1936) e Saga (1940) escreve um romance social realista com o objetivo de engajar-se com a realidade dos que pertencem a outra classe social. Dada a importância do contexto político e literário da época para entender as questões levantadas nesses três romances, uma discussão historiográfica sobre as diferentes concepções de realismo e engajamento também é feita por meio, principalmente, da análise de ensaios de três críticos brasileiros: Lúcia Miguel Pereira, Alceu Amoroso Lima e Astrojildo Pereira. A partir do cruzamento desse contexto histórico-literário com as reflexões presentes nas obras analisadas, concluímos que os romances de Erico Verissimo tiveram e ainda têm papel fundamental ao expor a dificuldade de representar literariamente a realidade de outra classe social, ainda mais em um cenário no qual diferentes perspectivas ideológicas disputam espaço

Abstract: This thesis makes an interpretative analysis of a writer-character created by Erico Verissimo (1905-1975) in the 1930s, moment in which, due to the political polarization caused by the ascension of ideologies such as the nazi-fascism and the communism, the discussion about literary engagement gained strength among writers and literary critics. By choosing not to enroll in political parties and by not writing pamphleteer romances, common practice at the time, the writer from the Brazilian state of Rio Grande de Sul was often criticized, but did not abstain from discussing in his works matters such as the economic inequality of the country, the complexity of the human relations and the decay of some political, social and moral traditions. We evince in this work, hence, the reflexive character of the works of Verissimo, who stands out not only for the thematic approach of this historical context, but also by the presence of intellectual characters and writers capable of discussing, metaliterarily, this relationship between the social and the literary. Considering such two-way relationship, our analysis is based both on the reflections of these characters about the role of literature in the context in which they live and on the discussion made by them about the benefits and limits of the adoption of realism, which, in the time, became the main aesthetic resource of engagement. Thus, although we bring the perspective of other intellectual characters, the focus of this work is on the writer-character Noel, who, throughout the books Caminhos Cruzados (1935), Um lugar ao sol (1936) and Saga (1940), writes a social realist romance with the objective of engaging himself with the reality of those who belong to another social class. Given the importance of the political and literary context of the time, to understand the questions raised in these three romances a historiographical discussion about the different conceptions of realism and engagement is also made through, mainly, an analysis of essays of three Brazilian critics: Lúcia Miguel Pereira, Alceu Amoroso Lima and Astrojildo Pereira. From the crossing of this historic-literary context with the reflections present in the works analyzed, we conclude that Erico Verissimo¿s romances had and still have an elementary role by exposing the difficulty in representing, literarily, the reality of another social class, especially in a scenario in which different ideological perspectives dispute space
Subject: Veríssimo, Érico, 1905-1975
Realismo na literatura
Literatura e sociedade
Anos 1930
Personagens literários
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: QUEIROZ, Jaqueline Borges de. Engajamento literário e realismo na década de 1930: perspectiva de um personagem-escritor de Erico Verissimo. 2020. 1 recurso online (132 p.) Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Estudos da Linguagem, Campinas, SP.
Date Issue: 2020
Appears in Collections:IEL - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Queiroz_JaquelineBorgesDe_M.pdf1.13 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.