Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/342050
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: História das mulheres na ciência : narrativas de paleontólogas (1950-2010) do Departamento Nacional de Produção Mineral, Rio de Janeiro
Title Alternative: History of women in science : narratives of paleontologists (1950-2010) from de Departamento Nacional de Produção Mineral, RJ
Author: Melo, Diogo Jorge de, 1981-
Advisor: Gonçalves, Pedro Wagner, 1958-
Abstract: Resumo: Esta tese aborda a História das Mulheres e da Ciência com base nas trajetórias profissionais de paleontólogas que atuaram no Departamento Nacional da Produção Mineral (DNPM) no Rio de Janeiro. A instituição teve sua origem em 1907, quando foi criado o Serviço Geológico e Mineralógico do Brasil, que em 1934 deu origem ao DNPM e em 1969 forneceu suportes físicos e intelectuais para a criação da Companhia de Pesquisa e Recursos Minerais (CPRM), atualmente nominada como Serviço Geológico do Brasil. A principal base de dados desta pesquisa se aporta em entrevistas realizadas com diversas paleontólogas, que atuaram de alguma forma no DNPM-RJ e que configuramos em três gerações de atuação, sendo estas consideradas pioneiras em sua área. Estas mulheres, historicamente, sucederam uma geração preponderantemente masculina, que representaram a denominada "fase áurea" da instituição. Consequentemente, presenciaram diversos aspectos que se configuraram como uma degradação institucional, que em nossa hipótese poderia estar relacionada ao predomínio da atuação feminina na instituição, já que a mesma não mais oferecia plenas estruturas profissionais e contavam com salários consideravelmente baixos para a área. A primeira geração da instituição era composta por Nicéa Magessi Trindade, Diana Mussa, Lélia Duarte, Maria Eugênia de Carvalho Marchesini Santos e Norma Maria da Costa Cruz, que são as primeiras mulheres a atuarem com Paleontologia no Rio de Janeiro e no Brasil, sendo elas discípulas da geração anterior de paleontólogos da instituição. A paleontóloga que marcou a transição para a segunda geração foi Marise Sardenberg Salgado de Carvalho, que possui aspectos transitórios entre ambas as gerações. As outras componentes desta segunda geração foram Rita de Cássia Tardin Cassab, Vera Maria Medina da Fonseca, Dea Regina Bouret Campos e Lucia Montilla Mayer, representaram um grupo que assistiu a total desestruturação do DNPM-RJ, na Urca. Por fim, a "terceira geração", que foram duas mulheres concursadas em 2006 e que atualmente, estão na instituição. As paleontólogas Márcia Aparecida dos Reis Polck e Irma Tie Yamamoto. Todas estas mulheres, por meio de suas narrativas e trajetórias históricas demonstram questões de gênero e seus aspectos de como era "fazer ciência", assim como demonstram como ocorreu a inserção da profissionalização feminina qualificada em meados do século XX

Abstract: This thesis addresses the History of Women in Science based on the professional career of paleontologists who worked at the Departamento Nacional da Produção Mineral (DNPM) in Rio de Janeiro. The institution originated in 1907 when the Serviço Geológico e Mineralógicco of Brazil was created, which gave rise in 1934 to DNPM and, in 1969, provided physical and intellectual support for the creation of the Companhia de Pesquisa e Recursos Minerais (CPRM) - currently named as Geological Service of Brazil. The main database of this research is based on interviews with paleontologists who worked at some way at DNPM-RJ. We categorized them into three generations of activity, all of which were considered pioneers in their field. These women have historically succeeded a predominantly male generation, which represented the so-called "golden age" of the institution. Consequently, these pioneers witnessed several aspects that were perceived as an institutional degradation that, in our perspective, in our hypothesis could be a linked to the predominance of female performance in the institution, since it no longer offered full professional structure and offered considerably low salaries for the area. The first generation of the institution was composed by Nicéa Magessi Trindade, Diana Mussa, Lélia Duarte, Maria Eugênia de Carvalho Marchesini Santos and Norma Maria da Costa Cruz, who are the first women to work with Paleontology in Rio de Janeiro and Brazil, being disciples of the previous generation of paleontologists of the institution. The paleontologist who marked the transition to a second generation was Marise Sardenberg Salgado de Carvalho, who had transient aspects between both generations. The other components of this second generation were Rita de Cassia Tardin Cassab, Vera Maria Medina da Fonseca, Dea Regina Bouret Campos and Lucia Montilla Mayer, who represented a group that witnessed the complete disruption of DNPM-RJ in Urca. Finally, the third generation, who were two women candidates in 2006 and who are currently in the institution, paleontologists Márcia Aparecida dos Reis Polck and Irma Tie Yamamoto. All these women, through their narratives and historical trajectories, demonstrate gender issues and their aspects of what it was make science, as well as how the insertion of qualified female professionalization occurred in the mid-twentieth century
Subject: Brasil. Departamento Nacional da Produção Mineral
Mulheres - História
Ciência - História
Paleontologia
Paleontólogas - Biografia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: MELO, Diogo Jorge de. História das mulheres na ciência: narrativas de paleontólogas (1950-2010) do Departamento Nacional de Produção Mineral, Rio de Janeiro. 2020. 1 recurso online (236 p.) Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Geociências, Campinas, SP. Disponível em: http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/342050. Acesso em: 1 Jul. 2020.
Date Issue: 2020
Appears in Collections:IG - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Melo_DiogoJorgeDe_D.pdf3.6 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.