Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/342884
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.CRUESPUNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINASpt_BR
dc.descriptionOrientador: Érica Luciene Alves de Limapt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Estudos da Linguagempt_BR
dc.format.extent1 recurso online ( p.) : il., digital, arquivo PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relation.requiresRequisitos do sistema: Software para leitura de arquivo em PDFpt_BR
dc.typeDISSERTAÇÃO DIGITALpt_BR
dc.titleUm estudo de tradução de Viver, de Yu Huapt_BR
dc.title.alternativeA study of translation of Viver, from Yu Huapt_BR
dc.contributor.authorZhou, Xinwei, 1993-pt_BR
dc.contributor.advisorLima, Erica Luciene Alves de, 1968-pt_BR
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual de Campinas. Instituto de Estudos da Linguagempt_BR
dc.contributor.nameofprogramPrograma de Pós-Graduação em Linguística Aplicadapt_BR
dc.subjectYu, Hua, 1960-. Viver - Traduções para o portuguêspt_BR
dc.subjectYu, Hua, 1960-. Viver - Traduções para o inglespt_BR
dc.subjectFicção chinesapt_BR
dc.subjectTradução e interpretaçãopt_BR
dc.subjectEstudo comparadopt_BR
dc.subject.otherlanguageYu, Hua - To Live - Translations into portugueseen
dc.subject.otherlanguageYu, Hua - To Live - Translations into Englishen
dc.subject.otherlanguageChinese fictionen
dc.subject.otherlanguageTranslating and interpretingen
dc.subject.otherlanguageComparative studiesen
dc.description.abstractResumo: O objetivo da presente dissertação é analisar a tradução do romance de Yu Hua, escrito originalmente em chinês, intitulado ?? (1993). A principal tradução a ser trabalhada é a versão brasileira, intitulada Viver (2008), traduzida por Márcia Schmaltz, mas também será trazida para a discussão a versão em inglês To Live (2003), traduzida por Michael Berry. Para o estudo, inicialmente é feita uma breve comparação entre algumas teorias de tradução, tanto as da China quanto as do Ocidente, enfatizando aspectos importantes e mudanças teóricas especialmente da época moderna. Em seguida, são apresentadas as características da época literária à qual o romance pertence e os aspectos principais da história e das personagens, primordiais para a análise da tradução. Por fim, são apresentados os tradutores e o contexto de publicação das traduções e analisados trechos de cada um dos livros, coletados e selecionados pelo método do cotejo. Os casos mais emblemáticos das traduções analisadas englobam a tradução de palavrões e repetição de palavras, além de duas expressões chinesas típicas, com certos formatos peculiares ¿ a reduplicação e o provérbio ¿ os quais conferem certa coloquialidade à linguagem utilizada pelo original. O resultado das análises mostrou que a tradução para o português apresenta alguns cuidados com a escolha vocabular, evitando palavrões e termos coloquiais. Por outro lado, mostra grande preocupação em encontrar estratégias para a tradução da reduplicação e do provérbio, trazendo aspectos característicos da língua portuguesa e, ao mesmo tempo, tentando apresentar aspectos culturais da China, o que nem sempre ocorre na tradução para o inglêspt
dc.description.abstractAbstract: This research aims to analyze the translation of the novel ?? (1993) from a Chinese author called Yu Hua. The main translation to be analyzed is the Brazilian version translated by Márcia Schmaltz, Viver (2008), but the English translation To Live (2003), translated by Michael Berry will also be presented. The search starts with a brief comparison between some translation theories in China and in the Occident (Western Europe), tracing the most influent view in Translation Studies specially during the modern era. Next, the characteristics of the literary period to which the novel belongs, and the main aspects of the history and the characters of the novel are presented, to help with the analysis of the translation. Finally, we present the translators and the context of publication of the translations, and analyzed excerpts from each book, collected and selected by the comparative analysis method. The most emblematic cases of translations studied include the translation of curse word and repetition of words, as well as two typical Chinese expressions, generally with certain peculiarity in their forms - reduplication and proverb - which give a certain colloquiality to the language used by the original. The results of the analyzes showed that the translation into Portuguese gives lot of attention to the vocabulary choice, as well as avoids swearing and colloquial terms. The Portuguese translator is also very careful to find strategies for the translation of reduplication and proverb, bringing aspects characteristic of the Portuguese language and, at the same time, trying to present cultural aspects of China, which did not always occur in English translationen
dc.publisher[s.n.]pt_BR
dc.date.issued2019pt_BR
dc.identifier.citationZHOU, Xinwei. Um estudo de tradução de Viver, de Yu Hua. 2019. 1 recurso online ( p.) Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Estudos da Linguagem, Campinas, SP.pt_BR
dc.description.degreelevelMestradopt_BR
dc.description.degreedisciplineLinguagem e Sociedadept_BR
dc.description.degreenameMestra em Linguística Aplicadapt_BR
dc.contributor.committeepersonalnameVeras, Maria Viviane do Amaralpt_BR
dc.date.defense2019-04-17T00:00:00Zpt_BR
dc.date.available2020-06-08T13:31:50Z-
dc.date.accessioned2020-06-08T13:31:50Z-
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2020-06-08T13:31:50Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Zhou_Xinwei_M.pdf: 1910470 bytes, checksum: 99eea1a1f33a98a9ba21114fc24a60a3 (MD5) Previous issue date: 2019en
dc.identifier.urihttp://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/342884-
Appears in Collections:IEL - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Zhou_Xinwei_M.pdf1.87 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.